Kai mostra seus pêssegos e melhora seu R&B de Justin Bieber em “Peaches”

Os integrantes do EXO seguem alimentando suas carreiras solo enquanto os integrantes vão e voltam do exército e a SM está mais enfim de promover o NCT. E dessa vez foi o Kai, que está de volta com o seu segundo mini-álbum “Peaches” e lançou hoje o MV para a faixa título, que é o tipo de música que não surpreende para quem acompanhou o debut solo dele:

Continue Lendo “Kai mostra seus pêssegos e melhora seu R&B de Justin Bieber em “Peaches””

Chungha está de volta com “Killing Me”, pois um álbum de 21 músicas não foi o suficiente para o 2021 dela

Esse ano a Chungha já alimentou o mundinho gls com QUERENCIA, o apocalíptico álbum de 21 músicas que, sozinho, tem mais material que muito artista relevante na Coreia por aí. Eu achei que, depois de um projeto tão grande, a gente só veria a cara da Chungha lá pelo ano que vem, mas a gata mostrou que ainda tem pique para trabalhar esse ano e lançou hoje o single especial “Killing Me”:

Continue Lendo “Chungha está de volta com “Killing Me”, pois um álbum de 21 músicas não foi o suficiente para o 2021 dela”

Stray Kids é o Grinch do K-pop e tem um plano para acabar com o natal com “Christmas EveL”

Normalmente eu me mantenho longe de qualquer coisa do Stray Kids para manter minha sanidade evitando as britadeiras que esse grupo costuma lançar como single (God’s Menu e o Kingdom já foram o suficiente). PORÈM, eles lançaram hoje o single de natal “Christmas EveL” e até os meus mutuals no twitter que são fãs desse grupo estavam detonando essa música, então eu fui ouvir só para ver se a situação estava trágica assim…

Continue Lendo “Stray Kids é o Grinch do K-pop e tem um plano para acabar com o natal com “Christmas EveL””

Top Top.jpg: 10 hinos feministas do Asian Pop que empoderaram toda uma nação de gays

Uma regra máxima da música pop é que as divas pop são o grande exemplo de caráter e personalidade que gays ao redor do mundo usam para moldar suas personas, mostrar independência e poder diante da nossa sociedade homofóbica, pois são elas que nos dão força com suas músicas empoderadas e feministas sobre sermos nós mesmos e não temermos nenhum macho opressor. Para celebrar isso, o Top Top.jpg vem aqui com 10 hinos feministas que empoderaram diversos gays em um mundo que é cada vez mais difícil ser uma minoria transgressora. A chuva de lacres, autoestima e fechos na cara da sociedade começa AGORA:

10º lugar — Chungha – Chica

Continue Lendo “Top Top.jpg: 10 hinos feministas do Asian Pop que empoderaram toda uma nação de gays”

Sunmi e Jessi deixam uma música do Ed Sheeran escutável no remix de “Shivers”

Então, um dia desses a Sunmi e a Jessi anunciaram uma parceria para gravar um remix de “Shivers” do Ed Sheeran. Claro, eu fiquei muito feliz com essa parceria de milhões rolando, mas o que a gente queria era uma música inédita das duas e não uma regravação de um dos caras mais chatos do pop atual, né?! Enfim, essa semana saiu esse remix e, se eu ouvi isso, vocês tem que ouvir também né:

Continue Lendo “Sunmi e Jessi deixam uma música do Ed Sheeran escutável no remix de “Shivers””

ALBUM REVIEW: TWICE – Formula Of Love: O+T=<3

TWICE é um grupo que sempre crio expectativas, pois eu sempre saio satisfeito com os projetos coreanos delas. Desde que o grupo mudou a chave e resolveu servir aos gays de boate de diferentes formas, o grupo também começou a entregar álbuns mais sólidos, que dão vontade de ouvir do início ao fim e valem a pena comprar e dar stream. Então, quando veio o anúncio do “Formula Of Love: O+T=<3”, eu fiquei realmente empolgado. E quando o álbum foi anunciado com 16 faixas eu fiquei ainda mais empolgado, afinal se o full album anterior do TWICE foi icônico, esse sendo maior seria ainda mais icônico, certo?

Então veio SCIENTIST, que é……. OK. Uma música legal, mas comparado ao que o grupo vinha lançando e a toda a brasilidade que elas serviram em “Alcohol-Free”, é um single que brilha pouco e é chega a ser sem graça para o TWICE. Mas um single extremamente safe que não faz nada por mim me impediria de ouvir o álbum? Claro que não, então aqui estamos para analisar por completo o mais novo projeto do TWICE. Será que o Formula Of Love é forte o suficiente para compensar um single mais bland? É isso que vamos ver agora:

Artista: TWICE
Álbum: Formula Of Love: O+T=<3
Lançamento: 12/11/2021
Gravadora: JYP Entertainment
Nota: 80/100

Continue Lendo “ALBUM REVIEW: TWICE – Formula Of Love: O+T=<3”

Do pior ao melhor: Ranqueando os singles do miss A

Ai é tão legal ranquear girlgroups da 2ª geração. Especialmente para uma senhora de meia idade que pouco se empolga com as novidades do K-pop atualmente (Ei! Esse sou eu), é uma delícia poder reviver e revisitar discografias mais velhas, redescobrir pérolas e mudar conceitos sobre músicas que eu achava ruim e agora acho icônicas (E vice versa). Ainda mais que o público desse blog também é de senhoras de meia idade que não se empolgam com as novidades do K-pop atualmente, essa é uma oportunidade de ficar relembrando como no nosso tempo as coisas eram mais legais e todo aquele papo de gente que não aceita que o mundo muda a todo instante.

E o próximo grupo a resgatar memórias na vida da gente através de um post quentíssimo do blog é o Suzy e suas empreguet- Quer dizer, o miss A, esse icônico grupo que infelizmente não trabalhou tanto quanto poderia, mas que fez bastante sucesso e criou hits que são aclamados até pelas mais novinhas de guerra da fanbase. Sem mais delongas, vamos ver quais são os singles perfeitos desse ótimo grupo:

Continue Lendo “Do pior ao melhor: Ranqueando os singles do miss A”

Hwasa sente um prazer culposo em ser uma vadia com “I’m a B”

Quase 1 ano e meio desde a maravilhosa “Maria”, Hwasa está de volta com sua carreira solo com o mais novo single “Guilty Pleasure”. A faixa principal escolhida para promover esse comeback foi “I’m a B” e, para ou bem ou para o mal, é um single que tem a cara da Hwasa:

Continue Lendo “Hwasa sente um prazer culposo em ser uma vadia com “I’m a B””

T-ara refaz “Day By Day” sem metade do grupo para 2021 e chama de “All Kill”

Não tinha feito comentários sobre o lançamento de “All Kill” do T-ara pois achava que ganharia um MV como “Tiki Taka” ganhou. Bem, o MV não veio propriamente, mas hoje a música ganhou uma live especial com elas no conceitinho faroeste e segurando armas, então vamos fingir que isso é um lançamento totalmente novo e comentar como se nunca tivesse escutado antes:

Continue Lendo “T-ara refaz “Day By Day” sem metade do grupo para 2021 e chama de “All Kill””

Review Retrô: Quando o S.E.S andou para Kwangya poder correr em “Dreams Come True” (1998)

Eu perdi totalmente o timing de comentar um pouco sobre o “Dreams Come True” pois, recentemente, a SM lançou a versão remasterizada do MV e anunciou um cover que o aespa vai mandar em dezembro dessa música. Mas esse blog nunca fez muita questão de comentar no timing certo as coisas (Ainda mais agora nessa vida de assalariada), então vamos aproveitar que estou com pique para escrever posts nesse meu domingo de folga para fazer um review retrô BEM retrô, viajando até 1998 e comentando esse que é um dos lançamentos mais populares da 1ª geração do K-pop:

Continue Lendo “Review Retrô: Quando o S.E.S andou para Kwangya poder correr em “Dreams Come True” (1998)”