Oh My Girl apostou no caminho mais seguro com a boa “NONSTOP”

Acredito que muita gente estava curiosa para como seria o comeback do Oh My Girl pós-Queendom, pois foi um dos grupos que aproveitou muito bem a visibilidade do programa e, a julgar pela performance do grupo, a gente poderia esperar mudanças significativas no conceito full aegyo do grupo. Dito tudo, acho que “NONSTOP” é uma boa música que cumpre bem o seu papel, mesmo não sendo a nova “Guerilla” que muita gente queria ver o grupo lançando:

Acho bem compreensível o certo desapontamento de uma parte do pessoal por vir uma farofinha synth meets Tropical sem muita inspiração (Sinal de que vamos ter mais um verão coreano lotado disso), mas eu não achei de todo ruim. Acho que a WM resolveu partir pro mais seguro mesmo com esse hype pós-Queendom, e mesmo saturadinho ainda soa como algo bom pro grupo, que dá uma renovada naquela imagem caregadissima full aegyo que eu tinha do grupo. É difícil explicar o sentimento, mas eu simpatizei com essa música.

O grande diferencial pra mim está nos vocais: Como o Oh My Girl aposta em uma mistura de vocais mais agudos e suaves, a música fica ainda mais vibrante e veranesca, o que eu achei bem legal. Os cortes de trap também ficaram legais, principalmente no pós refrão com os “NONSTOP” miadíssimos e grudentos que dão uma salvada no refrão que não é tão empolgante. Talvez ficasse mais legal se tivesse um refrão de fato e não fosse só essa batida básica, mas no fim do dia eu consigo engolir sem problemas.

“NONSTOP” me parece o caminho mais seguro pro Oh My Girl nesse momento, afinal eles queriam dar uma chacoalhada nas coisas pra aproveitar o hype que o grupo ganhou e esse foi um jeito de dar uma avançada no conceito sem perder totalmente a essência (O GFRIEND tentou coisa parecida com “Fever” mas o Oh My Girl serviu mais pra minha playlist). Com certeza o Oh My Girl já lançou coisa muito melhor que merecia segurar a coroa de primeiro grande hit do grupo, mas é como diria a lendária Tati Quebra Barraco em uma de suas músicas mais populares: o Oh My Girl tá podendo pagar um hotel agora e isso que é o mais importante.


Hidden gem: NEON

O EP novo do Oh My Girl é bem… simpático, sem nada de muito impressionante mas com umas faixas bem agradáveis que fazem você aproveitar a experiência até o fim. A mais divertida das faixas que compõem o álbum é NEON, que emula muito bem alguma faixa oitentista que estaria na soundtrack de algum filme de jovem da época que algum cinéfilo aclamaria hoje em dia como se fosse o ápice do audiovisual adolescente. E a batidinha introduzindo a música é a melhor coisa que esse EP ofereceu.

6 comentários em “Oh My Girl apostou no caminho mais seguro com a boa “NONSTOP””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s