Yuqi ((G)I-DLE) aleatoriamente salva o rock com seu debut solo “A Page”

Aleatoriamente a Cube resolveu dar um solo novo para a Yuqi do (G)I-DLE chamado “A Page”, e eu não levei muita fé nisso pois um debut avulso desses no K-pop só poderia significar música meia boca vindo aí, certo?! ERRADO, pois “Giant” acabou salvando o rock sem nenhuma pretensão:

Sinceramente, eu não sabia que precisava da Yuqi cantando um rockzão desses até a Yuqi lançar um rockzão desses. “Giant” me lembra muito os números pop/rock chineses que aleatoriamente aparecem nos meus recomendados do YouTube, com vocais fortes e expressivos acompanhando todo o drama e energia do instrumental, resultando em uma faixa emocionante. Um número desses na China parece mais comum, mas no contexto do K-pop “Giant” soa como algo totalmente novo. É sério, eu não esperava ficar tão impressionado com essa música.

A Yuqi cantando sozinha e em inglês entregou um vocal diferente (E, particulamente, melhor) do que o que ela costuma fazer no (G)I-DLE sendo mais agressivo e impactante, e quando ela manda os versos finais eu fico arrepiado ouvindo. A Yuqi queria entregar uma música memorável com “Giant”, e ela conseguiu fazer uma música memorável. E essa animação mais minimalista que é o MV amplia todos os sentimentos que a música deixa, trazendo a experiência completa e te deixando ir tão fundo quanto a Yuqi quer ir com esse lançamento.

“Bonnie & Clyde” (Que está sendo promovida como title pela Cube, por isso não aparece como “hidden gem” aqui nesse post) segue o mesmo som pop/rock, mas aqui ela deixa a atmosfera intimista de lado e aposta em algo com mais atitude e poder, puxando aquela adrenalina que esses números pop/rock costumam trazer. “Bonnie & Clyde” brilha muito no primeiro refrão, onde os versos mais contidos que “cozinham” a música dão lugar a uma ótima guitarra e vocais incríveis, onde Yuqi mostra que é uma grande cantora. Tudo nessa música é bem claro e eu acompanho toda a história e emoção que ela traz nesse single com gosto, não querendo que acabe. Por enquanto estou contra a minha bolha e acho “Giant” melhor, mas “Bonnie & Clyde” é outro grande número para esse debut.

Eu não entendi o que (Ou SE) a Cube quer alguma coisa com esse debut da Yuqi, mas eu vi muito potencial para uma carreira na China com esse single. As duas músicas (Principalmente “Giant”) são ótimas e mostram que a Yuqi é uma incrível vocalista e tem uma voz que combina muito com esses instrumentais rockish, além dela poder explorar um tipo de som (E até um tipo de vocal) que ela não costuma explorar no (G)I-DLE. “A Page” surgiu sem nenhuma pretensão, mas agora eu quero MAIS dessa menina que se mostrou gigante.

15 comentários em “Yuqi ((G)I-DLE) aleatoriamente salva o rock com seu debut solo “A Page””

  1. ela é uma compositora e tanto pq as duas musicas sao dela, acredito q ela deveria dar uma title pro (g)-dile pra dar ferias pra so
    yeon

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que delícia, sério, que vocal. A Yuqi entregou tudo que eu espero desde que ouvi a voz dela em Latata, algo poderoso. Espero que a Cube dê um caminho para a carreira solo dela e ela possa mostrar mais do seu vozeirão.

    Curtir

  3. A Yuqi tem um dos vocais (senão O VOCAL) mais memoráveis da geração mais recente do k-pop. Desde o debut do (G)-Idle eu chego a sentir um arrepio muito gostoso ao ouvir esse tom mais rouco dela nas músicas. E eu acho incrível que ela tenha iniciado a carreira solo usando da principal ferramenta dela pra se tornar lendária. As duas músicas são uma delícia de ouvir, espero que ela receba mais investimento da Cube.

    Curtir

  4. Entregou tudo sem prometer, lenda mesmo. Eu não me importo muito com a discografia do (G)I-DLE, mas eu acho a Shuhua lindíssima e acabo acompanhando o grupo por consequência. A foreign line do grupo é simplesmente incrível demais, se o grupo acabar acho que elas já têm uma carreira garantida e a Yuqi acabou de provar isso com esse debut. Se ela promovesse na China seria mais incrível ainda. Pelo que andei vendo, parece que a Minnie vai vir aí em breve também, a empresa que gerencia ela na Tailândia tá lançando uns spoilers, bom ficar de olho também.

    Curtido por 1 pessoa

    1. desde sempre achei o vocal dela uma coisa espetacular, muito único, e esse solo veio pra provar isso. nas músicas horrendas q a soyeon faz pro (g)i-dle mal da pra aproveitar esse vozeirão da yuqi… fico feliz q ela conseguiu mostrar isso.
      queria q acontecesse o mesmo com a lia do itzy, q tem um vocal belíssimo e um timbre diferente do q a gente é acostumado no kpop, mas nas músicas do itzy fica muito ruim. uma pena q depois do trauma com miss a é meio impossível q a jyp promova alguém solo 😦

      Curtir

  5. Muito boas as duas músicas. Sempre adorei o vocal dela, a voz dela é mais grossa que a média do kpop, um grande diferencial.

    Curtir

  6. Caramba, que músicas boas! Eu não sou tão chegada no grupo dela, mas me surpreendi com seu vocal! Diferente do que a gente costuma ouvir por aí, que acerto hein! E ainda mais com essa pegada de rock, algo que pedia tanto em grupos e solistas.

    Curtir

Os comentários estão desativados.