RECAP — Performances do Queendom Puzzle – Semi Final

Amanhã (graças a deus) acaba o Queendom Puzzle. O que começou como um programa com bastante potencial acabou em um show com trocentos episódios fillers e episódios ao vivo que duram 10 horas e que mostram bem porque o pessoal meio que parou de falar tanto assim do programa (Eu mesmo desisti de fazer recap no meio mesmo). Mas, antes da final, tivemos uma nova rodada de apresentações, com 3 grupos formados pelas 21 integrantes da semi final apresentando 3 músicas inéditas. Será que alguma delas salva tanto momento meia boca no programa? Veremos agora:

Kei, Miru, Jiwon, Riina, Soojin, Wooyeon, Suyun – Puzzlin’ (Prod. Young K)

Antes de mais nada vamos tirar o elefante branco dessas apresentações: Nenhuma das 3 músicas é boa. Elas variam entre o chato e o horrível, mas basicamente temos 3 tentativas sem graça de emular sucessos do momento. “Puzzlin'” é basicamente a versão inofensiva de “Kiss me More” da Doja Cat com a SZA, e já temos uma versão coreana competente dessa música (“Cupid” do FIFTY FIFTY), então não precisamos ouvir isso de novo. “Puzzlin'” é uma cópia ainda mais descarada e menos simpática.

A performance em si… Não sei se é por conta de ser ao vivo, mas o orçamento (Que já não era muito) caiu né? Botaram as monas para dançarem no palco e elas que lutem. Nenhum adereço, nenhum acessório, o cenário mais pobre que comeback stage no M!Countdown? ENFIM, tudo muito básico para combinar com a música básica. As meninas estão fofas, Kei e Riina estão uma graça (Embora a atuação da Kei… Gata tu é atriz de musical e só consegue servir essa carinha sofrida como adolescente apaixona de 30 anos que tu é?), mas nada que me prenda a atenção.

Yuki, Hwiseo, Yeeun, Dohwa, Fye, Yeoreum, Elly – i DGA (I Don’t Give A) (Prod. Bobby)

“i DGA” ganha pontos por ser a música mais diferente das 3 inéditas (As outras duas basicamente tem o mesmo mood), mas ô farofinha sem brilho de grupo nugu né. A música não se decide se é um farofão girl crush de bandida ou um farofão homossexual de boate, ela vai de um lado para o outro e parece que não chega a lugar nenhum. Os “i don’t give a” funcionam de um jeito que não gosto e o refrão é muito ruim. Apesar de ter certa facilidade em curtir farofas de gosto duvidoso (Seja a sério ou ironicamente), “i DGA” não funciona nem como música muito boa, nem como música muito ruim.

E ao vivo ficou pior. Sinto que nenhuma das meninas acerta o tom da música ao vivo e todas parecem não se encaixar no instrumental, seja por estarem “abafadas” dentro da produção ou por simplesmente serem muito ruins de ouvir. E como não tem nada no palco para me distrair disso, eu só penso em desligar o áudio disso. A coreografia talvez deveria ser o destaque mas ela é bem OK (Os rounds de dança serviram coreografias melhores) e tem uns momentos fofos que não combinam com o resto da faixa? É tudo muito estranho e desconjuntado ao vivo, que simplesmente não cola comigo e deixa a música ainda mais nugu ruim.

Bora, Yeonhee, Zoa, Jiwoo, Nana, Jihan, Juri – I Do (Prod. Ryan S. Jhun)

“I Do” é basicamente uma música que poderia ser lançada (e/ou recusada) pelo Oh My Girl depois de participarem do Queendom e conseguirem o sucesso que durou 2 anos… O que não é um elogio. A vibe fofa e adorável de “I Do” é a mesma de “Puzzlin'”, mas mais aguda menos “estilosa” em comparação. É um K-pop fofinho e a ideia de ser uma música de noiva é interessante para talvez viralizar em casamentos por aí mas, ao mesmo tempo, não me dá muita excitação. Acho que a execução da música no geral é pouco criativa, tudo meio derivativo e nada empolgante. Uma pena.

Já a performance foi a que mais gostei das 3. Ou a que menos desgostei, não sei. Mas achei legal que elas tiveram um personagem de “noivas aceitando o casamento” que elas seguraram até o fim, mas não entendi porque elas não se vestiram totalmente de branco (A saia jeans evangê da Juri… momentos). Algumas das monas mais expressivas estão nesse grupo, e isso funciona muito bem em uma música que precisa de algo mais carismático e vibrante para prender a atenção de quem assiste. É uma apresentação simpática, eu fiquei feliz vendo elas se divertindo e sorrindo no palco, e brilha um pouco mais levando em conta que as outras duas apresentações são bem chatas. Mereciam a vitória ao invés do time “i DGA” (Que venceu esse round).

Um comentário sobre “RECAP — Performances do Queendom Puzzle – Semi Final

  1. Acabei de ver a formação do grupo final e… bom, não era a formação que eu queria, mas pelo menos é uma formação boa. Em compensação, o nome do grupo é horrível.

    Foi bom enquanto durou. No mais, Lim Dohwa, orgulho de ser fã.

Os comentários estão desativados.