Review Retrô: Quando Jolin Tsai acompanhou a gravidez de um homem em “Dr Jolin” (2012)

No último dia 15 a madrinha dos gays taiwaneses Jolin Tsai fez 40 anos. E diferente de umas e outras que chegam nessa idade querendo sentar numa cadeira e aposentar para assistir o que tem no Hulu, Jolinzão segue na ativa e com muita disposição para inovar e quebrar tabus em nome da arte e militãncia, que nem ela fez em 2012 lançando a icônica “Dr. Jolin”:

Não lembro se “Dr. Jolin” foi o primeiro MV que assisti da Jolin, mas quando assisti esse vídeo eu fiquei “Tá aí, vou seguir essa mulher”. O video traz Jolin Tsai inspirada depois de assistir algumas temporadas de “Grey’s Anatomy” e sendo a comandante de um hospital, onde ela cuida de uma mulher louca, faz experimentos enquanto promove a Pepsi num product placement BEM sutil e, o mais relevante do vídeo, assiste a gravidez de um homem. Acredito que essas cenas queriam provocar um debate sobre inversão de papéis, estereótipos de gênero e, indo um pouco mais longe, discussões sobre o que é (Ou se existe) um único tipo de família, e se isso fosse lançado em 2020 também levantaria o debate de que homens podem engravidar SIM, aí o vídeo viralizaria e Jolinzão deixaria seu impacto e contribuição social para o mundo. De qualquer forma, o meu eu de 15 anos assistiu isso com aquela cara de “OMG!!!! Um homem grávido!!!!” e já estava achando Jolin lendária e me dando motivos pra ser fã ali mesmo. Funcionou como um momento de choque pela primeira vez, e segue funcionando quando se busca um contexto da coisa toda.

Eu só acho esse vídeo é meio, digamos, “simples” se levarmos em conta tudo que a Jolin lançou depois (E até antes) de Dr. Jolin. Ainda acho esse vídeo bonito mas não é TÃO bonito se levarmos em conta que é a Jolin lançando, sabe?! Como se fosse uma versão mais “leve” do que ela costuma fazer. Acho que o excesso de branco no vídeo que me incomoda assistindo, mas levando em conta que é o tema é um hospital, não acho que isso seja ruim. Essa combinação do cabelo rosa e conjuntinho azul também não desce muito bem pra mim no vídeo, mas também não reclamo muito pois na capa do álbum ela ficou lindíssima. Acho que “Dr. Jolin” é um vídeo ótimo, mas com algumas ideias que não funcionam 100% comigo, e aí fico com essa impressão de que poderia ser ainda melhor.

Pin on Jolin Tsai/蔡依林♥

“Muse” é um ótimo álbum, aliás, vale a pena ouvir

A música é um farofão Pop/EDM onde Jolin é a doutora do amor que vai cuidar dos LGBTs e espalhar o vírus do amor pelo mundo (Ou algo do tipo), meio que encaixando no conceito dela ser uma musa do amor nesse álbum. Mais uma vez não é uma música tão agressiva quanto o habitual da Jolin, mas é isso que faz essa faixa funcionar tão bem comigo até hoje. O refrão é uma graça, o batidão é dançante e, de alguma forma, incômodo na medida certa para me prender na música. Eu lembro de ouvir “Dr. Jolin” e achar mágico o fato de existir farofas pra gays em mandarim, era o meu início no mundinho Mandopop e estava amando. E até hoje o final da música me faz dançar assim:

Para quem não conhece Jolin Tsai, acho que “Dr. Jolin” é uma boa porta de entrada do que a Jolin é como artista pop. Ela serve estética, looks, irreverência e gays com ideias diferentes e originais enquanto um farofão gostoso toca no fundo. “Dr. Jolin” não traz os figurinos mais polidos da Jolin ou as críticas sociais de uma forma mais direta que nem ela vem fazendo em seus últimos álbuns, mas ainda é um vídeo de alto nível bem despretensioso e divertido que mostra o quão boa é a videografia da Jolin.

7 comentários em “Review Retrô: Quando Jolin Tsai acompanhou a gravidez de um homem em “Dr Jolin” (2012)”

  1. As partes desse videoclipe envolvendo papéis de gênero realmente são bem legais.

    Porém, ela botando Pepsi no soro dos pacientes… não parece uma boa ideia. E digo isso como alguém que GOSTA de Pepsi (inclusive mais que de Coca-Cola, embora goste dos dois refrigerantes). Irresponsabilidade médica, Dra. Jolin…

    Curtir

      1. Sim, o merchan da Pepsi feito em Medusa (com Jolin encarnando uma rainha no trono bebericando um CÁLICE de Pepsi) foi mais sensato.

        Curtir

  2. Toda vez que você faz um posto falando da Jolin venho correndo ler. Na minha opinião, ela merecia o mundo pelo fato de ser a diva que é.
    Tomei um susto quando vi que ela já tá com 40 anos. É até estranho perceber que alguns dos grandes nomes do mandopop já estão nessa faixa de idade…

    Curtir

    1. 40 anos com cara e corpo de 30. Namie deve ter compartilhado com a Jolin um pouco da água da fonte da juventude eterna, em troca daquele bolo dela.

      Curtir

  3. Eu conheci ela com o feat da Namie Amuro e devo dizer que aos poucos vou escutando mais as músicas delas (logo logo eu pego os álbuns pra ouvir que nem aconteceu com a Namie e com a Utada), mas, quando vi Dr. Jolin pela primeira vez tive a mesma impressão de ser mais simples (já que tem uns vídeos dela, que meu deus, é tipo se a Janelle Monae tive o dobro do orçamento que costuma ter)

    Curtir

Os comentários estão desativados.