RECAP — Performances do Queendom 2 – Unit Round

Antes do Round 3 do Queendom 2, onde os girlgroups e a Hyolyn fazem performances de escolhas dos fãs, temos a tradicional rodada de units vocais e de dança. Nessa fase do programa, 2 girlgroups se juntam e montam uma unit especial para cantar um baladão vocal e uma unit especial para ferver na dança, e agora que elas foram televisionadas está na hora de comentar quem mandou bem e quem flopou nessa rodada bônus do programa:

Sun and Moon (Kim Lip, Chuu, Jinsoul e Haseul do Loona + Seo Young Eun e Kim Chae Hyun do Kep1er) – “Don’t Go” (EXO)

É a performance que mais chama atenção? Não, mas aqueles 3 minutos são tão reconfortantes e tão gostosos que não dá para pensar que essa apresentação ficou adorável. Os vocais doces das meninas transformaram essa balada fofa de boygroup em uma balada fofa de girlgroup, com toda aquela doçura e sensibilidade que encanta de assistir. O combo de meninas inocentes no vestidinho branco é sempre bem eficiente, e visualmente você fica focado nas meninas. Não é uma performance que me emociona do jeito que elas queriam que me emocionassem, mas elas dariam um belo coral de igreja cantando um louvor. Uma boa apresentação.

Universe in Eunha (Yeonjung e Soobin do WJSN + Eunha do VIVIZ) – “Hold My Hand” (IU)

De todos os baladões da IU que esse trio poderia escolher, achei “Hold My Hand” um acerto. Não que um baladão com leves pitadas de rock seja a escolha mais ousada da história, mas convenhamos que elas poderiam ter escolhido algo bem mais sem graça do catálogo da IU né. Enfim, o que mais gostei dessa performance é que ela se destaca por ser cheia de cor e com movimento. É uma performance linda e única tanto pelos visuais quanto pelas meninas caminhando e usando o palco ao seu favor ao invés de ficarem paradas numa plataforma. Vocalmente é uma performance emocionante, com elas subindo o tom nos momentos certos e gerando uma performance de nuances muito interessante. Elas foram ótimas em tudo que se propuseram a fazer, e eu não tenho do que reclamar aqui.

33 (Hyolyn e Minyoung do Brave Girls) – “To My Youth” (BOL4)

O jogo de luzes fez a performance mais simples ter alguma ação, o que eu curti muito, PORÉM não curti os versos da Minyoung pois eles parecem fortes demais para uma música que não precisa de tudo isso. A Minyoung é uma ótima vocalista, mas o tom que ela impôs simplesmente não encaixou na faixa, e isso fica ainda mais evidente quando comparamos com as partes da Hyolyn que parecem respeitar melhor o limite do instrumental. Em um instrumental rock mais intenso a Minyoung serviria horrores, mas aqui ela parece meio fora da faixa. A sintonia das duas disputando berros no final foi maravilhosa, e acho que no fim foi uma boa apresentação. A Hyolyn e a Minyoung tinham potencial para mais, entretanto.

KEVIZ (Xiaoting, Hikaru e Kim Da Yeon do Kep1er + Umji, SinB Kep1er do VIVIZ) – “Purr”

… Básico. Dá pra ver que a Xiaoting é a mais dançarina daí e a Hikaru é a mais determinada em entregar carão, e aprecio a primeira vez na vida que as meninas do VIVIZ botaram um figurino de garotas legais para rebolar num batidão trap, mas não tem nada muito diferente que qualquer girlcrush da vida entrega a cada 15 dias no K-pop, o que para mim não é bom pois a ideia dessas units é justamente entregar um charme único em uma combinação inusitada. Fora que elas parecem presas no centro do palco e isso limita muito o que a gente poderia ver elas fazendo. Talvez seja a saturação do conceito no K-pop que tenha deixado tudo mais previsível para o lado delas, ou então essa performance que foi fraquinha mesmo e quando termina eu não faço ideia de mencionar um momento memorável que assisti nesses 3 minutos.

Ex-it (Hyolyn + WJSN’s Eunseo, Yeoreum) – “KA-BOOM”

Como performance isso aqui está muito bom, agora como performance de DANÇA… As gatas passaram metade da apresentação pulando e andando pra lá e pra cá enquanto quem dançava de verdade eram os dançarinos de fundo né. Aí acontece tanta coisa na performance que você até perde as meninas no meio de tanta alegoria e gays se contorcendo no palco, e o que fica para avaliar são as gatas servindo no refrão. Repetindo: É uma performance MUITO boa, serviu entretenimento e eu assistiria isso por horas como a minha performance favorita da noite, só não sei se elas ali no palco cumprem os requisitos de uma performance de dança ou se os dançarinos e elementos no palco engolem a presença delas, e olha que para engolir a presença da Hyolyn no palco é preciso muita coisa hein.

Queen-I-Na (Eunji do Brave Girls + Heejin, Yves, Choerry e Olivia Hye do Loona) – “Tam-I-Na”

Pontos para as meninas indo por um caminho diferente das outras units, só por irem de um conceito sexy ao invés de um tuts tuts de atitude já fizeram a performance mais memorável da noite. Pontos também para a Eunji mostrando toda a sua elasticidade e coreografia como se estivesse dublando pela vida contra Laganja Estranja em RuPaul’s Drag Race ao invés das dancinhas de comadre do Brave Girls, foi realmente muito legal de assistir. As meninas do Loona também fizeram bonito, e a performance ficou sedutora e atrativa. As partes do refrão são icônicas, e as partes mais lentas e sensuais são o ponto alto dessa performance. Diria que é o grande momento do Brave Girls na competição, com a Eunji mostrando que é icônica e uma gema a ser explorada na dança e carregando a performance para o topo.

6 comentários sobre “RECAP — Performances do Queendom 2 – Unit Round

  1. Ainda não sei se achei boa ideia a Mnet ter mudado a estrutura dessa rodada em relação ao Queendom 1 (onde cada grupo só podia mandar UMA representante pra cada unit, e a dance unit era no esquema “cada uma por si” em vez de formar parcerias)…

    Enfim, o interessante é que eu esperava ficar entediado com as vocal units e entretido com as dance units… e aconteceu exatamente o contrário. Achei todas as vocal units ótimas, enquanto nenhuma dance unit me impressionou (as coreografias pareciam estranhamente melhores nos ensaios que nas performances propriamente ditas).

    No fim, achei o ranking das vocal units justo, e o primeiro lugar das dance units também (mas a Hyolyn e o WJSN ficarem na frente do Kep1er e do Viviz quando elas só ficaram andando e pulando no palco me parece injusto). Também é legal que isso deu uma chacoalhada necessária na competição, com as Brave Girls subindo e a Hyolyn perdendo o primeiro lugar nas duas units (mesmo essa rodada fazendo pouca diferença na pontuação final).

    E quem diria que a Eunji passaria de último lugar na dance unit do Queendom 1 pro primeiro lugar na dance unit do Queendom 2, não é mesmo?

  2. Pontos também para a Eunji mostrando toda a sua elasticidade e coreografia como se estivesse dublando pela vida contra Laganja Estranja em RuPaul’s Drag Race…… mas ela ta dublando pela voda dela e do grupo dela!!!!.

    As units de vocais para mim todas foram ótimas, as dr dança nem tanto.

    Purr foi tao esquecivel e rápida, para mim elas só estavam reproduzindo coreografia. Qualquer trainne com 3 meses de treino poderia executar aquilo.

    A segunda la, me incomodou a quantidade de bailarinos no palco, não conseguir prestar atenção nas 3 famosas, até pq tem uma do cosmic girl que e bem esquecivel.

    Mas em tell me now…..cara… primeiro, duvido que as outras units seria capaz de fazer o mesmo. Incrível como parecia natural, um sex sem ser apelativo…todas estavam maravilhosas. Todas brilharam de forma individual e como um grupo, um acontecimento e merecido!

  3. Na parte vocal fiquei ok com o rank e muito feliz de bravegirls estarem subindo, mas se o teaser que a mnet passou for real, elas vão rodar jaja. Torcendo para ser só sensacionalismo.

    Acho que Hyolyn que pediu um tom alto pra minyoung. No programa não tem uma hora que a hyolyn mesmo fala “isso não é alto o bastante” ? kkkkk. Eu fiquei feliz por ela ter conseguido confiança e berrar no final da apresentação.

    Só tell me now foi interessante nas units de dança, as outras duas pareciam a mesma música com uma coreografia semelhante. Amei a ironia de que a música menos favorita foi a que fez as meninas ficarem em primeiro lugar e provou que há lugar para o sexy concept voltar no kpop.

    • Conhecendo a fama da Mnet, acho que o teaser deve ser pra enganar. Pode ser que o choro das Brave Girls tenha sido de alívio (por terem escapado da eliminação) ou de felicidade caso elas tenham ficado entre as primeiras colocadas (se bem que li que a plateia ficou bem morna com a performance delas, então não sei se é muito provável elas conseguirem o pódio)… ou pode ser que o choro tenha sido ANTES do ranking ser revelado, caso a Taeyeon tenha relembrado elas que elas seriam eliminadas se ficassem em último.

      Enfim, como só elas apareceram chorando, acho que dá pra presumir que o Loona está salvo mesmo se ficar em último (havia uma certa dúvida se a eliminação era caso o grupo ficasse em último por dois rounds CONSECUTIVOS ou dois rounds EM GERAL); se houvesse o risco, provavelmente a Mnet ia botar elas chorando no teaser, também. Quer dizer, a menos que elas não tenham chorado mesmo se forem eliminadas (já passaram a competição inteira em último no ranking geral pela pontuação zerada no round 1, mesmo pontuando bem no round 2 e na média das units…). Sei lá.

  4. Minhas opiniões sobre as apresentações:

    VOCAL
    – Loona e Kepler: As Klebinhas pra mim somem, não sinto presença delas. Faltou a Chuu gritar mais, tem gogó pra isso mulher, usa. Mas no geral a apresentação foi bonita.
    – Viviz e WJSN: a voz da Yeonjung é tudo, queria a gata lançando uns solos (sem ser baladão), achei a Eunha meio apagada, parece q na época de Gfriend a gata colocava mais a voz pra jogo. Enfim, mandaram muito bem.
    – Hyolyn e Brave Girls: achei tuuudo, as gatas tem potência pra cantar, Hyolycita domina o palco como sempre

    DANÇA
    – Viviz e Kepler: amei a música, a dança não foi nada de tão diferente mas destaco o pulinho na hora que tem o miado, adorei. Xiaoting e Hikaru carregam o grupo delas nas costas né, as únicas que tem carisma e presença no Kepler.
    – Hyolyn e WJSN: tive a mesma opinião, gostei bastante da apresentação, mas senti falta da dança msm.
    – Loona e Brave Girls: macetaram, fizeram algo fora do habitual e foi perfeito do começo ao fim. Eunji e Yves, meu deus que presença.

    Daqui pra frente só vou esperar as presepadas da MNET.
    Vão começar a arrastar as kebler logo com uns pontos meio por baixo dos panos, certeza que não vão deixar as crias deles ficarem na lanterna.
    Acho que a Starship ta molhando a mão dos produtores pra dar uns pontinhos pras meninas cósmicas.

  5. “Xiaoting e Hikaru carregam o grupo delas nas costas né, as únicas que tem carisma e presença no Kepler”

    Pois é! E aí a gente lembra que o público da Mnet quase eliminou a Xiaoting na final, e botou a Hikaru atrás da Barril e de umas três ou quatro integrantes que a gente nem lembra que estão no grupo…

    A Mnet deve se arrepender até hoje de não ter feito igual o JYP no Sixteen (com a manipulação icônica pra enfiar a Momo no TWICE) e manipulado pra colocar as maravilhosas gêmeas Liang no Kep1er. Imaginem o entretenimento que as duas iam gerar no Queendom 2 (e de quebra iam entregar CARISMA no palco).

Deixe uma resposta