Uma timeline detalhada com todas as formações relevantes na história do Nine Muses

Nine Muses é um dos grupos mais adorados pela fanbase pela quantidade de hinos lançados em sequência, a beleza conceitual das integrantes (O grupo foi propositalmente formado por modelos para justificar o título de “musas”) e o fardo de injustiçadas que elas carregaram durante seus quase 9 anos de carreira por acumularem a incrível marca de zero hits. Mas outro fato que marcou não só o grupo como o 2º escalão do K-pop foram as constantes mudanças de integrantes na formação, além da piada interna que era o grupo quase nunca ser formado por nove integrantes. Como hoje em dia a fanbase cresceu muito e muita gente não viveu esse tipo de bagunça que fez grandes momentos do K-pop, hoje vou fazer uma utilidade pública para a fanbase com uma timeline lindona com todas as formações relevantes que o Nine Muses já teve. Algo que você pode ver na wikipedia, mas só aqui tem uns hinos ilustrando a publicação né?!

Agosto/2010 — 9 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Jaekyung, Rana, Bini, Lee Sem, Eunji, Sera, Euaerin, Minha, Hyemi
Lançamentos: “Let’s Have a Party” (Single)

Formação que debutou o grupo com “No Playboy”, gongadíssimo no lançamento e considerado um dos piores debuts do K-pop. Não acho que seja pra tanto, acho a música uma delicinha e acho que envelheceu bem, na medida do possível, mas enfim né, cada um é cada um. O grupo também chamou a atenção da mídia pela sua formação de 9 integrantes rivalizando com o outro girlgroup de 9 integrantes da época, e com SNSD vivendo o auge ficou difícil pras coitadas viverem sem o hate da fanbase surtada da época.

Outubro/2010 — 9 integrantes

Sem-Título-1

Lineup: Rana, Bini, Lee Sem, Eunji, Sera, Euaerin, Minha, Hyuna, Hyemi
Entrou: Hyuna
Saiu: Jaekyung
Lançamentos: Nenhum

LOL A formação original durando 2 meses e Jaekyung já pulando fora do barco para se dedicar exclusivamente na carreira de modelo, mas a Star Empire já correu para adicionar Hyuna no grupo e manter a formação de 9 musas. A formação não conseguiu lançar músicas novas e durou uns 2 meses antes do grupo voltar a perder integrantes, mas essa em específico é relevante na lista de lineups pois continuou com as promoções de debut do Nine Muses com “Ladies”, diferente de outras formações que o grupo teve em tempos que esteve inativo. “Ladies” é a b-side do “Let’s Have a Party” e foi melhor recebida que “No Playboy”, com muita gente acreditando que essa música seria uma escolha melhor para o debut do grupo ao invés de “No Playboy” e teria obtido melhores resultados para as musas no início de carreira.

Agosto/2011 — 7 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Lee Sem, Eunji, Sera, Euaerin, Minha, Hyuna, Hyemi
Saíram: Rana, Bini
Saiu e voltou: Euaerin
Lançamentos: “Figaro” (Single Digital)

Em Janeiro de 2011 Rana, Bini e Euaerin saíram do Nine Muses para se dedicar em novas carreiras (Alguns anos depois a Rana simplesmente jogou pra cima dizendo que saiu do grupo porque não era cantora). Porém, em abril, Euaerin acabou voltando pro grupo, que promoveu com 7 integrantes no seu primeiro comeback com “Figaro”. Embora o single seja melhor que “No Playboy” e o hate por terem 9 integrantes tenha passado (Afinal agora elas eram 7), “Figaro” não fez muito pela popularidade do grupo que só ia crescer alguma coisa com o comeback seguinte. Na época a Star Empire também cogitou mudar o nome do grupo para “Sweet Candy” por conta das pessoas confusas/fazendo piada por elas não terem 9 musas na formação, mas acabaram mantendo o Nine Muses pois a Star Empire ia botar mais duas musas na formação nos anos seguintes.

Janeiro/2012 — 8 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Lee Sem, Eunji, Sera, Euaerin, Minha, Hyuna, Hyemi, Kyungri
Entrou: Kyungri
Lançamentos: “News” (Single Digital), “Sweet Rendezvous” (EP)

Em janeiro de 2012 Kyungri foi adicionada no grupo para o lançamento do novo single “News”, e ela se tornou bastante popular logo em sua estreia por conta de sua estonteante beleza. Essa popularidade da Kyungri e a farofa fortíssima (Uma das melhores da carreira das musas) ajudaram também nos rankings do Nine Muses, com “News” conseguindo seu primeiro Top 40 no Gaon Chart e se tornando a música mais baixada das musas, e pouco tempo depois o grupo finalmente lançou seu primeiro EP “Sweet Rendezvous”. A faixa título foi a diferentíssima e ainda ótima “Ticket”, fugindo dos sintetizadores EDM habituais da época e gerando comparações divertidas até com o nosso Tecnobrega por aqui, que na época também estava bombando liderado pelo sucesso da cantora Gaby Amarantos. O EP, que também vem com os singles “News” e “Figaro” conseguiu o 6º lugar no chart de álbuns, e o single manteve o Top 40 pras musas, embora possua acumulados mais tímidos.

Janeiro/2013 — 9 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Lee Sem, Eunji, Sera, Euaerin, Minha, Hyuna, Hyemi, Kyungri, Sungah
Entrou: Sungah
Lançamentos: “Dolls” (Single), “Wild” (EP), “Prima Donna” (Álbum), “Glue” (Single Digital)

No início de 2013 Sungah foi adicionada no grupo, que finalmente voltava a justificar o nome do grupo com 9 integrantes na formação. Embora essa lineup tenha durado só 1 ano, foi a que mais conseguiu lançar singles (4 lançamentos em um ano, JYP se inspirou nelas para montar o calendário do TWICE), a única a lançar um full album (“Prima Donna”) e rendeu seus primeiros singles no Top 20 (“Dolls” e “Gun”).

Em termos de qualidade, entretanto, foi uma formação muito instável para mim, rendendo duas músicas bem fraquinhas e dois grandes hinos para os gays. “Dolls” só serviu para receber acusações de plagiar “Heavy Rotation” do AKB48, pois a música é bem bobinha por si só e o MV não tem nada a ver com elas, diferente de “WILD” onde elas serviram mulheres gostosas em preto, branco e vermelho numa fritação de boate das mais icônicas que o K-pop já serviu. Em termos de charts na Coreia “WILD” não tem grandes números (São até menores que “Dolls”), mas internacionalmente é fácil a música assinatura das musas e recomendação obrigatória não só para conhecer o grupo como também apresentar o K-pop em si. “GUN” me lembra muito “Ticket” pela escolha instrumental pouco usual para um single de K-pop, sendo mais fraquinha em comparação e sem muita força pra ser single de um álbum de estúdio (No máximo um follow up com “WILD” sendo single principal), mas valeu pelo MV servindo visuais no conceito de FRENTISTAS que outros girlgroups já serviram, mas NO MEIO DO DESERTO só elas mesmo. Por fim tivemos “Glue”, que meio que passou batido na Coreia pelo fato de ser só um digital single e pelo orçamento limitadíssimo do MV, mas ainda é uma farofa meets disco music maravilhosa e também um dos MVs mais sensuais da carreira do grupo pra mim.

Janeiro/2015 — 8 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Euaerin, Minha, Hyuna, Hyemi, Kyungri, Sungah, Keumjo, Sojin
Entraram: Keumjo, Sojin
Saíram: Lee Sem, Eunji, Sera
Lançamentos: “Drama” (EP), “9muses S/S Edition” (EP), Lost (EP)

2014 foi um ano de muitas baixas para as musas. Logo em janeiro Lee Sem e Eunji saíram do grupo para se dedicar em diferentes carreiras (Na época elas ainda mantiveram contrato com a Star Empire), e em junho Sera também anunciava que estava fora do grupo (Fun fact: Hoje em dia Sera mantém um canal no YouTube bastante interessante para os kpoppers com pautas relevantes para a fanbase, tipo Unboxing e Reactions. Seus últimos vídeos, por exemplo, são falando sobre o Loona e o Loonaverso, e os vídeos são em inglês pois a fadinha é acessível com os fãs internacionais). O grupo só foi promover trabalho novo em 2015 com o EP “DRAMA” e duas novas integrantes: Sojin (Que já havia participado de Nasty Nasty, uma unit junto com Kyungri e alguém do ZE:A e Keumjo.

Mais uma vez o grupo conseguiu emplacar vários comebacks no mesmo ano lançando 3 EPs com a mesma formação, e “DRAMA” ainda rendeu o maior peak das musas no Gaon Chart (#13), mas a única coisa realmente memorável delas naquele ano foi “Hurt Locker”, comeback temático de verão que ofuscou todos os outros comebacks de verão daquele ano por tamanha excelência (De longe um dos melhores singles com temática de verão que a Coreia já desovou). “DRAMA” até que funciona nisso de pop mais retrô mas a música é muito pouco comentável e um pouquinho básica demais para o catálogo das musas, e “Sleepless Night” só se destaca por ser a primeira produção delas com o Brave Brothers, que já havia trabalhado com todos os girlgroups 2º escalão possíveis na época então só deve ter sobrado essa demo mais baratinha e desinteressante para o grupo usar.

Setembro/2016 — 6 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Hyuna, Hyemi, Kyungri, Sungah, Keumjo, Sojin
Saíram: Euaerin, Minha
Lançamentos: “Muses Diary” (EP, Nine Muses A)

Em 2016 Nine Muses viveu o seu grande momento com seu primeiro concert “Muse In The City” em fevereiro, mas esse auge não durou muito com o anúncio da saída definitiva de Euaerin e Minha do grupo em junho. Essa formação também não lançou nada para o grupo principal, mas é válido nos meus critérios pois foi nessa formação (Oficialmente falando) que surgiu a “Sub-unit” do grupo Nine Muses A (Que tempos depois se tornaria a última formação do grupo principal), lançando a descartável “Lip 2 Lip”.

Junho/2017 — 4 integrantes

Sem-Título-1.png

Lineup: Hyemi, Kyungri, Keumjo, Sojin
Saiu: Hyuna
Entrou em “hiatus”: Sungah
Lançamentos: “Muses Diary Part 2: Identity” (EP), “Muses Diary Part 3: Love City” (EP, relançamento), “Remember” (Digital single)

Menos de 1 mês depois do lançamento de “Lip 2 Lip” Hyuna anunciava sua saída do Nine Muses por conta da não renovação do contrato, então o grupo ficou com 5 integrantes até o anúncio do comeback com o “Muses Diary Part 2: Identity”, onde elas promoveriam com 4 integrantes pois Sungah anunciava seu hiatus para se dedicar a carreira de DJ (KKKKKKKKKKKK A gata preferindo discotecar ao invés de ficar num grupo de K-pop). Como essa safadeza de hiatus durou até o fim do grupo a gente pode falar que ela bateu perna do grupo enquanto deu né.

Nine Muses voltava a lançar bons bops (Algo que a gente não via do grupo desde “Hurt Locker”), mas era tudo meio nugu e sem orçamento então ficava mais evidente que o fim das musas estava chegando (Reparem que a Star Empire nem fez mais questão de manter o número de musas próximo a 9). “Remember” é uma faixa que emula um som mais sombrio e dramático, explodindo num refrão EDM que super combinou com a música e ficou incrível, e “Love City” é farofão pra gays darem close na boate, ou seja: Zero defeitos. O grupo ainda viu em vida a Kyungri debutar solo em 2018 com a espetacular “Blue Moon” antes de se despedir do público esse ano com a baladinha “Remember”.

Nine Muses deu muito orgulho para os kpoppers durante essa década, servindo hinos que, embora não tenham alcançado muitas pessoas, certamente vão durar nas playlists de vários viadinhos fãs do grupo e kpoppers que sentem um carinho especial por elas. Se faltou sucesso para o grupo sobreviver hoje em dia, sobrou música boa para a gente escutar sempre.

11 comentários em “Uma timeline detalhada com todas as formações relevantes na história do Nine Muses

  1. Lembro que o Bruno do AsianMixtape falou que Love City parece até farofa de drag queen. Até agora não vi uma drag queen performando o hino (gostaria), mas já vi essa gay italiana fazendo carão com a música num shopping. Cata essa magreza:

    Curtido por 1 pessoa

  2. Em outras notícias, não sei se vocês viram, mas a ex-baterista do AOA gravou um vídeo dela tocando a música nova do grupo na bateria… e isso me faz pensar se não seria uma boa a FNC trazer ela de volta.

    Sim, o AOA Black tá morto e enterrado (ainda mais com a saída da Choa e principalmente da Mina, que era a única que sabia tocar contrabaixo), mas sei lá, ela podia ficar tocando bateria ao fundo (mesmo que a bateria nem consiga ser ouvida por cima da base pré-gravada) enquanto as outras cinco ficam na frente dançando, fazendo playback e piranhando gostoso pro público. Bem ou mal, os fãs do AOA ainda gostam bastante dela, e a julgar por esse cover de bateria, imagino que ela ainda gosta do AOA.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s