Top Top.Jpg: 10 grandes músicas de ex-quase integrantes do SNSD

Jessi é a mais nova gostosona da Coreia a falar que já foi trainee da SM Entertainment e que poderia ter entrado no SNSD, o que gerou certo rebuliço nas redes pois não é a primeira (E provavelmente não será a última) vez que ouvimos essa história. Sério, tantas mulheres já jogaram isso na roda que eu consegui fazer esse Top 10 especial só de músicas envolvendo as gatinhas que quase entraram no girlgroup da nação, para o desespero da Taeyeon. Então clica aí em leia mais para conhecer 10 músicas de ex-quase SNSD na história do K-pop, que só podia começar por ela:

10º lugar — Huh Chanmi – Lights

Porque se tem alguém que MERECE abrir um Top 10 é a Chanmi

A Chanmi passou por muita coisa antes desse debut solo que vai ajudar a encher linguiça completar esse Top 10, então nada mais justo que usar o debut solo dela para abrir esse Top. Para quem não sabe, Chanmi foi parte da lineup do SNSD antes do debut do grupo mas foi cortada em algum momento. Depois partiu pra CCM, debutou no Co-Ed School e o resto da história já é mais fácil de lembrar. Depois de muitos perrengues, ela fez sua estreia como solista com “Lights”, e apesar de não ser lá uma música grandiosa, hoje eu acho gostosinha de ouvir. Desejo muita sorte pra ela nessa fase e com músicas melhores no fururo, mas a gata já deixou o seu legado no mundinho de ex-quase SNSDs.

Chanmi já é uma velha de estrada que todos conhecem pelas suas tentativas de alcançar o spotlight. Já o nosso 9º lugar vai fazer você perguntar: “Quem é essa?”

9º lugar: Lee Hwan Hee – Monroe’s Heel

Porque ser a melhor amiga da Seohyun quase deu um passe para entrar no grupo da nação

A Lee Hwan Hee (Ou Fwaney) é outra gata que também esteve na lineup de pré-debut do SNSD, mas que foi cortada em algum momento. Ela ficou conhecida por ser a melhor amiga da Seohyun, e em 2012 ela tentou carreira como solista com algumas músicas que representam a nata do pop de rampeira na Coreia na época. Sério, assistam e ouçam “Monroe’s Heel” pois é exatamente o que qualquer diva pop que queria cantar que era gostosona cantava na Coreia. E eu fui ouvir hoje para fins científicos enquanto montava esse post e estava com os “Monos Monos Rio” na cabeça, provando que eu realmente me cadelizo por qualquer pop datado de rampeira no K-pop. Hoje ela finge que nada disso aconteceu e segue com uma carreira de modelo, mas sua trajetória de 3 singles foi muito bem lembrada nesse top.

Lee Hwan Hee não conseguiu muita coisa na carreira musical com seu status de quase SNSD. Já o 7º lugar não precisou disso para ser um ícone da Coreia no seu tempo:

8º lugar — Clara – Hitchhiking

Porque a melhor subcelebridade coreana também teve sua história como ex-quase SNSD

Ai, a Clara. Quem viveu o K-pop em 2013 viu a ascensão dessa mulher na Coreia simplesmente por ser uma gostosona jogando uma bola de baseball, e de repente ela estava em todos os programas, eventos e comerciais falando sobre como é duro ser uma gostosona. Aí, numa dessas, ela mandou um “Eu esbarrei em um diretor da SM America na época em que o SNSD estava se preparando para o debut, então eu poderia ter entrado no SNSD”. HAHAHAHAHA Me digam se essa não é a melhor história de uma ex-quase SNSD??!! E um caminho natural para uma subcelebridade é tentar carreira cantando, então É CLARO que a Clara tentou engatar uma carreira cantando também (Com uma gloriosa participação do fucking Stan Lee). O material de 3 músicas dela é pavoroso, mas acho válido dar uma chance para essa “Hitchhiking” pois, come on, se eu engulo aqueles singles tryhard horrorosos que a Hyuna lançou depois de “Red”, também posso forçar com esse farofão forçadíssimo aqui.

Clara apareceu no 8º lugar por todo o enredo criado por ela mesma para quase fazer parte do SNSD. Já o 7º lugar não só quase foi parte do SNSD mesmo como debutou antes mesmo do próprio grupo.

7º lugar — M.I.L.K – Come To Me

Porque até quem já tinha carreira antes do SNSD quase debutou no SNSD

Em 2001, no embalo do S.E.S, surgiu o “2º girlgroup da SM”, M.I.L.K (Na verdade elas foram de uma subsidiária da SM, mas elas participaram ativamente dos projetos em conjunto da gravadora). O M.I.L.K, com produção do Moon Hee Jun (H.O.T/Marido da Soyul), lançou um álbum no final de 2001… E morreu em 2003 só com isso mesmo e sem nenhuma explicação (Talvez chamar garotas tão novas de LEITE não pegue muito bem?! Não sei). Porém, uma das integrantes (Seo Hyun Jin) seguiu na empresa treinando com as SNSD e chegou a ser cotada lá nas primeiras formações do grupo antes do debut com “Into The New World” (Que, dizem rumores, era pra ser uma música do M.I.L.K), mas acabou sendo cortada cedo do grupo. Por essa rápida quase aparição no SNSD, Seo Hyun Jin merece ser citada com o M.I.L.K no único single do grupo, “Come To Me”. E, ah, para quem curte esses K-pop old school com aquele pó de velhice e nostalgia, tá aí uma música ótima?! Sério, eu curti tanto essa música que estou considerando pesquisar o álbum delas pra ver se é tão bom quanto.

M.I.L.K aparece no 7º lugar por ser o grupo de uma das garotas que já carregam esse status de quase ter debutado no SNSD, começando uma série de grupos nesse top 10 que possuem integrantes que quase estiveram no Girls’ Generation. Dito isso, em 6º lugar temos…

6º lugar — Lucky J – Can You Hear Me?

Porque esse foi um grupo mais heterossexual para a Jessi se envolver

No tempo que tivemos entre a Jessi chamando o SNSD de grupo pra gay ouvir no MySpace e sua carreira solo como a maior rapper gostosona da Coreia do Sul, ela ressurgiu na indústria sem o H.O com o trio Lucky J, além de querer o passe dela como vocalista fodona também, como podemos ouvir no debut do grupo com “Can You Hear Me?”. Sim, a fodona do rap coreano um dia já cantou sobre sofrer por amor num power ballad tão carregado que só uma empresa que tinha a Ailee no catálogo poderia entregar. Mas ó, é muito boa a música, viu? Parece que estou só gongando gratuitamente essa persona da Jessi mas ela realmente serve vocais muito bons no refrão (Que é o que ela canta nessa música basicamente), assim como a voz/flow dos outros dois também agregam muito para a faixa ser bem marcante.

Lucky J aparece no nosso 6º lugar por ser a primeira grande aventura da Jessi pós essa fase de quase bater ponto no SNSD, se envolvendo em um grupo misto tal como a lenda que aparece no 5º lugar:

5º lugar — Co-Ed School – Bbiribbom Bbaeribom

Porque Chanmi se meteu em uma bomba ainda mais destruidora de lares que o SNSD

Não demorou muito para a nossa Chanmi se arranjar num grupo depois do seu tempo na SM. Em 2010, nossa guerreira do K-pop se aventurou no audacioso Co-Ed School, um grupo misto que prometia reviver a onda de grupos mistos que existiu na primeira geração do K-pop… E durou uns 3 singles até implodir e virar um boygroup e um girlgroup separados, pois aparentemente o grupo era um grande Terceirão problemático onde tinha desde bullying até acusações de estupro nas costas dos integrantes. Mas, na curta carreira do grupo, eles serviram umas músicas eletrônicas viciantes e autotunadíssimas como essa “Bbiribbom Bbaeribom”, o puro suco do K-pop de 2010. Provavelmente o negócio envelheceu como leite devido ao autotune horrível e até as batidas extremamente questionáveis, mas ainda funciona como um número tosco e nostálgico na minha playlist.

Co-Ed School foi o primeiro projeto de Chanmizão que não deu certo no K-pop, mas a lenda persistiu e garantiu o 4º lugar com seu 1º girlgroup:

4º lugar — 5Dolls – Your Words

Porque a CCM não queria tomar tanto prejuízo com um grupo tão grande

Co-Ed School já era um nome todo problemático e cheio dos escândalos mas a CCM não queria tomar prejuízo num grupo grande como esse, então anunciou duas “sub-units” que viraram grupos separados posteriormente: Os homens foram pro SPEED, e a Chanmi teve mais uma chance no grupo das mulheres, o 5dolls. Nem assim os barracos e escândalos envolvendo as integrantes pararam de surgir, e com a reputação de todo mundo na lama dá pra entender o porquê delas não durarem muito. Mas a carreira do girlgroup não foi de todo mal e rendeu hininhos como “Your Words”, da época de debut do grupo. Eu adoro a forma dos vocais “esganiçados” dando toda uma dramaticidade e força para a música, e acho esse instrumental uma delícia de ouvir. Tudo me dá uma sensação de cumplicidade e inocência involuntária (Bota involuntária, levando em conta o histórico de algumas ali) que torna toda a experiência adorável até hoje comigo.

Chanmizão garantiu os 2 spots do Top 5 pelos dois grupos que ela tentou vingar na CCM e não conseguiu, mas a nossa medalha de bronze só precisou tentar uma vez por lá para virar a nova mania coreana:

3º lugar — T-ara – Like the First Time

Porque a Soyeon saiu do SNSD para entrar num grupo que bateu de frente com o próprio SNSD

Mais uma gata que de fato poderia ser integrante do SNSD mas acabou sendo cortada em uma das peneiras do grupo antes do debut, Soyeon acabou indo para a Core Contents Media (Sim, a mesma empresa da Chanmi) para debutar no T-ara. E não é que o grupo deu certo? Com farofas grudentas e fáceis com o público coreano, o T-ara se tornou a mania da galerinha desde sua estreia, com grandes hits entre os anos de 2010 e 2012 e músicas que são lembradas até hoje… Até a Hwayoung tavar o terror e afundar o grupo. Mesmo que a Soyeon não tenha a popularidade que todo idol gostaria de ter, ela ainda fez parte de um dos maiores fenômenos do K-pop, e para representar o T-ara nesse Top 10 temos “Like The First Time”. Escolhi essa música por duas razões: Primeiro pelas outras músicas do grupo serem melhores opções em futuros Tops desse blog, e depois por achar essa música injustamente esquecida entre os hits do T-ara. A batida é tão deliciosa e elas quase miando pela faixa inteira é maravilhoso também, uma farofa tão “old school” e tão T-ara que merecia mais carinho pelas cacurinhas da fanbase.

Soyeon e o T-ara aparecem no 3º lugar por serem um grande fenômeno no K-pop há uns anos atrás. Já a nossa medalha de prata é um fenômeno do K-pop (E do entretenimento) hoje em dia:

2º lugar — Jessi – NUNU NANA

Porque a Jessi ainda está rendendo nos charts, diferente do SNSD

A Jessi é meio que um símbolo onipresente na indústria: Ela já substituiu a Yoon Mirae no Uptown, fez parte de um trio de baladões, é ex-reality show, é uma celebridade de instagram, participou de uma porrada de programas esse ano e ainda garantiu o grande viral de 2020, “NUNU NANA”. Isso não foi ao acaso, já que TODA CELEBRIDADE POSSÍVEL foi convocada na Coreia para dançar essa música com ela no TikTok, mas essa é a vantagem de se ter contatos. E eu acho a música muito legal até hoje também, é a Jessi fazendo o que ela faz de melhor tão bem que parece até descompromissado, sabe? Uma música pra você pagar de fodona no espelho, rebolar o rabão e adquirir uma lordose gradualmente. 2020 foi um ótimo ano para a Jessi, e a bicha merece.

Jessi ficou em 2º lugar pois ela é O momento de 2020, mas ficou atrás do 1º lugar pois a outra Jessi do SNSD merece esse posto:

1º lugar — Jessica – Fly

Porque… Bem, é a Jessica né

Na última vez que fiz essa piada vieram algumas respostas bem educadas e sãs, preocupadas com a burrice inocência da fanbase mais nova que pode pesquisar a história do SNSD e achar que estou deturpando tudo (Como se kpopper mais novo pesquisasse qualquer merda sobre K-pop antes de 2016, mas seguindo). Como eu sou uma pessoa preocupadíssima em passar a informação correta, fica aqui o esclarecimento: Jessica passou uns 7 anos sendo um dos grandes nomes do SNSD, teve uma história linda e feliz no grupo até rolar todo aquele rolê da saída que até hoje ninguém sabe explicar direito o que aconteceu. Mas se a Jessica, o SNSD, a SM e até boa parte da fanbase finge que a gata nunca esteve lá (Seja esse fingimento intencional ou não), eu também posso acreditar que a passagem da Jessica foi um grande delírio coletivo que quase virou realidade tal como o livro dela (Já disponível na sua livraria favorita), então fica aqui o vídeo de “Fly” para homenagear essa grande lenda urbana dentro da SM Entertainment. Voa, Jessica, o mundo é seu menina mulher.

4 comentários em “Top Top.Jpg: 10 grandes músicas de ex-quase integrantes do SNSD”

  1. Posso estar doido, mas como o Girls’Generation era para ser um grupo de unit (Assim como o SuJu quase foi, o EXO foi até um tempo, Red Velvet rendeu nem metade das fofocas e NCT durou por 3 anos essa ladainha), se passear por Seul com uma pesquisa de quase-SNSD, deve achar umas várias para colocar isso no curriculo

    Curtir

  2. O BERRO QUE EU DEI COM O PRIMEIRO LUGAR AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    Curtir

  3. Eu amo isso porque toda vez lembro do piti da Taeyeon. E vou ser sincera aqui; tinha uma enorme simpatia com o grupo, por ter sido uns que me trouxeram para o kpop, mas essa coisa de fingir que a Jessica não era do grupo, eu não engulo até hoje e diminuiu um pouco daquele apreço que tinha por todas elas. Torço até hoje pelas carreiras individuais, mas aquele brilho que sempre via elas em volta la no passado obscuro de quase fã doida.

    Curtir

  4. Mortx com esse top, HAHAHAHA! E obrigadx por mais indicações musicais. Mas só uma observação: ao invés de Fly, que é BEM enjoativa, você podia ter colocado Wonderland ou Dancing on the Moon por serem músicas melhores:

    Curtir

Os comentários estão desativados.