Lembram quando “Born This Way” da Lady Gaga foi acusada de plagiar “Be Happy” do SNSD?

Como hoje foi uma segunda atípica no K-pop e ninguém lançou nada para ser comentado, vou usar aquele truque esperto que eu sei que vocês adoram para render pauta: Reviver assunto velho. E hoje voltamos para o ano de 2011, quando o mundo estava aos pés de Lady Gaga e todos ficaram de quatro para o lendário comeback da cantora com “Born This Way”, primeiro single do segundo álbum de estúdio da cantora:

“Born This Way”, como todo mundo sabe, foi um grande sucesso e abalou o planeta logo no seu lançamento, afinal era o comeback da FUCKING LADY GAGA e todo mundo queria saber o que ela poderia entregar depois da audaciosa era “The Fame/Monster”. Falando sobre se amar do seu jeitinho, “Born This Way” se tornou um hino das playlists LGBTQIA+ mundo afora, e tem como um fato curioso ser a primeira música com a palavra “Transgender” (Transgênero) a alcançar o #1 na Billboard Hot 100, além de ser a milésima música a alcancar o topo da parada dos Estados Unidos. Um marco na carreira da Lady Gaga, “Born This Way” é um dos singles mais vendidos da carreira da cantora.

Mas o sucesso da música trouxe também algumas polêmicas envolvendo plágio. Logo no lançamento a música foi acusada de plagiar “Express Yourself” de uma tal Madonna (Fazendo a própria Madonna cantar um mashup das duas músicas em um show de sua turnê), mas o que interessa para esse blog é que, alguns dias depois, a música foi acusada de plagiar “Be Happy”, do SNSD, lançada em 2010 como parte do segundo álbum de estúdio do grupo, “Oh!”.

As duas músicas possuem tantas similaridades que até rendeu um vídeo comparando as duas faixas e mostrando as similaridades entre elas:

E esse vídeo/essa acusação fez tanto barulho que chegou a virar matéria no programa Acesso MTV, da antiga MTV Brasil, em um dos grandes (E mais ankward) momentos da relação Brasil/K-pop com Marimoon e Titi Muller desenrolando a situação em um malabarismo de argumentos para justificar o fato das duas músicas serem tão parecidas, rendendo essa icônica justificativa por parte da Marimoon:

“[…] Existe uma coisa que se chama ‘inconsciente coletivo’, gente. Quer dizer que as pessoas tem influências e referências quando elas vão criar qualquer coisa que seja, desenho, música, roupa, etc. E acontece de terem pessoas em lugares opostos do globo terem as mesmas referências e criarem coisas parecidas.”

O ano era 2011 e a fanbase de K-pop não tinha a mesma expressão que tem hoje em dia, então as duas não foram tão arrastadas como seriam se falassem isso em 2020.

Como também é falado no vídeo, o E-Tribe (Produtor de “Be Happy”) tomou conhecimento das acusações e reconheceu que a melodia e o flow das duas músicas são bem parecidas, e entraria em contato com os produtores de “Born This Way” para saber mais detalhes sobre tudo isso. Dias depois o E-Tribe veio a público falar que não tomaria ações imediatas, uma vez que os especialistas que ele consultou tinham opiniões divididas sobre o assunto, e algumas partes das duas músicas dificultavam a sustentação das acusações. E eu acho que ficou por isso mesmo pois nunca mais o assunto se desenvolveu.

Assim, se fosse para chutar o que rolou, eu não diria que foi um “inconsciente coletivo” que fez duas músicas soarem tão parecidas, mas sim que a mesma demo foi vendida para os dois lados e eles trabalharam do jeito deles. Afinal, essa não foi a única vez que o SNSD esteve em rolês de músicas suspeitamente parecidas na sua carreira:

Em 2012 o SNSD lançou “Dancing Queen” como single antes do seu comeback com “I Got A Boy”. Muita gente estranhou a similaridade absurda da música com “Mercy”, grande sucesso de 2008 da cantora Duffy, mas existe uma explicação: Era para “Dancing Queen” ser lançada em 2008 como um remake de “Mercy”, e serviria como faixa principal do segundo álbum de estúdio do grupo. Porém, alguns problemas legais impediram o lançamento da faixa e fizeram a SM mudar os planos na época, transformando esse segundo álbum em um EP e lançando, no início de 2009, o que viria a ser a faixa assinatura do SNSD.

Até no Japão aconteceu de dar problema com faixas muito parecidas por conta de “Born To Be a Lady”, lançada em 2011 no primeiro álbum japonês do Shoujo Jidai, ser idêntica a “Mistake”, faixa de Demi Lovato lançada no álbum “Unbroken”, naquele mesmo ano. A justificativa é mais simples: O mesmo time de compositires é creditado nas duas músicas, logo eles usaram a mesma demo para produzir as músicas da Demi e do SNSD, e calhou delas serem lançadas oficialmente.

Acredito que esse foi um dos poucos momentos em que a música americana e coreana se encontraram e botaram suas fanbases para se estapearem na internet antes da explosão (pra valer) do K-pop com “Gangnam Style”. E a situação era muito engraçada pois envolvia a fodona da música pop (Gaga) e as fodonas do K-pop (SNSD) naquela época, e o meu eu de 14 anos não estava entendendo nada do que estava rolando (Sim, já tive meus tempos de SONE e eu felizmente já superei). E claro, a proporção que isso tomou fazendo até a MTV Brasil usar isso como pauta nos seus programas é engraçado até hoje. De qualquer forma “Born This Way” é, até hoje, um clássico da música pop, e “Be Happy” vai morrer como uma album track obscura desse álbum do SNSD, então essa situação só serve para a gente contar história mesmo.

9 comentários em “Lembram quando “Born This Way” da Lady Gaga foi acusada de plagiar “Be Happy” do SNSD?

  1. Se levar em consideração que a própria fanbase do SNSD (Vulgo eu) prefere mais as b-sides do Lion Heart e Holiday Night, ninguém deve mesmo lembrar que Oh! tem essa b-side (ainda mais com mto sone tacando esse álbum na fogueira por detestar do início ao fim)

    Curtir

  2. Eu me lembrei dessa treta enquanto lia. Na época me calei e fiquei com vergonha_ na época, conheci uns fãs da Lady Gaga que foram bem mais hostis e com comentários bem xenofobicos.
    Na época fiz a egípcia_ pois já tinha me envolvido numa treta grande com a fanbase do Super Junior e Big Bang_ e então os fãs da Lady Gaga são mais numerosos e sei lá…
    As coisas eram tão loucas, que só Jesus na causa hahahaha.

    Curtir

  3. Realmente, pouco provável que esse plágio tenha acontecido.

    Agora, que Born This Way é MUITO parecida com Express Yourself, é. Pode não ser plágio, mas foi muita cara de pau da Gaga dizer que se inspirou na Whitney Houston e não na Madonna na hora de fazer essa música.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s