Oh My Girl melhora seu pop simpático e inofensivo com “Dun Dun Dance”

Vindo de um icônico 2020 com dois grandes sucessos nas costas, Oh My Girl finalmente está de volta com o novo EP “Dear OHMYGIRL”. Com o grupo voando alto e alcançando posições mais altas, acredito que as expectativas estavam altas para esse lançamento. Mas será que “Dun Dun Dance” segura o rajadão e traz um comeback tão forte quanto a dupla “Nonstop” e “Dolphin”? A resposta, para o bem e para o mal, é sim:

Para entender a minha linha de raciocínio eu tenho que explicar que, particularmente, não acho “Nonstop” tão grandiosa quanto o sucesso que teve. É uma faixa gostosa que tem uma batida legal (Mesmo com a ideia bem saturada), mas é meio inofensiva e não é uma música com um apelo tão forte assim na minha playlist (Ainda mais levando em conta que o próprio Oh My Girl lançou coisa bem melhor). PORÉM “Nonstop” e “Dolphin” bombaram na Coreia, e como são os coreanos que pagam as contas do grupo, a WM tomou a coerente decisão de manter a sonoridade mais limpa e simpática com esse comeback. Não é uma direção que me agrada, mas faz todo sentido apostar em algo assim.

“Dun Dun Dance” tem aquele efeito de música adorável e agradável, com vocais doces que criam uma atmosfera fofa para a música (Um pouco mais maduro desde o comeback anterior, mas ainda fofo), no qual você não é 100% impactado no primeiro play mas aposta que você vai ouvir de novo e de novo até aceitar que é uma música muito boa, mas o grande trunfo da faixa está no instrumental apostando na grande referência retrô do K-pop no momento: City Pop. Quem lê esse blog sabe que adoro um City Pop desses e torcia para dominar o mainstream do K-pop, e parece que esse desejo meu está vingando. Só sinto que essa combinação de City Pop e Oh My Girl poderia ter rendido uma faixa mais emocionante e vibrante, mas não é como se isso negativasse alguma coisa de “Dun Dun Dance”.

No geral, “Dun Dun Dance” é uma faixa praticamente sem defeitos: Tem uma melodia adorável, refrão grudento e versos tranquilos, onde aprecio tudo que o grupo tem a oferecer vocalmente. O rap é meio desnecessário, mas tirar essa parte de uma música de grupo de K-pop parece ser impossível, então vou só aceitar calmamente e seguir em frente. Elas voltam com o som inofensivo de antes, porém é um trabalho fácil de apreciar e que sem dúvidas vai crescer comigo. “Dun Dun Dance” não parece ser aquela música que se torne atemporal e a assinatura de alguém, mas se “Nonstop/Dolphin” hitaram daquele jeito ano passado, é obrigação dos coreanos fazer o mesmo com “Dun Dun Dance” esse ano.


Hidden gem: My Doll

O EP novo do Oh My Girl surpreende por ser bem… morno. Todas as faixas do álbum seguem a mesma linha de músicas discretas com uma melodia doce e suave, com algumas delas quase soando como canções de ninar. Essa é uma descrição que poderia dar para “My doll”, que tem toda uma atmosfera mais calma e madura e, no final, deu certo comigo sendo uma faixa que me atingiu de uma forma bem gostosa dos versos aos refrões. Nada no “Dear OHMYGIRL” é muito destacável, mas “My Doll” me traz uma sensação relaxante e um sentimento muito amistoso ouvindo, e dentro desse mini álbum já é motivo suficiente para colocar como a pérola escondida desse comeback.

3 comentários em “Oh My Girl melhora seu pop simpático e inofensivo com “Dun Dun Dance””

  1. bem, se voce levar em conta que o sonho delas era fazer um comeback com uma vibe meio retro, entao obrigada wm, por fazer o mínimo! 🙏

    mas mesmo sendo miracle, preciso concordar que esse mini album foi meio 🥱 mas de qualquer forma acredito que elas vao hitar de novo com dun dun dance e é como dizem: se está pagando as contas, ta ótimo!

    Curtir

Os comentários estão desativados.