Jennie escreve um refrão e BLACKPINK tem seu primeiro bom single em anos com “Lovesick Girls”

Foram 3 anos de bombas anuais, promessas não cumpridas, descaso com o grupo e, de alguma forma, expansão global da marca, mas o grande dia chegou para os blinks e para mim: Os blinks agora podem falar que BLACKPINK tem O ÁLBUM para ostentar na rodinha de outros kpoppers, e eu posso sorrir para esse grupo de novo com o primeiro bom single do grupo desde 2017, “Lovesick Girls”:

A primeira coisa que destaca essa música de todas as outras é que FINALMENTE temos um refrão. Nada de drops safadíssimos, invenções teddyescas horríveis ou 30 segundos finais mirabolantes e pavorosos, temos uma estrutura tradicional de música pop com refrões bem marcados e construídos, e um pós-refrão ótimo com o “We were born to be alone but why we still looking for love?” sendo uma das linhas mais icônicas do ano (Positivamente, e não que nem aquela tosqueira de “Olhem pro céu, é um pássaro? É um avião?”). A Jennie foi creditada na letra e composição da música, então acho que tivemos o mesmo efeito que rolou quando a Somi participou da produção do último single dela: Chegou na cara do Teddy e falou “Bota o que escrevi para o refrão AGORA, véio preguiçoso”, e o Teddy não viu outra alternativa a não ser acatar as ordens da compositora do milênio. E deu certo, pois ele ficou ótimo e dá aquele up que a música precisa.

No geral, “Lovesick Girls” é um farofão pop/dance com uma guitarra dando aquela direção mais forte para o single, e isso é, aparentemente, a única coisa que não envelhece mal nas produções da YG. Coisas como “Ugly” do 2NE1 e “Sober” do BIG BANG me vem em mente se tratando de produções da casa que seguem mais ou menos o mesmo estilo, e são duas músicas ótimas que são ótimas até hoje (“Sober” é a única coisa que presta daquele Made Series, por exemplo). No caso de “Lovesick Girls”, a guitarra é mais puxada para o country, e isso me faz associar os versos disso ao que o Avicii costumava hitar pelo mundo, o que acaba tirando um pouco a magia de ter um DJ ocidental (David Guetta) DE FATO na produção da música. Mas “Lovesick Girls” é exatamente o que todo gay kpopper de saco cheio daquela fórmula dos outros singles estava pedindo: Referências datadas da música pop com 2 coreanas, 1 tailandesa e 1 neozelandesa cantando por cima. É isso que faz “As If It’s Your Last” ser o meu single favorito delas, e é o que torna “Lovesick Girls” tão boa quanto.

O BLACKPINK funciona melhor nessas farofas mais manjadas do que tentando reinventar a roda pois convenhamos: “Lovesick Girls” é um single muito mais agradável de ouvir, e o Teddy tentando revolucionar estava dando muito errado. Logo, estou torcendo para essa música ser um sucesso e se tornar a referência para que todo ano venha músicas tão boas quanto. Já dei muita tijolada nesse grupo e nas tragédias que elas lançaram na carreira, mas agora estou genuinamente feliz em ver que elas acertaram em cheio para promover o trabalho mais importante do grupo até aqui.


Hidden gem: Love To Hate Me

O resto das inéditas dO Album não soam tão, digamos, refrescantes para mim. Não sei se é a melhor definição do que eu quero dizer, mas nada no álbum me deu aquela energia e vontade de viver que “Lovesick Girls” me deu, mas o álbum tem coisas boas e eu só prefiro pensar que os responsáveis acertaram pra valer na faixa principal. Mas das novidades, a minha favorita é “Love To Hate Me”, com um popzão mais simples (Se pensarmos no que o BLACKPINK costuma lançar) e que desce redondo de forma muito fácil. É aquele tipo de música que você aceita bem de primeira e vai crescendo rapidamente conforme você vai ouvindo, e isso é uma vitória para o grupo.

Siga o @popasiaticojpg no twitter e/ou me siga no Youtube que vez ou outra eu pretendo postar algum vídeo por lá

7 comentários em “Jennie escreve um refrão e BLACKPINK tem seu primeiro bom single em anos com “Lovesick Girls””

  1. Devo admitir, elas fizeram um excelente trabalho com essa música. Tudo que Ice Cream tinha de ruim, Lovesick Girls tem de bom.

    Agora é torcer pro LOONA e pro TWICE também entregarem bons comebacks este mês.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Caramba, por outro lado a minha música preferida do álbum foi Pretty Savage… queria tanto o Mv dessa música…

    Esse single está uma belezinha. Faz parte daquelas músicas que mais definem o grupo pra mim.

    Aliás, amo o seu blog❤❤❤❤❤
    (Nem passei a última semana maratonando os posts)

    Curtir

  3. Sim, sim! A música é muito boa, bem pop e antes tinha abaixado todas as minhas expectativas por completo depois da tenebrosa Ice Cream. Acho que deu certo, pois adorei.
    É disso que falava nas rodinhas, elas não precisam ficar colocando uns 152637 ritmos diferentes nas músicas. O mv ta lindo, e bem trabalhado, uma dancinha legal e Jennie de franja esta sendo perfeita.
    PS. Esse teu titulo citando ela é uma referencia a história do caderninho roubado né? Adagdjdks
    PS. 2: eu curti o álbum, e por incrível que pareça, a mais fraca em minha opinião é Ice Cream, e ate aquele feat da Cardi B_ por hora_ e How you like that?

    Curtir

  4. O melhor desse álbum é os blink jurando pela mãe morta na porta que ele não parece com nada que o blackpink fez até hoje, quando na vdd a que realmente entregou diferença foi Lovesick girls e ice cream que entregou má qualidade.🤡🤡

    Curtir

  5. É impressionante como eu não consigo curtir nada vindo delas, parece tudo tão genérico e ruim que não me cativa, nem essa música eu fiquei animada mesmo que tenha um refrão. A sensação que eu tenho delas é um grupo de garotas que são It Girls que decidiram se tornar cantoras, eu tento curtir as músicas mas simplesmente não dá, esse comeback não faz o meu estilo, por enquanto os lançamentos que eu mais gostei foram Everglow e Apink, sendo que ambos não são meus grupos favoritos.

    Curtir

  6. Amei, pena que a música dura tão pouco. Só achei desperdício não terem colocado mais cenas da Jisoo linda e chorosa no meio das florzinhas azuis, e da Jennie surtada. E o prêmio de Best Actress vai para Rosé que sempre chora molhado como deve ser.

    Porém ainda prefiro elas cuzudas e poderosas como em HYLT.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s