Vampironas do MAX salvam o J-pop mais uma vez com “Dracula”

Espero que vocês tenham entendido que qualquer lançamento que o MAX fizer vai salvar o J-pop aqui, então vamos com mais um MV das lendas que, dessa vez, está promovendo o novo álbum de remixes do grupo. Confiram “Dracula”:

Assim como vários singles da carreira do grupo, “Dracula” é um remake de mais um eurobeat safadíssimo de décadas passadas na época em que eurobeat era o que bombava ao redor do mundo. No caso, o remake é de “Shotgun Killer”, do Love & Pride.

Mas o que fica nítido nesse MV é que a decisão de lançar “Parthenon” como single foi feita bem de última hora por parte da avex/Sonic Groove. Quer dizer, eu pensei que os visuais alugados da Renner e o cenário roubado de algum teatro de faculdade japonês fosse porque eles não estavam muito dispostos a investir nesse retorno do grupo, mas com “Dracula” temos aí um vídeo bem feito, um ambiente que não se resume a uma parede branca e tem todo um trabalho e temática por trás assim como os figurinos das meninas muito mais elaborados. Talvez eles notaram que ficar milkando em cima de farofas noventistas poderia render mais dinheiro que eles esperavam com esse retorno do MAX e então correram para elaborar um single antes do álbum e tal. No final isso foi mais trabalho para o retorno do MAX, o que é muito bom para as meninas que precisam criar hype depois de quase 4 anos sem novo material.

De resto tudo está bem o que se pode esperar de um grupo como MAX, ainda mais com a proposta de reviver a década de 90 no Japão. Eurobeat safadíssimo? Temos. Coreografia esquizofrênica? TEMOS. Botar um dançarino negro para fazer figuração dançando e fazendo carão? T-E-M-O-S!! Eu não sei se rola algum motivo específico mas tem muitos MVs japoneses da década de 90 que botam algum dançarino negro para farofar nos eurobeats e intercalar cenas com as cantoras/grupos (Praticamente todos os singles eurobeat/eurodance da Namie Amuro, por exemplo, tem algum dançarino dividindo screentime com ela).

Esse costume, ironicamente, sumiu quando a lenda resolveu virar “rainha do hip-pop” e passou a investir em dançarinos japoneses mesmo.

Quem gosta desses tipos de revival ou tem aquela playlist de dance dance revolution pra bater cabelo deve gostar de “Dracula”, mas a música pode parecer, hum, frenética demais para os mais novinhos ou aqueles que não estão habituados a ouvir eurobeat. O PV promove o “NEW EDITION II ~MAXIMUM HITS~”, que sai no dia 31 de julho, mas a música já está disponível para download por ser lançada como b-side de “Parthenon” no mês passado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s