Sunmi está de volta com mais uma de suas visões de “Sunmipop” em “LALALAY”

Sunmi está de volta com seu primeiro comeback “pra valer” de 2019 (Já que “Noir” foi divulgado como single da turnê, basicamente). Esse também é o primeiro single da Sunmi desde o fim da “trilogia” de debut da cantora fora da JYP, então a expectativa era de uma sonoridade totalmente distante do que a Sunmi vinha entregando em seus últimos lançamentos. E ela conseguiu fazer isso com “LALALAY” (Agora se ficou bom ou não vai de vocês):

Quando anunciaram que a nova música seria uma mistura de Latin Pop com Dancehall eu esperava que Sunmi ia incorporar La Rosalia e ser a maior latina da Coreia do Sul com esse comeback, mas acabou sendo mais uma aventura da Sunmi em busca do seu “Sunmipop”, que nada mais é do que um monte de experimentos sonoros por parte de uma Sunmi tentando fugir do pop mais convencional e criando algo mais único para a discografia dela. Pelo menos comigo esse esforço funciona, pois até agora não tem um single dela que eu ache genuinamente ruim (Um ou outro single mais fraquinho mas nada comprometedor), e é um caminho interessante que a destaca nessa atual geração do K-pop (Indo numa direção totalmente oposta ao da Chungha, por exemplo, que já traz músicas com elementos bem mais familiares para os ouvidos de uma pop bitch e consegue o mesmo êxito e destaque). “LALALAY” nutre essa ideia de algo único dentro do K-pop, o que mostra uma Sunmi inspirada e criativa mas, nesse comeback, isso acaba sendo só um ponto. Nem negativo, nem positivo. Um ponto.

“LALALAY” não é a melhor música da Sunmi nem daquelas que já gritei “UAU QUE HINO” na primeira ouvida. Como eu me entrego fácil por tudo que essa mulher faz só precisei de umas 4, 5 ouvidas para já dançar loucamente como a festeira que Sunmi quer despertar em todos nós com esse single, mas foi meio complicado lidar com algumas partes da música (Especialmente a bridge que ainda acho bem ruinzinha). Minha parte favorita é quando o refrão surge de forma mais psicodélica contrastando com os versos, pra mim ficou na medida certa para bater e empolgar, mas no fim essa música ganha mais pontos comigo por ser a Sunmi lançando, ficando no meio termo entre os singles dela pós-JYP (Não acho melhor que Siren e Gashina mas acho mais forte que Noir e Heroine).

Eu gosto de como a Sunmi permite se ousar mesmo sabendo que, a essa altura, poderia lançar qualquer demo aí que ainda bateria o topo dos charts, e gosto mais ainda quando consigo aproveitar bem toda essa ousadia. Mesmo que “LALALAY” não seja 100% o hino do pop para mim, acredito que faz parte do processo que a Sunmi escolheu para desenvolver sua discografia e isso está sendo bem positivo (Pelo menos pro meu gosto pessoal que curte quase todas as músicas da Sunmi). Agora a lenda bem que poderia trabalhar em álbuns né?! Eu não sei até que ponto a Sunmi tem controle disso, mas é meio chato ficar lançando muitos singles digitais a ponto de sua discografia ser basicamente isso (Já é o 5º digital single de 7 lançamentos solo dela) e isso não faz muito sentido considerando que a Sunmi não é nenhuma flopadinha que tem que juntar as moedas para conseguir lançar um singles. E os EPs da Sunmi são muito proveitosos, deviam trabalhar mais nisso e criar um catálogo com mais conteúdo para a cantora (Mas com muita fé o álbum vem no próximo comeback).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s