Rocket Punch melhora seu jogo com o farofão teen crush “BOUNCY”

Ano passado a Woollim aproveitou suas consagradas que ganharam certo hype no Produce 48 para debutar o Rocket Punch, girlgroup que (Até agora) serve como um “extremo oposto” do Lovelyz com sua proposta girl crush. Elas tiveram um início simpático com “BIM BAM BUM” mas meio que demorou um pouco para eu engolir esse single (E elas tinham coisa melhor pra lançar no álbum também), e esse problema eu não tive com “BOUNCY”:

Quer dizer, não foi bem de primeira que eu deitei pra essa música aí pois achei que ela ficou entre o “Farofa aceitável pra bouncy o cu no chão” e o “Barulheira doida que o ITZY costuma lançar como single”, mas eu estava LIVING pelas partes em coro num batidão delícia e um engrish safadíssimo que eu demorei pra entender (Ou então eu que estou ficando SURDA e não entendendo mais nada… Ayu, amor, segura minha mão) e não desisti tão fácil assim. Umas 3 ou 4 repetições e já estava viciado na faixa, amando o refrão e as 3 linhas que a Juritney Houston cantou como se não houvesse amanhã, quicando a cada “bounce” e me divertindo com esse popzão, então ou a música é realmente boa ou simplesmente estou começando a stannear fielmente outro grupo de K-pop a ponto de engolir qualquer farofa. Não é aquele single 10/10 que eu acredito que esse grupo um dia vai lançar e marcar gerações, mas tá ótimo para um primeiro comeback também.

Até agora o Rocket Punch teve o meu single favorito de fevereiro, o que por um lado não parece ser muita coisa já que rolou uns 2 singles acima da média no meio de 150 comebacks esse mês, mas por outro elas se destacam com uma música legal e um popzão dançante sem descambar pro farofão tryhard. Estou realmente empolgado com esse single e realmente feliz por isso existir, o que me dá mais confiança para o que as meninas podem fazer no futuro e como elas podem ser marcantes como girlgroup de segundo escalão, mas com um pé no chão pois o Lovelyz também pareceu promissor no início e olha a chatice que virou. Que a Woollim não cometa os mesmos erros com o Rocket Punch, pois Juri Takahashi merece o mundo.


Hidden gem: Fireworks

“RED PUNCH” é um álbum bem legal com 3 ou 4 faixas que eu poderia destacar tranquilamente aqui (Até em baladinha filler elas acertaram), mas acho que a coisa mais memorável no meio das album tracks foi essa “Fireworks”. Essa coisa EDM tropical funciona muito bem no Rocket Punch, e gosto de como elas usam isso como album track ao invés de faixa principal pois, bem, elas funcionam melhor assim. Como dessa vez elas vieram com um single bem mais marcante acho que “Fireworks” não vai ter taaanto destaque na minha playlist, mas a sucessora de “Love Is Over” ainda é muito bem vinda para o grupo.

6 comentários em “Rocket Punch melhora seu jogo com o farofão teen crush “BOUNCY””

    1. jokes aside, gostei dessa músicas… é uma das minhas favoritas dessas lançadas recentemente (é impressão minha ou as músicas tão ficando cada vez mais esquizofrênicas e parecem descartes do itzy?)

      Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão desativados.