Review Retrô: Quando o KARA botou todo mundo para fazer o passinho com “STEP”

2011 foi um ano onde surgiram muitos clássicos do K-pop. Uns que eu amo, outros que eu odeio, mas quase todo mundo ali lançou singles emblemáticos que moldaram o caráter e a personalidade de muitos gays no twitter e em outros ambientes sociais dentro e fora da internet. Um desses casos é “STEP”, do KARA, que não tem a iconicidade de “Mister” mas é uma daquelas músicas que acredito que toda véia de guerra da 2ª geração que ouve pensa “Ei, isso aqui que é K-POP”:

Tem alguns motivos para “STEP” ser tão lembrada. 2011 o KARA vivia o seu auge como grupo popular na Coreia e grupo EXTREMAMENTE popular no Japão, sendo o grande nome feminino da onda hallyu no país naquele momento. O 1º álbum japonês tinha vendido mais de 400 mil cópias e o fenômeno KARA seria ainda maior no país com o absoluto sucesso de “Jet Coaster Love” e “Go Go Summer”, e “STEP” marcava o retorno do grupo a Coreia depois de uma passagem tão bem sucedida no Japão. 2011 também foi o auge dos grupos da segunda geração com muitas canções assinatura saindo do forno de diversos artistas por lá, sendo lembradas com carinho até hoje tanto pelos coreanos quanto pelos kpoppers internacionais que viveram essa época, e também tem o fato de ser um single de full album, o que aumentava ainda mais a expectativa dessa música. Mas, acima de tudo, “STEP” é memorável porque é uma música muito boa.

O legal de “STEP” é que essa é uma música dance que quer que você, simplesmente, dance. Na prática, “STEP” não foge muito da fórmula Sweetune de fazer farofões intensos e que o KARA já lançou muito também, mas se em 2010 o KARA foi para uma linha mais dramática e monocromática com “Lupin” e “Jumping”, com “STEP” tudo viraria de ponta cabeça e elas serviriam um single colorido, cheio de luzes piscando, sorrisos para todo lado e muita energia para fazer o passinho. Você sabe fazer o passinho? Então não fique triste, se anime e dance com as meninas do KARA.

STEP não tenta ter uma mensagem emblemática, só segue o embalo do eletropop de fazer músicas que simplesmente querem que você dance e sinta a batida atingir seu coração. Tudo na música é feito para manter a energia lá no alto (Inclusive na bridge que desacelera um pouquinho para você tomar um fôlego, pois ela se torna uma introdução perfeita para o refrão final que é glorioso). É tudo adorável e impactante ao mesmo tempo, cada segundo não te deixa parar e “STEP” dá uma adrenalina espetacular de ouvir, e no final você sai totalmente babado com tamanha surra de qualidade e felicidade que essa música libera. “STEP” é uma música que realmente faz você dizer “UAU” no momento que ela termina, sendo o grande auge da parceria KARA e Sweetune.

“STEP” é um daqueles casos curiosos em que a música não tem aquele status de #1 (Na época do lançamento a música foi barrada por “Don’t Say Goodbye” do Davichi) mas é muito mais memorável do que muitos #1 do K-pop porque, bem, essa É uma das melhores músicas do K-pop. Não costumo falar de views ou coisa do tipo para defender qualidade da música, mas 116 milhões de visualizações para um girlgroup de 2011 que não é o SNSD ou o 2NE1 é MUITA coisa e prova que “STEP” virou um clássico das playlists de K-pop e da 2ª geração da indústria.

2 comentários sobre “Review Retrô: Quando o KARA botou todo mundo para fazer o passinho com “STEP”

    • Estou amando o seu blog!! Amo a 2° geração e queria saber mais sobre as histórias de alguns grupos. Vc poderia fazer um POST sobre a história do KARA??

Deixe uma resposta