MC Maha quer “fazer um K-pock pock no seu rabo” com o funk “Vou Entrar no BTS”

Estava eu, mofando na internet e vendo inutilidades que não agregam em nada na minha vida, quando apareceu no meu feed do twitter o novo single do MC Maha. E isso só seria mais uma simples lançamento de funk como qualquer outro lançamento de funk que você ouve casualmente numa social por aí, mas isso está virando pauta do blog pois ele resolveu usar do K-POP CONCEPT para lançar “Vou Entrar no BTS”:

O Maha já é conhecido por usar símbolos da cultura pop para produzir seus funks, com alguns hits bem conhecidos pelo povão como o smash hit “Harry Porra e A Bruxinha Rabuda” e os sucessos para os funkeiros otaku “Konohatron” e “Akatsoka”, além de diversos outros singles que unem a malemolência do funk com diversos ícones populares do entretenimento (Especialmente os animes/mangás japoneses). Mas, hoje, ele resolveu que estava na hora de aumentar o nível e usar a nova mania da garotada para criar mais um hit: O K-pop (Especificamente, o BTS).

Maha, em mais uma parceria com o DJ WS, mostrou que sabia o que estava fazendo com esse single. Eles usaram um sample de “Dynamite”, do BTS, para mixar com as batidas do funk, além de usar a expressão “K-pock” com todo o estilismo e mensagem subliminar que um single de K-pop costuma ter, assim como o fato de ser usada como um gancho repetitivo que gruda na sua cabeça, tal como os diversos singles de K-pop lançados esse ano que usaram onomatopeias ou outros truques linguísticos para preencher músicas e criar um hook para o público sem precisar de muito esforço (Mas o Maha fez isso de uma forma muito mais inteligente).

Outra referência muito comum no K-pop costuma lançar é a crítica social presente na música, abordando, nas palavras do MC, “questões sociais ligadas a violência digital e seus desdobramentos”. Na letra, Uma army liga pra ele estressada porque xingaram o BTS na internet, e ele fala para não ligar para os haters. Depois, ele convida ela para sua casa pra entrar no BTS dela e fazer um K-pock pock para desestressar a mina, mostrando que é melhor fazer um amorzinho gostoso do que ficar caçando briga na internet. Acho que faltou um pouquinho de conhecimento sobre as preferências da fanbase (Afinal, existe kpopper que transa?), mas ele mandou muito bem retratando a personalidade dos fãs que quebram os pratos em casa depois de ler um tweet falando que o single do fave é uma merda.

“Vou Entrar no BTS” ainda não tem um MV para chamar de seu, mas fica a torcida para isso acontecer pois reparem que até a estética colorida e de tons suaves que todo boygroup que quer bancar o fofo num conceito mais soft costuma usar, além do icônico cosplay de algum dos integrantes do próprio BTS. É impressionante pois o mais próximo dessa fusão entre K-pop e funk que tivemos foi quando a DZ Mc’s utilizou “I Am The Best” do 2NE1 da forma mais safada possível na atemporal “Você Quer me Beijar”…

Icônico

… Mas isso não é um simples funk, tem todo um trabalho, pesquisa e vivência dentro da fanbase que foi muito além do que qualquer tentativa de inserir o pop coreano na música nacional. Se o movimento “B-pop” ainda existisse, “Vou Sentar no BTS” seria a definição ideal.

3 comentários em “MC Maha quer “fazer um K-pock pock no seu rabo” com o funk “Vou Entrar no BTS””

  1. Eu AMO OS SEU POSTS PQP!!!!!!!!
    Amei que você fez toda uma análise da letra e uma postagem “séria” pra isso kkkkkkk…
    Meu sonho conseguir trazer esse tipo de pauta para os meus blogues, com a mesma maestria que vc ❤️
    (E como sempre deixo meu último cover aqui, pq eu não preciso de dignidade, só preciso ficar me divulgando no blogue dos outros u.u)

    Curtir

  2. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu tô morta! Eu não sei qual o melhor, o seu texto descrevendo o single e toda a estrutura por trás ou o funk! Minha nossa! Hahahahahaha
    PS. Será que as armys encucaram hein? Se bem que alguns kpopers mesmo se misturam com funk e outros ritmos mais de boas que a turma de outros estilos musicais.

    Curtir

Os comentários estão desativados.