(G)I-DLE está de volta “sem” Soojin e sem a Soyeon assinando a produção de “Last Dance”

Eu evitei comentar qualquer coisa da enxurrada de denúncias de Idols praticando bullying por aqui por vários motivos: Muita coisa ali poderia ser mentira, as acusações verdadeiras poderiam se estender em notinhas demais para ficar acompanhando no blog e a maior parte desse tornado acaba não dando em nada além de “Vou refletir sobre minhas ações”. Eu acabei resolvendo comentar alguma coisa sobre isso se de fato acontecesse algum prejuízo para o idol/grupo, e aí chegamos no (G)I-DLE que lançou “Last Dance” para a plataforma UNIVERSE editando o que deu para editar da Soojin:

Provavelmente “Last Dance” seria lançada mais cedo, mas as acusações da Soojin praticar bullying ficaram tão fortes e destacadas (Até a atriz que a Cube intimou para dar sua versão veio a público falar que ela sofreu bullying da Soojin por dois anos, o que não ajudou em nada a situação da integrante do Idle) que acabaram optando por editar a Soojin do lançamento o máximo possível: A música foi regravada sem ela e o MV editou todas as partes que deram para editar sem precisar regravar a coisa toda para evitar uma exposição maior da integrante. Na prática, cortaram todas as cenas individuais que a Soojin poderia ter mas ela ainda aparece nas cenas em que o grupo todo está junto.

Se a Cube quisesse ela já teria chutado a Soojin assim que viu o escândalo ficar grande (Pois se tem uma coisa que a Cube NÃO faz é segurar o B.O. de seus funcionários com tanta luta assim), então ver a empresa se virando para MANTER a cantora no (G)I-DLE é um motivo para a fanbase ficar tranquila pois não está nos planos deles dar um fim no contrato dela. O hiatus pode ir se alongando e talvez ela não volte no próximo comeback oficial do (G)I-DLE, mas em algum momento ela volta.

Quanto a música: Que delicinha, né?! Soyeon ganhou uma folga da produção dessa música que foi assinada pelo GroovyRoom (O que aparentemente é um grande feito pois ele não costuma trabalhar com grupos de K-pop), então saímos do Moonbahton assinatura do grupo e recebemos um Deep House safadíssimo para o grupo estabelecer sua marca na playlist da Blue Space ou qualquer boate LGBTQ+ aqui de São Paulo. A intro/pré-refrão me lembra muito “La Vie En Rose” do IZ*ONE, o que já é bom mas fica melhor quando a música entra no House de fazer carão e pose nos versos. O refrão inexistente poderia existir para deixar a música grande, mas o pós-refrão da Soyeon é tão maravilhoso que eu consigo perdoar essa falha.

Eu não diria que “Last Dance” é o melhor single do (G)I-DLE (Até porque nem tenta ser, é uma música para promover aplicativo no fim do dia), mas é um trabalho muito legal para aqueles que não são muito chegados na sonoridade assinatura do grupo/das produções da Soyeon. Além disso todo deep house pra gay bater cabelo é bem vindo na minha playlist, e “Last Dance” deve durar mais do que boa parte do catálogo das Idle para mim. Definitivamente não é uma música que veremos o (G)I-DLE lançar como single sempre, mas tá aí uma alternativa para a Cube investir nas album tracks do grupo.

5 comentários em “(G)I-DLE está de volta “sem” Soojin e sem a Soyeon assinando a produção de “Last Dance””

  1. Vc falando do GrooveRoom, aí lembrei que ele já desovou uma demo pro Pentágon, então não tô estranhando mais a interação deles haha

    Mas tá uma delícia mesmo a música, e sem a Soojin foi melhor para quem mesmo? Pq a Shuhua continuou cantando um total de zero linhas

    Curtido por 1 pessoa

  2. Achei revigorante ver Gidle com uma carinha nova, eu sinto que o fato de a soyeon sempre tentar inovar tanto com os lançamentos fica meio batido pra mim, não que isso diminua a qualidade e o talento das coisas que elas faz. Sobre a musica, sendo um deep house eu já gosto, e alem disso o mv me deu um vibe muito wjsn nos lançamentos antigos isso me deu uma nostaliga das meninas cosmicas.

    Sobre o caso da Soojin e uma pena tudo isso que aconteceu, não sei o que pensar se e verdade ou não, mas ela era a minha favorita sempre achei ela muito carismatica, sempre achei que o grupo balanceia bem o carisma, enquanto 3 são extremamente carismaticas tem umas 2 ou 3 que tem o carisma de uma porta então nem da pra notar.

    Curtir

  3. A música me diverte, é isso. Juro pra vc que eu adoro as músicas assinaturas da Soyeon, então estranhei um pouco de primeira.

    Sobre a Soojin, como na época houve acusação para todos os lados, fiquei com o pé atrás em acreditar, ainda mais com a cube não tendo chutado ela ainda, não se teria motivos para a empresa proteger ela se ela realmente fosse culpada (se tratando de cube que ja expulsou por bem menos)

    Curtir

Os comentários estão desativados.