Assim como “Vanilla”, falta um sabor mais forte nesse debut do LIGHTSUM

Sendo o terceiro girlgroup vivo (Em teoria) da Cube, LIGHTSUM debutou hoje com seu 1º single “Vanilla” (Que poderia ser single digital mas a Cube resolveu queimar CD para uma música e lançar uma versão física). Eu não acompanhei esse hype pré-debut delas além do fato da Chowon que não entrou no IZ*ONE por fraude na votação estar nesse grupo (Junto com outras ex-Produce 48 menos relevantes), mas vi que um pessoal esperava um revival aegyo vindo delas e acabou sendo supreendido por esse debut, mesmo que “Vanilla” não seja a coisa mais inspirada do mundo:

É comum a Cube nunca criar um grupo e ir catando referências qye estão em alta no K-pop e criando, de certa forma, “rivalidades”. O 4minute meio que debutou como uma concorrência ao 2NE1 e deu certo, O (G)I-DLE meio que debutou como uma concorrência ao BLACKPINK e deu certo, CLC debutou sem ninguém para “rivalizar” e deu errado. Aqui temos o LIGHTSUM fazendo o popzinho teen crush mais divertido e colorido que deu certo para grupos como Weeekly e, atualmente, o STAYC. Não chega a ser aegyo, mas é fofinho de ouvir e assistir.

O ponto é que “Vanilla” não passa muito disso. Na verdade essa música parece que já foi trabalhada, retrabalhada e remixada por diversos girlgroups de 3º escalão ao longo do K-pop (Isso, inclusive, poderia ser uma música do CLC no início de carreira), e não tem nada no LIGHTSUM que me faça lembrar delas assim que acaba a música. Os vocais docinhos estão ali, o refrão chiclete estão ali, o break pós-refrão está ali, as batidinhas dos versos batem presença… É tudo bem feitinho, mas nada é exatamente forte. Talvez isso seja parte do conceito, afinal “Vanilla” não é um sabor muito memorável e a Cube tentou dar uma música tão imemorável quanto, mas duvido que essa seja a intenção de um debut.

A Cube costuma melhorar seu jogo para os grupos depois do debut, então acho que vale a pena dar uma chance para o LIGHTSUM. O grupo tem potencial, as integrantes tem um carisma e “Vanilla” é uma faixa boa (E é meio que o que vem bombando nesses girlgroups novos da geração do TikTok, então vai que dá certo para elas também?!), só não é uma faixa que eu faço questão de ouvir de novo. LIGHTSUM é um grupo que tem muito potencial, mas esse debut ficou devendo uma personalidade mais forte que a Cube deve construir com o tempo… Ou não. Quem sabe no 1º comeback as coisas fiquem mais memoráveis.

5 comentários em “Assim como “Vanilla”, falta um sabor mais forte nesse debut do LIGHTSUM”

  1. É bem sem graça mesmo, mas me lembro que Pepe e nenê do CLC no debut foi mais interessante do que isso aí.
    Sem falar que esse cenário parece reaproveitado de outro grupo que me fugiu a memória. Mas quando vi já imaginava, pegaram e vão surfar na onda do StayC_ a diferença que ainda acho as meninas mais simpaticas e memoráveis_
    PS. Se elas tivessem feito um negocio meninas superpoderosas igual a logo do nome do grupo ficasse mais criativo?

    Curtir

Os comentários estão encerrados.