Review Retrô: Quando um grupo de homens tentou banir o Dal Shabet por “humilhar homens” em “Be Ambitious” (2013)

Ao longo dos 6 anos de carreira Dal Shabet acumulou vários escândalos e notinhas que dão história para vários posts de blogueiros e vídeos no YouTube explicando todos os rolês que as lendas se meteram. Mas acho que nenhum deles foi tão inusitado quanto o de “Be Ambitious”, lançada em 2013 como faixa principal do seu sexto mini álbum e que causou a indignação de um grupo que luta na Coreia… Pelos direitos dos homens:

A música é o que gosto de considerar como o último suspiro aegyo do Dal Shabet. Nem tão aegyo assim, já que a letra é safadissima com as lendas cantando sobre como estão insatisfeitas com a lerdeza e a falta de atitude dos homens em seus relacionamentos, e que eles poderiam ser mais ambiciosos e menos cordiais pois elas querem mais do que um beijinho na testa e um aperto de mão, mas é o último single em que os vocais delas estão bem agudos/miados para combinar com o farofão fofinho e vibrante. O refrão é ótimo e o auge do fogo no rabo da música, onde as meninas pedem para olhar para as pernas e não para os olhos (Traduzindo: Eu quero sexo e não um carinho)

O MV segue essa linha mostrando cada uma das seis integrantes em diferentes cenários tentando chamar a atenção de seus parceiros sem serem correspondidas, indo desde locais comuns como um cineminha (Representando os gays com fetiche em mamar alguém no escurinho do cinema) até mais exóticos como um quartel general (Representando os gays que tem fetiche em militares). É tudo meio “Projeto de 6° semestre da faculdade de cinema” mas é um entretenimento bem legal de assistir… Bom, pelo menos era o que eu achava até o grupo que luta pelos direitos dos homens (Sim, isso existe) chamado “Man Of Korea” tentou banir o single/MV por, basicamente, tentar constranger os homens (Sim, usaram esse motivo) e que a música induz a agressão sexual nos jovens (kkkk).

No dia 1° de julho de 2013 a associação “Man Of Korea” emitiu uma nota falando que ia abrir um processo contra o Dal Shabet e a Happyface Entertainment, dizendo o seguinte:

A letra de “Be Ambitious” deprecia homens e mulheres, e é prejudicial para os jovens. A letra fala sobre uma mulher sedenta por sexo, que não aguenta mais ficar sem sexo e está irritada pelo namorado que só pede tempo conversando com ela, fazendo parecer que mulheres não vivem sem sexo. Além disso, podem induzir agressões sexuais por parte dos jovens, plantando a influência errada sobre mulheres e sexo. As leis sobre a juventude limita a distribuição de material nocivo a jovens. Acionamos uma liminar para que os jovens possam amadurecer de forma saudável.

Sobre o MV, o “Man of Korea” afirmou:

O MV de “Be Ambitious” contém cenas que depreciam os 600.000 soldados que estão trabalhando duro em seu alistamento. No início do MV, as jovens estão sentadas em um teatro legal apontando e rindo dos soldados que estão recebendo treinamento. A risada dos homens que estão treinando para proteger o país deprecia a imagem dos soldados.

HAHAHAHAHAHA ❤ O propósito deles não enxergarem o fator cômico do vídeo e apontarem as Shabetinhas como safadas inimigas da nação é hilário e doido demais para levar qualquer linha do discurso a sério. É tão engraçado que chega a parecer maldoso como eles tentaram transformar uma simples música mais saliente no ápice das mulheres humilhando homens e que “Be Ambitious” seria responsável por transformar jovens em agressores sexuais. É claro que, 10 dias depois, o processo foi arquivado e a associação entrou num acordo com a Happyface, mas eu tenho certeza que esse foi um dos “escândalos” mais aleatórios que conseguiram arranjar para um girlgroup de kpop.

“Be Ambitious” acaba sendo esquecida pelo fato desse comeback vir antes de B.B.B, de longe uma das favoritas da fanbase, mas esse single tem o seu valor para mim. É o tipo de single que parece fofo mas foi feito para piranhar de shortinho que a fanbase adora ouvir, tendo potencial para ser a “Oh!” das Shabetas, mas a reputação do grupo já não era das melhores para conseguirem emplacar um grande hit, o que era triste se considerar que muitas músicas delas tinham essa chance de serem maiores do que meros picos no Top 20 do Gaon. Um dos grupos mais injustiçados do Kpop, mas que serviram muitps hinos enquanto viveram.

3 comentários em “Review Retrô: Quando um grupo de homens tentou banir o Dal Shabet por “humilhar homens” em “Be Ambitious” (2013)”

  1. Eu me lembro que na época eu ri horrores de tão surreal que foi isso. Não sei o que é pior: o direito dos homens, ou eles meterem no meio a “humilhação” dos soldados. Fora a birra com a coreografia que fizeram.
    Inclusive, faz tempo que não rola mais essas tretas loucas desde 2014 pra baixo né.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s