PLAYLIST: Best Of 201x #1

Acho que alguns de vocês devem ter dormido uma noite dessas e pensado com muito carinho: “Nossa, quais músicas o Dougie deve considerar as melhores da década? Bem que ele podia fazer uma lista safadíssima com as músicas que ele mais curtiu no específico período entre 2010 e 2019 no pop asiático né?”. Se você não pensou nisso, prepare-se para algo que você não pediu: A primeira parte de um best of com o melhor que os anos 2010 serviram na minha playlist.

Para entrar nessa lista tem que seguir umas regras simples:

  • Ser um lançamento entre 2010 e 2019;
  • Estar no Spotify, para preencher a maravilhosa playlist abaixo;
  • Não ser “Bang Bang Bang” do BIGBANG, afinal é uma lista de melhores e não piores músicas da década.

A ideia é encher a playlist com + de 200 músicas (Ou o limite que o Spotify tem para uma playlist, se existir), mas claro que não vou postar tudo isso isso de uma vez né. Então, nesse post, vocês vão conhecer as 20 primeiras selecionadas para integrar essa maravilhosa lista baseada unicamente no gosto pessoal. Are you ready for this?!

Continuar lendo PLAYLIST: Best Of 201x #1

Yezi é mais uma “rapper que vira cantora” no K-pop com “My Gravity”

Yay, Yezi está de volta. Quase 2 anos depois do fim do FIESTAR (Um daqueles grupos que tinham muito potencial e músicas bem legais mas que simplesmente não era pra acontecer no K-pop) Yezi tinha dado uma sumida sem gravadora pra retomar com a carreira solo que ela começou depois do Unpretty Rapstar 2 (No qual ela se destacou como ótima rapper e seu “Crazy Dog” icônico mas a MNET estava dedicada em fazer a nova Yoon Mirae acontecer naquela edição). Mas 2020 chego, ela assinou com a JG Star e logo lançou um novo single chamado “My Gravity”, marcando o retorno da cachorra louca pro jogo, certo? Bem, não exatamente:

Continuar lendo Yezi é mais uma “rapper que vira cantora” no K-pop com “My Gravity”

Jessica divulga trecho de “Shine”, livro que conta a história de Rachel Kim em um grupo de “nove garotas incrivelmente bonitas”

Ei, vocês estão lembrados de que a Jessica vai debutar como escritora e lançar um livro chamado “Shine”? Pois então, esse livro ganhou vida para o público hoje com um trecho sendo divulgado de forma exclusiva para o site Entertainment Weekly, contando um pouco da história de Rachel Kim, uma jovem coreana-americana trabalhando rumo ao estrelato em uma das maiores gravadoras de K-pop com um grupo de 9 lindas garotas. That froot looks familiar? Vamos ler esse trecho exclusivo:

Cabeça pra cima, pernas cruzadas. Barriga pra dentro, ombros pra trás. Sorria como se o mundo fosse o seu melhor amigo. Eu repito esse mantra enquanto a câmera passa pelo meu rosto. Os cantos dos meus lábios mostram um perfeito, com brilho rosa e doce sorriso que diz: “Você não quer me contar todos os seus segredos?”

Mas provavelmente você não poderia. Sabe como dizem que três podem manter um segredo se dois estiverem mortos? Bem, isso não poderia ser mais verdadeiro no meu mundo, onde todos estão te assistindo e seus segredos podem atualmente te matar. Ou, ao menos, podem matar a sua chance de brilhar.

Continuar lendo Jessica divulga trecho de “Shine”, livro que conta a história de Rachel Kim em um grupo de “nove garotas incrivelmente bonitas”

Review Retrô: SNSD e o maior caso de fingimento coletivo da fanbase com “The Boys” (2011)

Todo blog de música que se preze sempre tem um quadro dedicado a fazer review de música velha, seja para preencher dias que não tem pauta ou quando a pauta do dia simplesmente não vale a pena. E hoje é o dia em que começo a mexer em tralha velha das discografias de Asian Pop e faço reviews retrô de grandes clássicos da música asiática. Aí eu pensei: “É bom eu começar com alguma opinião bem polêmica de K-pop pra dar aquele pontapé inicial e me empolgar com o quadro né”, e acho que não tenho uma opinião tão controversa em cima de um single de K-pop como eu tenho com “The Boys”, single do SNSD lançado em 2011 e que eu acho uma bela chatice:

Continuar lendo Review Retrô: SNSD e o maior caso de fingimento coletivo da fanbase com “The Boys” (2011)

BTS subiu no palco do Grammy para participar da performance de “Old Town Road” do Lil Nas X

Se ontem você estava ocupado demais assistindo o Jogo dos Pontinhos do Silvio Santos ou então ligadinho em quais blogueiros estariam no paredão dessa semana do Big Brother Brasil, talvez não esteja sabendo que rolou o Grammy 2020. E isso seria só mais um evento ocidental para nós, cadelinhas de pop asiático, se não tivesse rolado algo incrível e grandioso que, até alguns anos atrás, ninguém nem imaginaria acontecer com um ato de K-pop: A Ailee marcou presença na premiação.

Ah, sim, e o BTS subiu no palco do Grammy para fazer parte da apresentação de “Old Town Road”, do rapper Lil Nas X:

Continuar lendo BTS subiu no palco do Grammy para participar da performance de “Old Town Road” do Lil Nas X

Pesquisas.jpg: Quais grupos poderiam ressuscitar? E quais grupos poderiam anunciar o disband?

Há duas semanas eu postei ali na aba lateral do blog para começar uma nova série de posts por aqui, “Pesquisas.jpg”. Nela eu faço perguntas simples e formulários curtos para vocês responderem e mostrar o gosto popular que vocês tem para diversos assuntos do pop asiático num geral (Obvio que uma maioria esmagadora vai acabar dando respostas de K-pop mas enfim né). Tudo aqui é por puro entretenimento em ver quais são as preferências de vocês e dar aqueles pitacos inofensivos para render o post, e nessa primeira pesquisa eu perguntei quais grupos mortos vocês queriam a ressureição (E quais grupos ainda vivos vocês desejam loucamente um disband), e os leitores desse pequeno blog me deram os seguintes resultados:

QUAIS GRUPOS QUE JÁ MORRERAM PODERIAM RESSUSCITAR? — DESTAQUES

Wonder Girls

Continuar lendo Pesquisas.jpg: Quais grupos poderiam ressuscitar? E quais grupos poderiam anunciar o disband?

LAYSHA segue servindo entretenimento saudável para toda a família com “Freedom”

Já tem mais de um mês que o LAYSHA voltou pro Kpop com o single especial “Freedom” em parceria com a fashion brand Guess, mas por motivos bem compreensíveis para a nação kpoppeira (aka todo mundo tinha achado que elas tinham morrido) esse grandioso comeback acabou passando batido por quase todo mundo. Mas nunca é tarde para requentar pauta velha por conta desse marasmo que o K-pop se encontra e também divulgar um single tão injustiçado e que deveria impactar todos os públicos, então cá estamos com essa missão de aclamar as lendas da resistência nugu:

Continuar lendo LAYSHA segue servindo entretenimento saudável para toda a família com “Freedom”

Morning Musume começa seus trabalhos em 2020 com um Triple A-Side bem mais ou menos

Enquanto vários girlgroups estão implodindo num curto espaço de tempo no Japão (Inclusive no Hello Project, onde já mataram o Country Girls e o Kobushi Factory e as 3 véias de guerra que tinham sobrado no ANGERME bateram perna em 2019), Morning Musume ’20 (Que é horrivelmente pronunciado “TWO ZERO”) lançou essa semana seu 68º single “KOKORO & KARADA / LOVEpedia / Ningen Kankei No way way”, sendo esse o primeiro Triple A-Side do grupo desde 2017 e o primeiro single da 15ª geração de integrantes do Momusu. Isso não quer dizer muita coisa no fim do dia já que os 3 singles são bem mais ou menos:

Continuar lendo Morning Musume começa seus trabalhos em 2020 com um Triple A-Side bem mais ou menos

E-Girls começa a se despedir do J-pop com “Bessekai”

Como já foi dito nesse blog, E-Girls vai encerrar as suas atividades como grupo em 2020, com o Happiness sobrevivendo com o gerenciamento global da 88rising e as que não fazem parte do grupo trabalhando em seus projetos individualmente (aka o debut solo de Washio Reina sem carregar meia duzia de dançarinas e as outras que lutem como modelos/atrizes mesmo). Antes do fim do grupo vamos ter o single “Bessekai” (Another World), e como ainda não rolou nenhum anúncio de coletânea final ou coisa do tipo, vamos tratar esse como o single de despedida do grupo…

Continuar lendo E-Girls começa a se despedir do J-pop com “Bessekai”

Esse grupo de 7 integrantes humilhou os haters lançando o hino “Black Swan”

K-pop é sempre uma caixinha de surpresas. né. Num dia você está lá odiando os lançamentos e essa pegada mais fofa que um grupo adota para um lançamento, você perde todo aquele hype pelo grupo e fica torcendo para entregar um hino que abale a estrutura da Coreia com tamanha magnificência e iconicidade… Até que *BOOM*, essa transformação acontece e você deita de novo para o grupo como se fosse a coisa mais lendária da música pop. E foi isso que o Rainbow fez em 2015 com “Black Swan”:

Continuar lendo Esse grupo de 7 integrantes humilhou os haters lançando o hino “Black Swan”