KEEMBO lança mais um hino com 10 reais e um sweetune no bolso em “Inside”

Os 300 lançamentos que o Sweetune foi distribuindo para o KEEMBO finalmente renderam o 1º álbum de estúdio da dupla, “SCANDAL”.

O Sweetune já entregou números bem legais para o SPICA em músicas como “Scandalous” e “Scene”, mas acho que “Inside” é aquele pop com influências disco que todo mundo que cresceu com as produções dele em grupos da segunda geração espera ele produzindo (Ou o que mais se aproxima disso, pelo menos). A parte disco da música é praticamente a mesma de “Wanna Be Myself” do Mamamoo, e até a forma mais contida delas cantarem está presente em “Inside”. E para Kim Boa e Bohyung não soltarem uma high note mais emocionada em uma música é porque o Sweetune deixou BEM claro que não era para soltar high notes nessa música, pois quem conhece sabe que é dar uma brechinha pra elas que as gatinhas soltam 30 segundos de berros, gritos e melismas para mostrarem que são cantoras mesmo.

“Inside” é uma música de muitos acertos. Segurar a onda das meninas foi uma boa para criar uma atmosfera mais sutil e misteriosa para a faixa, e essa interpretação melancólica nos vocais (Especialmente da Kim Boa) dão o toque essencial para “Inside” ser uma faixa sombria. Ontem eu falei que o debut do PIXY pecava na execução não transmitir a ideia de ouvir uma música dark, e nesse single as vocalistas do KEEMBO sabiam o que fazer para trazer esse sentimento. “Inside” é uma faixa deliciosa e é muito prazeroso ouvir o KEEMBO entregando vocais fora da expectativa, mas eu acho que o refrão poderia ser melhor marcado nessa faixa pois ouvindo nas primeiras vezes ele passou despercebido comigo. Nada que eu não me acostume depois, mas é um ponto que eu precisava comentar.

Já o MV… Bem, o KEEMBO é de uma empresa minúscula e lançou SEIS MVs em menos de um ano, então é totalmente compreensível esse vídeo parecer algo que custou 10 reais e dois estagiários de cinema, né?! Dito isso, acho que o vídeo pega bem a essência da música e o clima de suspense coreano valoriza a faixa, sendo aqueles vídeos que simplesmente combinam com o que estou ouvindo. Levando em conta todas as limitações acho que elas conseguiram um bom MV, mas uma produção com mais orçamento faria maravilhas para o conjunto da obra.

“Inside” é mais um bom single do KEEMBO, e vendo os singles delas como um todo eu acho que elas mostram bem toda essa construção de cantoras versáteis que mandam bem em diversos gêneros musicais. Mesmo com todas as limitações de orçamento, o projeto KEEMBO mostrou muito bem que a Kim Boa e a Bohyung são vocalistas excelentes e injustiçadas na época de idol delas, e o Sweetune ainda é um ótimo produtor que consegue ser versátil e entregar algo além da sua assinatura. Torço para que a Coreia um dia veja isso e faça todos os envolvidos aqui brilharem, mas até lá a luta continua.


Hidden gem: Break Me (Boa Solo)

O full album do KEEMBO recicla tudo que foi lançado desde o debut, e apenas 3 faixas (+ o single) são inéditas aqui. Das faixas inéditas, o solo da Boa “Break Me” é o meu favorito tanto por ser a melhor faixa quanto por FINALMENTE a Boa conseguir lançar uma faixa solo (Tirando OSTs láááá de 2014, essa é o primeiro solo na carreira dela). A música é basicamente um baladão da Boa com um violão, e no decorrer da música ela ganha elementos e sons que vão crescendo e deixando a faixa mais forte. “Break Me” é o tipo de faixa simples que depende de uma ótima vocalista para funcionar, e é aí que a Boa brilha pois a voz dela está de arrepiar aqui. A Boa foi a minha bias no SPICA e a acompanho até os dias de hoje, então estou muito feliz pela bichinha conseguir uma ótima música para ela.

Uma consideração sobre “KEEMBO lança mais um hino com 10 reais e um sweetune no bolso em “Inside””

Os comentários estão encerrados.