IU é esperta, atrevida e aposta todas as suas fichas em “Coin”

IU voltou ontem com seu 5º álbum “LILAC”, e hoje lançou o MV para a segunda faixa principal do álbum, “Coin”. E se “Lilac” trouxe a estética primaveril e uma imagem mais vibrante da IU, em “Coin” a cantora resolveu ressuscitar a imagem de “raposa astuta” em cima de um som retrô funky:

Essa ideia da IU bancar a espertona em um trabalho, na prática, não é nova. Já vimos isso em “Twenty-Three”, um dos ápices da carreira da IU onde ela debocha de tudo que envolve a popularidade dela e como a Coreia simplesmente deitou para ela simplesmente por ser a irmã mais nova que todo mundo quer cuidar…

… E em “Coin” a gente vê a mesma coisa. IU canta que é ousada, faz as jogadas dela e é audaciosa, arriscando tudo que tem e ganhando muito dinheiro mesmo com suas piores cartas, sendo facilmente ligada a sua carreira e em como ela consegue hitar até mesmo com seus piores singles. A competição fica cada vez mais selvagem, mas IU ainda é mais esperta e consegue vencer sem maiores problemas, com os charts desse comeback (E de todos os lançamentos dela desde 2010) sendo a prova disso.

Como música, “Coin” transmite toda essa energia mais atrevida e espertinha da IU em um jazz funky mais safadinho e familiar não só com a cantora como com o K-pop em si. Você já deve ter escutado algo como “Coin” antes e tá tudo bem, isso não deixa a música menos ótima. É uma faixa dançante, tem uns ganchos ótimos e até umas surpresinhas como o “rap” da IU na segunda leva de versos (Na verdade ela só fala rápido algumas coisinhas mas qual é, a fanbase leva a sério “raps” bem piores por aí, vamos deixar a IU surrar o Projota também). O refrão poderia ser mais do que esses “I can’t die I’m all in”? Sim, mas também não incomoda e não é um drop Teddyzesco sendo jogado na nossa cara, então tá valendo.

No vídeo temos IU se divertindo e ganhando rios de dinheiro em um Kasino, sendo a fodona do local e a mestre das apostas… Até que um tiozão chega e mostra que é mais fodão que ela, fazendo a cantora perder tudo. Não dá para contar com a sorte sempre, etc etc. “Coin” é o máximo que vamos ver da IU “boss bitch” e dessa postura de manda chuva dela, e eu acho divertido pois eu não compro essa ideia e sempre parece que ela não faz a mínima ideia de como ter uma postura mais dominante. Tipo, ela ficou muito bem quando aparece se vestindo que nem o meu vô indo para a igreja, pois parece algo que a cantora já é mais acostumada a usar…

… Mas quando ela aparece em figurinos mais poderosos, ela fica meio engolida (Até quando ela bota só um terninho por cima ela fica parecendo mais uma estagiária desajeitada do que uma CEO). Eu vejo isso mais como um charme do que uma falha em si, mas acho que compraria melhor essa imagem de IU fodona se tivesse uma Gain se esfregando em cima dela. De qualquer forma é um MV que combina muito bem com a música e dá todo um espetáculo visual para o single, não tenho do que reclamar aqui.

Gain, mulher… Por onde tu anda??

“Lilac” segue sendo a minha música favorita do comeback da IU, mas “Coin” não fica atrás. É um single muito bom, com uma batida muito legal e um ritmo contagiante, e a IU sustenta bem essa faixa mais intensa e com mais atitude que o habitual na vida dela. IU foi esperta escolhendo os dois singles desse retorno, e com certeza vai lucrar muito com essa aposta.

%d blogueiros gostam disto: