Quem engaja mais a favor do Lula: Ciro Gomes, Simone Tebet ou Loona?

Essa semana tivemos o 1º turno das eleições gerais, e ao contrário do que as pesquisas indicavam, o Pop Asiático.jpg não é o maior perfil de K-pop do Brasil e teremos um segundo turno para eleger o novo presidente desse país. Com isso, alguns candidatos derrotados já estão declarando seus apoios para o 2º turno. Como os mais relevantes ex-participantes já se pronunciaram a favor do Lula, esse post servirá uma análise política apurada e extremamente embasada sobre o real poder de influência em que os candidatos Ciro Gomes (4º lugar nas Eleições), Simone Tebet (3º lugar nas Eleições) e Loona (2º lugar no Queendom) vão ter com suas demonstrações de apoio ao Lula nesse segundo turno:

Ciro Gomes

Leia mais »

Divulgando que a Chanmina mês passado foi a rainha do J-pop com “Tokyo 4AM” e a rainha do K-pop com “Don’t Go”

Mês passado a Chanmina lançou duas músicas para dois países: O novo single “Tokyo 4AM”, que vai servir como tema de um drama japonês que só pelo pôster já me deu 27 medos de como vai ser o plot, e também fez sua estreia oficial na Coreia com o single “Don’t Go”, e eu não divulguei direitinho aqui no blog porque… Sei lá, não estava com muito pique talvez? Mas enfim, hoje estou afim de me redimir, então vamos dar mais um post exaltando os trabalhos da Chanmina e acreditando que um dia ela vai ser a fodona mais bem sucedida do Japão (E agora da Coreia, também):

Leia mais »

Seulgi debuta solo macetando 5 anos de singles meia boca do Red Velvet com “28 Reasons”

A estreia solo da Seulgi foi muito aguardada… E demorada. Red Velvet está a ponto de completar uma década e os fãs tiveram que aguentar covers de hiponga da Joy e aquela chatice da Wendy antes de chegarmos a esse momento, mas hoje finalmente chegamos no momento em que o Red Velvet deu um solo para uma gatinha realmente afim de ser uma diva pop. E olha, QUE BOM que isso rolou pois “28 Reasons” está melhor do que os últimos 5 anos de singles do Red Velvet:

Leia mais »

Já tem 8 anos que o SNSD OT8 virou SNSD OT8

No último dia 29 (Ou dia 30, oficialmente falando) fez 8 anos desde que Jessica Jung foi convidada a se retirar pelos fundos do SNSD e da SM Entertainment. 8 acabou se tornando um número bem marcante para o SNSD, uma vez que aparentemente todo mundo resolveu servir uma clássica queima de arquivo da Jessica e fingir que o SNSD sempre foi um grupo de oito integrantes, então é algo que merece nota. Infelizmente eu trabalho como CLT (Diferente da Jessica que há 8 anos é a primeira MEI do mundo) e não tive tempo para fazer esse post no dia, mas hoje é a minha folga então vamos comentar hoje mesmo:

Leia mais »

LE resolve usar a comemoração de 10 anos do EXID para vender demos para girlgroups nugus com “Fire”

Como o EXID conseguiu se manter vivo e “ativo” a ponto de comemorar 10 anos de carreira é o tipo de questionamento que só o contrato delas no Japão consegue explicar. Mas já que chegaram, por que não comemorar, não é mesmo? E assim temos o EXID lançou o single “X” para comemorar os 10 anos de debut do grupo. “Fire” foi a faixa escolhida como single, e essa é definitivamente uma música já lançada:

Leia mais »

BIBI já seria gigante se o mundo fosse justo e “Animal Farm” é a prova disso

A BIBI é uma artista que vem experimentando uma crescente interessante em sua popularidade, e desde o ano passado com o sucesso de “The Weekend” a cantora vem chamando a atenção de muitos artistas grandes e fãs de música que enxergam grande potencial para ela se tornar uma grande solista em um futuro próximo. De lá pra cá a BIBI vem garantindo algumas participações relevantes nos charts com “SMILEY” da Yena e algumas OSTs, além de aparições e participações em programas e festivais que ajudam ainda mais a apostar na BIBI como futura potência da música coreana.

O grande ponto da carreira da BIBI vai acontecer em novembro, com o lançamento de seu primeiro álbum de estúdio “Lowlife Princess: Noir”, e hoje foi lançado o primeiro single do álbum “Animal Farm” que é também a minha introdução de verdade a BIBI, já que eu só fui me interessar e gostar dela esses dias. Mas olha, espero que o álbum esteja no mesmo nível que esse pré-lançamento pois “Animal Farm” está sensacional:

Aviso: O vídeo contém muitas cenas de violência explicita, decapitações, sangue jorrando e essas coisas que podem ser pesadas. Se você for sensível a esse tipo de conteúdo ou só acha “Kill Bill” superestimado mesmo, recomendo apenas ouvir a música no spotify

Leia mais »

Depois de 8 anos, Mamamoo aparentemente vai investir no conceito de caminhoneiras do K-pop com “Mic On”

Depois de uma pausa sabática para focar em projetos individuais (E isso de fato significou pausa sabática e não que o grupo foi de caixão e vela para o cemitério dos grupos de K-pop), Mamamoo anunciou o comeback do grupo com o 12º mini álbum “Mic On”. Se isso é um shade para os grupos que sobem no palco com o microfone desligado e um playback eu não sei, mas a primeira foto do comeback destacando um caminhão deu uma agitada na fanbase com a possibilidade delas virem como as 4 Sulas Miranda do K-pop:

Leia mais »

LABOUM cantou “10 Minutes” da Lee Hyori antes de oficializar o hiatus com cara de disband

Quando surgiram os rumores de que o LABOUM estava morto, a meia dúzia de fãs do grupo se agarraram no estagiário que falou que o grupo ainda estava vivo e, principalmente, na participação das meninas no programa “Listen Up”, uma competição de produtores musicais da KBS em busca de um grande hit. Com esse anúncio o pessoal esperava que o LABOUM ganharia uma música inédita que derrubaria o IVE dos charts e salvaria o grupo da cova, mas no final o povo recebeu um cover de “10 minutes”, da Lee Hyori:

Leia mais »

Pérolas da Fanbase: Página famosa de K-pop chuta adm da equipe depois de curtir que o álbum do BLACKPINK é “preguiçoso e cínico”

Lembro de quando uma fanbase do BTS achou que fosse de bom tom falar que vai tomar providências sobre quem curtiu um post do BLACKPINK e acabou virando chacota dos BLINKs por conta de tamanha estupidez (E com razão). Mas, menina, o mundo gira… E gira rápido. Tão rápido, que agora foi a vez dos BLINKs provarem que também gostam de uma censura e um linchamento virtual em mais um momento “Vamos derrubar o emprego virtual desse gay que não gosta das músicas horríveis que o meu fave lança”:

Leia mais »