Arquivo da tag: Plastique Tiara

CL muda seu nome para Plastique Tiara e lança o MV para “Irresistible”.

Na falta de uma pauta pronta melhor para oferecer pra vocês, que tal ouvirmos a mais nova farofa de alguma drag queen asiática com vocais de um gato sendo enforcado nas cordas do autotune?!

Para quem não conhece, essa é Plastique Tiara, drag queen vietnamita que participou da atual temporada de RuPaul’s Drag Race, sendo a segunda participante asiática da competição (A primeira foi a drag youtuber Soju, que tentou se escorar em Kpop se autointitulando Kpop princess e, assim como quase todo buzz de Kpop na América, durou só uma semana na competição). Ela também é conhecida por ser bastante popular no Instagram, onde começou o programa já com 400 mil seguidores (Atualmente possui mais de 1 milhão) e, o mais importante, é a filha drag da maravilhosa, enterteiner e altamente aerodinâmica Alyssa Edwards.

giphy.gif

ASSISTAM DANCING QUEEN NA NETFLIX!!!!!!!!

Enfim, essa semana Tiarinha foi eliminada após perder o Lip Sync For Your Life pra Vanessa MISS VANJIE Mateo e, como quase toda drag queen que passa pelo programa, lançou um single para se aproveitar do buzz e preencher tempo nas performances que fazem em boates que podem ou não ter alvará de segurança e tal. Dai surgiu “Irresistible”.

O ponto que eu quero chegar é que CL poderia fazer a mesma coisa que a Vietnamita. Sabe, quebrar o contrato com a YG, criar um selo independente, gravar umas músicas no porão, alugar uma locação pra gravar um MV e partir pra luta. Vai ficar mais difícil pra ela, uma dificuldade que (Teoricamente) ela não precisava estar passando se tratando de ter o buzz de um dos mais bem sucedidos grupos de Kpop da história? Vai, mas a gata já tá penando agora com suporte, não vai mudar muito pra ela chutar o balde. E temos aí alguns exenplos recentes de pessoas que fizeram isso e estão se dando bem dentro de suas limitações.

Hyolyn, por exemplo, criou o próprio selo e vem se dando bem mostrando diferentes formas de desafiar as leis da gravidade com sua bunda e conseguindo números interessantes para ela no ano passado. Outra que se demonstrou bem satisfeita com os resultados de seu trabalho independente foi Iggy Azalea e seu single “Sally Walker”.

Eu não sei se a CL ainda tem disposição para manter uma carreira musical, mas ela poderia aproveitar o Timing da Park Bom e seu retorno bem sucedido e, sei lá, tentar se aproveitar de alguma forma antes que esse buzz da Coreia se importando com ex-integrante do 2NE1. Pior do que tá não fica… Ou fica?