Pelo menos a justiça foi feita e a Rosé lançou um MV para “Gone”

Mês passado a Rosé fez sua estreia solo com o single “On The Ground”, e concluímos que A) “On The Ground” é mais um ato assustador do Teddy e B) Rosé se daria bem melhor com “Gone” pois é uma música bem melhor. Pelo menos a YG não deixou a música morrer como b-side, e hoje o MV de “Gone” foi lançado:

“Gone” é um baladão acústico que é basicamente vocal e guitarra com a Rosé chorando as pitangas porque um cara largou ela. Aquela coisa simples e minimalista que tá dando uma carreira para a Olivia Rodrigo nesses lados do globo e é meio que obrigação uma main vocal no K-pop lançar solo, mas como essa daqui tem a guitarra liderando a música e não um violão como de costume, “Gone” fica mais forte de ouvir. Isso mais o fato da Rosé cantar de uma forma bem mais melancólica tornam “Gone” um baladão coreano melhor que o baladão coreano padrão.

O grande trunfo de “Gone” é que não é exatamente o que a gente espera do BLACKPINK. A música ainda me lembra trabalhos da YG que sempre apostam nessa atmosfera baladão rock (Tem momentos que a Rosé canta e me lembram imediatamente “It Hurts” do 2NE1, por exemplo), mas é totalmente afastada dos batidões (questionáveis) e atitude (questionável) que o grupo dela tem como assinatura… E é exatamente o que eu quero sentir quando vejo uma estreia solo. Se “On The Ground” vira um single padrão do BLACKPINK com todos os vícios que o Teddy tem, “Gone” já tem uma cor única para a Rosé dentro do grupo. Não é a música mais inventiva da história, mas é onde a Rosé mostra que não é só qualquer uma na área do BLACKPINK.

“Gone” é uma balada emotiva e minimalista onde a Rosé pode explorar as suas habilidades como main vocal do BLACKPINK, e é meio que o que a Coreia quer que as vocalistas principais de girlgroup lancem. Por quê raios escolheram “On The Ground” como faixa principal então? Imagino que seja pelo apelo fora da Coreia mesmo e pela música ser o que mais dá audiência para o BLACKPINK ao redor do mundo. Fato é que “Gone” era uma oportunidade da Rosé se firmar como vocalista sem uma produção violenta cobrindo isso, e eu fico feliz que pelo menos deram uma atenção para essa música.


O Pop Asiático.jpg agora tem Instagram! Siga o blog na rede do coraçãozinho e me ajude com a meta de ultrapassar os seguidores das contas do BLACKPINK lá: @popasiaticojpg. E já segue no twitter para ajudar a virar 1k lá também: @popasiaticojpg.

4 comentários em “Pelo menos a justiça foi feita e a Rosé lançou um MV para “Gone””

  1. Gone é bem melhor, e ficou com um gostinho de quero mais, porque meu grande desejo era ela lançar algo com guitarra pesada no melhor estilo diva pop rock romântica da sofrencia. Até os visuais que usou em algumas apresentações combinava_ mas infelizmente era pra dançar aquela coisa xoxa que é tô no chão_

    Curtir

  2. Eu não sou la grande fã o que blackpink desova por ai, mas tenho que admitir que a rose acertou em cheio em gone eu realmente consigo sentir emoção escutando ela, e no fim ela é de longe a que eu mais simpatizo das blackpink

    Curtir

  3. Eu fiquei a entrada da bateria o tempo todo. Se rollin nao tivesse barrado on the ground nos charts nunca veriamos isso. Não sei bem o porquê mas me lembra avril lavigne o timbre dela.

    Curtir

  4. nossa, gone é MT superior ao single, não faz o mínimo sentido terem lançado a outra como single. Essa tem mt mais a cara dela e ainda parece algo que o pretorosa lançaria como b-side. Pelo menos ganhou um MV pra não morrer na praia.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.