Do pior ao melhor: Ranqueando os singles do carreira do CLC

Com o fim do CLC oficializado esse ano (Pois tem bem uns 2 anos que todo mundo já sabia que elas estavam mortas), chegou o momento de ranquear todos os singles do grupo. Surgindo em 2015 e não conseguindo nenhum grande sucesso nos 7 anos de carreira, CLC virou um símbolo de grupo injustiçado no K-pop, especialmente nos últimos anos onde o grupo mirava no público internacional e conseguia números mais expressivos. Mas será que elas foram injustiçadas mesmo ou era um grupo destinado a flopar para todo o sempre? Vamos analisar os lançamentos do grupo e descobrir:

Tier D — Ruim/Horrível

Hobgoblin

Leia mais »

BTS anuncia hiatus. Metade da fanbase solta rojão.

Na manhã de hoje a fanbase recebeu a notícia que foi chocante para alguns e muito esperada por outros: Depois de quase 1 década, BTS anunciou hoje que vai entrar em hiatus com as atividades do grupo para focar nas atividades individuais:

Leia mais »

Os seios fartos de WONHO estão de volta em “Crazy”

Tem uma coisa no Wonho que eu acho muito engraçada: Os fãs do cantor normalmente tentam proteger o mesmo de toda e qualquer safadeza ou conteúdo que, huh, sexualiza o mesmo, normalmente batendo na tecla de que ele é um artista multifacetado e é além de um corpo gostoso. Eu não discordo desse argumento e realmente acho ele bem acima da média do solo masculino comum no K-pop… O problema é que ele mesmo faz questão de mostrar que é um cantor gostoso e com a libido lá em cima, e “Crazy” é a prova disso:

Leia mais »

KARA tira umas fotos. Senhoras e gays de idade surtam.

2007 foi o ano em que tivemos aquele *BOOM* dos grandes girlgroups surgindo na indústria no início da internacionalização do K-pop, então é natural que muitas senhoras de idade e gays com mais de 24 anos se emocionem e surtem com girlgroups que marcaram a adolescência de muitos se reunindo e relembrando tempos mais simples onde rebolar de shortinho e suspensórios era legal e popular. Prova disso é a minha bolha pirando com o KARA, que comemorou 15 anos de debut em 2022 com um photoshoot especial para os fãs do grupo:

Leia mais »

Jisoo supõe que possivelmente o BLACKPINK talvez volte mais ou menos em agosto

Essa semana está muito parada para o K-pop só com umas nugus dando as caras até sexta feira quando rola o fatídico comeback do BTS, o que dá brecha para portais de fundo de quintal e fofoqueiras de plantão inventarem os rumores mais absurdos que provavelmente não vão acontecer, mas sempre tem a fanbase pronta para dar aquela surtada e engajamento em cima. E a fofoqueira da vez é Jisoo, integrante do BLACKPINK que resolveu jogar um rumor em qualquer rede social por aí que seu grupo supostamente vai fazer um comeback em agosto:

Leia mais »

Top Top.jpg: 10 músicas de aliadas GLS para você botar na sua playlist de orgulho em junho

Tal como o Momoland lançando a mesma música por uns bons anos para tentar replicar a magia de “Bboom Bboom”, aqui estou novamente para falar de aliadas do LGBTQIA+ que alimentam essa minoria com farofas safadíssimas que somente grandes divas pop do chart club/dance da Billboard poderiam oferecer. E o Top Top.jpg de hoje está aqui para apresentar 10 músicas que vão deixar sua playlist mais colorida e purpurinada com essas divas que podem até ser conhecidas do povão (Ou não), mas que sem dúvidas fez a alegria dos homossexuais com seu som perfeito para alimentar qualquer boate LGBTQIA+ por aí:

10º lugar — Apink – Eung Eung

Leia mais »

Review Retrô: Quando Ayumi Hamasaki foi a mãe do queer japonês com “how beautiful you are”

Junho chegou, então é hora de enaltecer elas, as aliadas divas pop que são a inspiração e força matriz para manter a comunidade LGBTQIA+ mais viva e presente na sociedade. E não podemos falar sobre aliadas sem falar de Ayumi Hamasaki, a grande mãe do queer japonês que até hoje mostra que está fechada com a gente. E para enaltecer essa diva eu vou trazer essa música que acaba meio escondida dentro de tantos destaques da carreira, mas é particularmente uma das músicas mais emocionantes da Ayu para mim: “how beautiful you are”.

Leia mais »

Guia prático do Pop Asiático.jpg para os mais novatos no universo da blogosfera de fundo de quintal

No último fim de semana o Pop Asiático.jpg foi um assunto quente no twitter porque eu resolvi fazer uma thread super “séria” e “importante” sobre idols que suportam a comunidade LGBTQIA+, e entre lacradas achando que eu “traduzi errado” o verbo support e pessoas que se curaram da depressão lendo essa besteira, foram 6.700 likes e 329 mil impressões, e eu tive o meu momento Cyndi Wang viralizando na China (Só que no twitter):

Junto a isso vieram quase 200 seguidores novos nos últimos dias, o que é um aumento de mais de 10% do público que seguiu pela galhofa mas não faz a mínima ideia do que é o Pop Asiático.jpg. Então o post de hoje será apresentando o blog para as novinhas que talvez não estejam preparadas para quando eu comentar o comeback do BTS (Sério, o tanto de #PROOF que macetou o follow… Bora segurar esse blog na mão de deus semana que vem) ou fiquem perdidas quando aparecer algum post enaltecendo alguma nugu como, sei lá, a Moon Sujin que lançou essa delicinha de dancehall um dia desses aí:

Leia mais »

Esqueceram de avisar para as viúvas do IZ*ONE que Jo Yuri está de volta com “Love Shhh”

Com Choi Yena hitando solo, Kwon Eunbi flopando mas virando a dinda dos gays no último comeback e outras ex-IZ*ONE hitando no IVE e no LE SSERAFIM, os fãs do IZ*ONE estão tendo que prestar atenção em muitas coisas do K-pop ultimamente. Tanto que ninguém fez muita questão de comentar que outra ex-IZ*ONE, Jo Yuri, lançou ontem seu comeback solo com “Love Shhh”:

Leia mais »