Billlie tenta ser um grupo do povo com “GingaMingaYo (the strange world)… E só falta o povo ouvir

Não me entendam mal, ainda aclamo o debut do Billlie como se “Ring x Ring” fosse um dos melhores debuts da 4ª geração do K-pop (E é mesmo), mas tanto essa quanto “snowy night” não foram músicas aclamadas pelas massas e colocaram o Billlie como um rookie a se prestar atenção. Então, para o novo comeback do grupo com “GingaMingaYo (the strange world)”, elas resolveram farofar tudo para ver se o povo olhava para elas:

“GingaMingaYo” é uma música bem mais fácil de gostar. Quer dizer, é um farofão pop, e quem não gosta de um farofão pop né?! Lembra o início de carreira do ITZY, umas farofinhas mais pop do Red Velvet e por aí. Uns wob wob ali, um batidão aqui, um pagodão bop bop acolá, e tá pronta a demo para as massas. “GingaMingaYo” é um farofão mais familiar, que você já está acostumado a ouvir e tudo mais, e é um caminho mais seguro para um rookie de fundo de garagem investir. Apesar de achar o refrão meio morto eu gosto dos “GingaMingaYo” (Mesmo não fazendo o menor sentido na música) e acho a música em si simpática, para cantar e dançar junto.

O problema de “GingaMingaYo” comigo não está na música em si, mas pelo fato da música ser… fácil demais. Amo a estranheza e o desconforto do debut, que não deixa o ritmo cair em nenhum momento e é poderoso em todas as suas nuances, mas “GingaMingaYo” perde tudo isso para ser aquele pop 101 de girlgroup que você curte por uns dias e fica por isso mesmo. Claro que eu simpatizo muito com as meninas e essa música ainda vai crescer comigo, mas “Ring x Ring” era especial justamente por ter uma ousadia em tirar as meninas do lugar comum e dar certo. “GingaMingaYo” é uma faixa mais confortável e, ao mesmo tempo que permite com que o Billlie atinja um público maior, não causa aquele impacto com aqueles que já gostaram do debut.

Acredito que o Billlie é um girlgroup muito promissor, seja saindo da zona de conforto em coisas mais fora da zona de conforto e, huh, “””alternativas””” como “Ring x Ring” ou em farofões de K-pop mais prontos para geral farofar como “GingaMingaYo”. É mais fácil gostar de “GingaMingaYo” porque elas entregam aquilo que todo kpopper quer (Um pop chiclete que só o K-pop sabe fazer), mas espero que a Mystic Story use isso como uma forma de trabalhar alguma dualidade sonora do grupo e não seja um sinal de que elas vão atirar para todo lado até achar alguma coisa que alguém compre. Na pior das hipóteses o Billlie tem potencial para ser, pelo menos, um girlgroup nugu interessante para a blogosfera aclamar, e espero que “Ginga MingaYo” seja um primeiro passo para isso.


Hidden gem: overlap (1/1)

Outra música que imagino o Red Velvet lançando, mas da melhor forma possível. “overlap (1/1)” traz aquela sensação de que estou ouvindo um pop conceitual sem deixar de ser um pop de girlgroup. É diferente, é fantasioso, é envolvente, é um daqueles sons que te encantam na primeira ouvida. Na medida do possível “overlap” brinca com o ouvinte, começando mais simples e servindo vocais e se desenvolvendo com mais sintetizadores que deixam a coisa toda mais lúdica e divertida. Que os álbuns do Billlie sigam essa linha, pois sairão muitas músicas tão icônicas como essa aqui.


Siga o Pop Asiático.jpg no twitter e ajude blogueiras periféricas que apoiam girlgroups periféricos a alcançar o topo dos charts da internet: @popasiaticojpg

4 comentários sobre “Billlie tenta ser um grupo do povo com “GingaMingaYo (the strange world)… E só falta o povo ouvir

  1. Um milhão de vezes mais interessante que aquela porcaria que o nmixx lançou. To comparando os dois por ambos serem rookies e terem uma “lore” contada nos vídeos/musicas, mas o billlie consegue ser muito mais interessante e ter músicas melhores mesmo não tendo o mesmo investimento.

  2. Faço das suas palavras as minhas. É uma farofinha 101, e tal, mas não queria que elas apontassem sempre nisso. Podem falar, mas também curti RingxRing e até hoje escuto.
    A música aí que tu deixou pra ouvir também é boa. As meninas tem potencial, acreditando que eles não vá para o caminho escuro.

  3. Como são um grupo rookie e não terem chamado atenção da galera com RING X RING, por isso apostaram num farofão bem simples mesmo. Mas cá entre nós essas meninas dançam muito, mds… espero que o grupo chame a atenção das pessoas!

Os comentários estão desativados.