BLACKPINK anuncia a versão japonesa que não é totalmente japonesa do “THE ALBUM”

Como já era previsto, BLACKPINK anunciou a versão japonesa do THE ALBUM para o dia 3 de agosto. E como também já era previsto, a tracklist foi oficialmente revelada com as mesmas faixas do THE ALBUM oficial, com metade das faixas sequer sendo passadas para o japonês:

Não que eu estivesse esperando Selena Gomez e Cardi B estourando um japonês que elas não possuem em suas participações, mas me parece muito errado não rolar umas 3 linhas regravadas em japonês só pelas faixas serem em inglês. O álbum já não tem faixas originais e nem rolou uma grande divulgação em cima dele, poderiam ter feito esse mimo pelos fãs japoneses. Vamos para as capas:

Edição Limitada A (CD+DVD)

Edição Limitada B (CD+DVD)

Edição Limitada C (CD+DVD)

Edição Especial Lmitada BD (CD+BluRay)

Edição Especial Limitada DVD (CD+2DVD)

Edição Especial Regular A (CD+BluRay)

Edição Especial Regular B (CD+2DVD)

Eu torço para que isso sejam slipcases e que as capas estão, na verdade, bem escondidinhas (Tipo o “Finally” da Namie Amuro), mas acho que só vamos saber disso no dia do lançamento mesmo. Até lá eu dou minhas risadas com um álbum sendo lançado em 7 edições diferentes e as capas são: Preto, rosa, preto com filtro e rosa com filtro. Ah, e tem a capa da edição regular que, pelo menos, tem as gatas nela:

A única coisa interessante desse lançamento é que, nas edições especiais, vem um DVD/BluRay do THE SHOW. Não existe um lançamento oficial daquele show em mídia física, então isso deixa as coisas mais interessantes. Poderia ser um DVD/BluRay isolado ao invés de um bônus para edições especiais de um álbum de regravações japonesas em que metade das músicas nem serão regravadas? Poderia, mas acho que essa carta está sendo guardada para um futuro lançamento de DVD/BluRay para o mundo todo (O que seria um movimento esperto demais para a YG, mas vai que eles pensaram nisso para comemorar os 5 anos do grupo né).

CORREÇÃO: Já existe um lançamento físico do THE SHOW.

Nem isso para os japoneses terem como mimo exclusivo. Forças.

11 comentários sobre “BLACKPINK anuncia a versão japonesa que não é totalmente japonesa do “THE ALBUM”

  1. Vazou uma parte de ready for love que aparentemente estava em japonês, então não entendi pq não colocaram como inédita nesse álbum

  2. Em defesa da YG, as faixas que não foram passadas pro japonês são 100% em inglês, não são? Pelo menos “Ice Cream” era toda em inglês, se lembro corretamente.

    Enfim, a preguiça com a tracklist não me surpreende (acho até que os fãs devem agradecer pela versão japonesa do The Album não ter PERDIDO faixas em relação à versão original), mas as capas minimalistas… acho que até a capa do Greatest Hits das Spice Girls é menos preguiçosa (mentira, é ainda mais preguiçosa).

    Tomara que a BBC faça um trabalho melhor com o debut japonês do LOONA em setembro, ainda mais considerando que a versão japonesa de “PTT” está indo surpreendentemente bem por lá (muito longe de ser o hit do ano, mas pelo menos não é um fracasso monumental, e a BBC não está em posição de reclamar)… espero que venham com material novo – ou, se for pra só traduzir músicas velhas pro japonês, que pelo menos incluam as melhores faixas das units e dos solos.

    • Sim, o que não recebeu versão japonesa é por já estar tudo em inglês (Mas poderiam mexer umas duas linhas pra falar que se importam né)

    • Na verdade uns trechos do Rap da Lisa tem coreano, mas o resto é tudo inglês

  3. A criatividade da YG é de dar inveja kkk
    Provavelmente Ready For Love nem deva ser lançada, é apenas para iludir fãs do Preto e Rosa.

  4. Twice mostrando com seus lançamentos japoneses que não se faz um full album de 8 músicas.

  5. A yg sempre surpreendente no quesito promoção e produção. Poderiam ao menos colocar um inédito, mas tem fãs que gostam, fazer o quê.
    As capas é a pura preguiça, lembro de uma discussão que tive meses atrás com uma blink sobre as capas de cada mini álbum.

  6. YG sempre foi péssima no Japão. Bigbang e 2ne1 sempre teve uma promoção porca no Japão.

Os comentários estão desativados.