Review Retrô: Quando o Shinee previu a participação de Juliette Freire no BBB com “Juliette” (2009)

Nesses últimos meses a gente está vendo o fenômeno social e de marketing chamado Juliette Freire arrastando tudo que vê pela frente no BBB21. Amem ou odeiem, é inegável que a bicha rende engajamento, e todas as pessoas de todas as áreas possíveis estão tentando aproveitar esse fenômeno para gerar uns cliques também. É sério, olhem quantas músicas “Juliette” já saíram desde que essa mulher começou a ficar extremamente popular com o programa:

E como esse blog adora um bait fácil com K-pop (Já viram as marmotas que posto no twitter?), esse post é feito unicamente para ver se os cactos (O nome da fanbase da Juliette) dão algum engajamento e vira assunto nesse povo. E claro, comentar um pouco sobre como o SHINee estava a frente do nosso tempo lançando “Juliette” ainda em 2009, quando esse nome só era uma marca de óculos transados:

Antes de tudo uma nota: Eu nunca fui muito ligado nas primeiras músicas do SHINee. Na verdade, se tirar “Lucifer” (Por ser atemporal) e “Ring Ding Dong” (Pelo refrão tocar uma vez e nunca mais sair da sua cabeça), eu não tenho a menor ideia de como os primeiros singles do SHINee são. Acho que nem o geralzão deve lembrar muito já que lá em 2008/2009 os grupos mais veteranos da SM lançavam suas canções assinatura que são lembradas até hoje pelos coreanos, então esses primeiros singles do SHINee (E do f(x), que surgiu naquela época) acabam meio que se perdendo por aí.

Com isso em mente, eu fiquei surpreso por esse single ser tão gostosinha. Um Pop/dance beirando ao genérico com uns sintetizadores que cheiram qualquer K-pop de 2009 mesmo mas aqui já dá para sentir uma personalidade diferente do grupo. Os vocais são bem limpos para uma época em que o autotune começava a dominar a música pop, e cada voz no grupo já era diferente entre si, seguindo um estilo próprio que dura até os dias de hoje. Tudo isso acompanhado de um MV cafonérrimo onde nada faz sentido com nada e figurinos/penteados mais do que questionáveis que só um MV da SM poderia proporcionar (Na verdade é meio regra de qualquer vídeo com mais de 5 anos no K-pop mas a SM elevava tudo a outro nível).

“Juliette” não é nada muito impressionante (Ainda mais pensando no que o próprio SHINee desovaria depois), mas é um single legal para um grupo que só estava começando. “Juliette” tem sua força, carisma, e é uma música que já mostrava que o SHINee tinha qualidades para se manter na indústria por vários anos… E hoje em dia a gente vê que isso se concretizou. Os primeiros anos do grupo podem não ser tããão memoráveis assim, mas “Juliette” mostra que tem um material legal para qualquer um que ainda não passeou por esse momento da carreira do SHINee curtir.

5 comentários em “Review Retrô: Quando o Shinee previu a participação de Juliette Freire no BBB com “Juliette” (2009)”

  1. Assim que conheci o grupo, fui catar as músicas que eles já tinham lançado e fiquei com um receio enorme em clicar na música por conta do nome. Eu imaginava uma balada em níveis altos cafonas, mas pra mim é a música escondida onde os mais velhos da fanbase lembra, a música é muito boa, e pode não ser tão uau como outras que eles já lançaram, mas ainda sim adoro.
    Ela trás uma nostalgia legal dessa época do kpop, a primeira vez que ouvi, eu morria de amores quando o Jonghyun cantava ❤
    PS. A turma que acompanha kpop bem que deveria lembrar e até mesmo engajar nessa.

    Curtir

    1. Eu sou suspeita para falar, pq gosto muito do SHINee, mas não vou mentir e dizer que amo todas as músicas deles. Dito isso, acho que eles tem old tracks boas, tipo eu acho muito gostosinha Love Like Oxygen (2008), eles inclusive performaram ela no Beyond Live.

      Curtir

  2. Muito brega e incrível, dá uma nostalgia quando escuto a música. Um ódio que quando pesquisa a música aparece esse monte de tags da Senhorita Morello do BBB.

    Curtir

  3. Nossa, e pensar que eu descobri essa delicinha na época porque eu amava High School Musical e ouvia a versão do Corbin Bleu, “Deal With It”. Amém que eu descobri a do Shinee depois, que é infinitamente melhor e está na minha playlist até hoje ❤

    Curtir

Os comentários estão desativados.