Ayumi Hamasaki é uma simples gueixa fazendo um cover da Yumi Matsutoya em “Haru Yo, Koi”

Já comentei por aqui que Ayumi Hamasaki vai lançar sua 2ª coletânea de baladas “A BALLADS 2” no dia 8 de abril, e esse lançamento também conta com um cover da Yumi Matsutoya na tracklist. No 1º A BALLADS tivemos Ayu regravando “Sotsugyou Shashin”, e agora a cantora regravou e lançou um PV para “Haru yo, Koi”:

Se a avex e a Ayu fossem mais empenhados no conceito de japonesa raiz do “MADE IN JAPAN”, provavelmente ela teria lançado baladas nesse estilo de “Haru yo, koi”, com Ayuzão emocionando o Japão com sua voz de anjo em uma melodia linda com arranjos folclóricos muito bem colocados e dando aquele misto da tradição com o moderno que o Japão valoriza muito. Eu até pensei que a Ayu estava sendo bem fiel com a música original mas a versão da Yuming vai por um caminho diferente, então o pessoal por trás desse cover está de parabéns pela criativdade. “Haru yo, koi” acaba sendo uma balada diferente do que a Ayu vinha lançando nos últimos tempos, o que é muito bom para ela.

Outra coisa notável é em como os vocais da Ayu estão bem diferentes do habitual. A cantora normalmente tem um estilo mais dramático e, digamos, “desesperado” cantando, sempre tentando elevar as emoções que ela quer transmitir ao máximo e sendo mais controversa nisso (Tem quem ame e tem quem odeie os vocais dela), mas em “Haru yo, koi” ela optou por um estilo mais doce, suave. Ayuzão apostou em vocais tão leves que são até surreais vindo dela, e isso foi uma grata surpresa. Quem diria que diminuir o ritmo de lançamentos faria a Ayu mostrar versatilidade e me surpreender?!

O PV é bem simples com a Ayu cantando em dois cenários e com dois kimonos diferentes, mas tem sua elegância. Claro que, com os visuais já revelados, não dava para esperar alguma bagunça quente como, sei lá, Koda Kumi adotando o estilo “gueixa de puteiro” no Japonesque…

Nota: So Nice hino e provavelmente a música que mais ouvi da Kodão

… Mas “Haru yo, koi” é um PV bonito que combina com a atmosfera da música, além de Ayuzão sempre dar tudo de si na interpretação. A Ayu nunca mais vai ter orçamento para criar os PVs opulentes e luxuosos que ela costumava lançar no seu auge, mas é legal vez que a avex está preocupada em dar algum orçamento ao invés das abominações que ela foi obrigada a lançar em outros tempos.

…Quem foi que botou esse vídeo aqui?

“Haru yo, koi” é, acima de tudo, um cover prazeroso de ouvir. Ao mesmo tempo em que Ayu me surpreende com as escolhas diferentes (e acertadas) do habitual, esse cover ainda tem a identidade das baladas clássicas da cantora. Ayuzão lançar um baladão empolgante e realmente novo em pleno 2021 parece mentira, mas aconteceu e me fez ter fé que ela realmente pode surpreender com um bom álbum no futuro.

4 comentários em “Ayumi Hamasaki é uma simples gueixa fazendo um cover da Yumi Matsutoya em “Haru Yo, Koi””

  1. “Claro que, com os visuais já revelados, não dava para esperar alguma bagunça quente como, sei lá, Koda Kumi adotando o estilo “gueixa de puteiro” no Japonesque…”

    O estilo da Kumiko pode ser chamado de gueixa ou já seria de oiran? Eis a questão.

    No mais, Ayu mandou MUITO BEM! Quem diria que mesmo quase sem audição ela conseguiria entregar uma música tão bem feita assim?

    Curtir

  2. Cara adorei a musica, muita coisa que você indica vou atrás de escutar como Keembo e no final amo, principalmente as japonesas que estou querendo sair do mundo musica de anime e seu blog é perfeito nisso.

    Curtir

  3. Se tem duas coisas na indústria da música que me fazem gritar hino (quase que) imediatamente são synthpop retrô e arranjos tradicionais. A Yumi Matsutoya é uma lenda viva no Japão, mas esse cover da Ayu ficou maravilhoso, simplesmente perfeito. Uma balada com toques de música tradicional japonesa era tudo que eu precisava nesses dias.

    O PV está bem simples, de fato, porém ficou muito bonito e acho incrível isso, até porque passou uma impressão de que alguém na avex ainda está disposto a entregar coisas bem feitas para a Ayumi. A simplicidade dele deixa-o demasiado elegante. Ficou tudo muito bom.

    Curtir

  4. …Só agora eu me toquei: é impressão ou Ayu e Utada lançaram músicas novas na mesma semana?

    Umas duas décadas atrás, isso seria um acontecimento estrondoso no Japão (vide o caso de Distance e A Best, que até inspirou um momento chave no mangá Nana). Hoje, felizmente, as duas podem fazer comeback ao mesmo tempo sem se preocupar com as comparações e com os números.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.