Purple Kiss pode ser mais um grupo de roqueiras Massacrando o Iron Maiden com “My Heart Skip a Beat”

Mais um dia, mais um grupo saindo do forno no K-pop: Purple Kiss é a aposta da RBW (Empresa do Mamamoo) para a nova geração da indústria, e lançou hoje o seu 1º single pré-debut “My Heart Skip a Beat”, junto com um vídeo da performance do grupo para introduzir de vez as integrantes ao mundo:

Até que demorou para algum grupo surgir como concorrência ao Dreamcatcher, né?! Tipo, as gatas estão aí há uns bons 4 anos tirando dinheiro dos rosqueiros coreanos e criando uma fanbase sólida sem ninguém para bater de frente, mas o fato do último álbum delas quase bater os 100k na Gaon deve ter motivado a RBW a criar seu próprio conjuntinho de roqueiras (Ou não, afinal é só um pré-lançamento). Tudo bem que isso não é lá um metal trevoso no nível das mais satânicas do Dreamcatcher, sendo mais uma mistura de rock dos covers da Miley Cyrus com K-pop 101, mas ainda cumpre bem a ideia de misturar o mundinho das trevas com o mundinho idol coreano, então não tenho do que reclamar quanto ao conceito.

Dito isso tudo, que bagunça de música. O negócio as vezes está rock demais, as vezes está pop demais, nada conversa direito com nada, o refrão é ainda mais deslocado do resto da música e rola um break com um rap bem farofão pra deixar tudo ainda mais confuso. Quando eu entro na vibe da música ela muda para algo nada a ver e eu fico “Ué?”, e isso vai se repetindo pela música inteira. Mais uma vez, faz parte da ideia geral do grupo e tal, mas dava pra fazer de um jeito que não parecesse que bateram umas 5 músicas distintas no liquidificador e serviram o resultado.

Sinto que “My Heart Skip a Beat” quer mostrar muita coisa de uma vez só, o que não era realmente necessário já que não será o único pré-lançamento desse debut. Mas dá pra tirar algo positivo dessa música: Já temos uma ideia do que elas querem entregar, o potencial alto das integrantes e uma sonoridade/conceito que é diferente de um girlgroup convencional, fazendo elas se destacarem. Se a RBW manter essa linha e trouxer algo mais refinado para o debut oficial (Vai rolar ainda esse ano? Não fui tão fundo nesse debut), PURPLE KISS pode render muito.