Stray Kids está de volta com… isso aí

Stray Kids está de volta com seu primeiro comeback depois de vencer o Kingdom. E o 2º álbum coreano “NOEASY” tem um nome bem apropriado, pois a faixa principal do comeback “Thunderous” realmente não é algo fácil de lidar:

Essa é mais uma daquelas músicas em que eu falo “meu deus que música horrorosa” e aí surge um bando de fãs do nada falando “Seu recalcado de merda essa música traz as raízes da cultura coreana com um toque de surrealismo e avançando para o futuro trazendo um marco da música pop, e você seu merdinha devia se matar” porque, bem, fanbases são assim, a internet é assim e a gente vai levando né. Como não estou aqui para militar sobre o comportamento de pessoas na vida virtual ou coisa do tipo, só vou repetir isso: Meu deus que música horrorosa.

“Thunderous” obviamente tenta beber da fonte de “God’s Menu”, outra música péssima mas que inexplicavelmente foi aclamada em vários becos ao redor do mundo e foi considerada uma das melhores músicas do K-pop. Dessa vez, “Thunderous” tenta ser ainda mais forte nos barulhos agressivos, vozes grossas e atitude, mas tudo força demais e eu só fico chateado de perder uns minutos da minha vida ouvindo uma música que tenta martelar e entrar na minha cabeça na marra. Tudo nessa música me desconforta, com destaque para o refrão que, além de irritante, parece com qualquer tryhard que a Coreia desova por aí. Funciona para quem gosta dessa coisa meio noise, mas para mim só foi perda de tempo.

É óbvio que o Stray Kids não lança singles e faz comebacks para agradar o meu gosto musical, e está tudo bem. A essa altura eu não espero que o grupo fuja desse tipo de som (Até porque foi isso que fez o grupo vender álbum que nem água), mas como fugir desse grupo está ficando cada vez mais difícil, acho que é mais fácil dar chances para ver se, por algum acaso, eu goste de alguma música que eles lancem. Não foi com “Thunderous”, mas eles vão ter muitos comebacks para acertarem em pelo menos um.

E esse comeback rendeu o Felix de peruca loira rebolando e botando o cu pra jogo como se fosse a Pabllo Vittar do K-pop, então acho que estamos no lucro.

Para mais (vários) momentos em que sou extremamente amarga com boygroups sem nenhum motivo plausível, siga o Pop Asiático.jpg no twitter: @popasiaticojpg

15 comentários em “Stray Kids está de volta com… isso aí”

  1. Que música horrorosa, consegue ser pior que Gods Menu_ essa ao menos achava a coreografia legalzinha, mas claro, assistindo no mudo_
    Esses meninos parecem que gritam e não cantam, e o instrumental mais alto ainda. De acréscimo com os cortes bruscos nesse mv deixando horroroso.
    O pior que achei da hora dois comeback deles no passado porque eles maneravam a mão um pouco.
    Se já elogiei eles antes, foi pelo passado, agora não mais.
    PS. O Félix é o coitado que tem o cabelo sacrificado todo comeback? Que aplique feio.

    Curtir

  2. Só uma correção no post,Dougie : o Stray Kids não vendeu álbum que nem água,a JYPE que comprou esses álbuns porque queriam que eles vendessem mais que o Twice. Tanto que os coreanos tiraram sarro deles dizendo que eles nem sequer tem um hit,mas são quase million seller e que a JYP era muito cara de pau de ter comprado aqueles álbuns todos pra poluir a Coreia.

    Curtir

  3. Eu gostei demais, claramente eu sou o tipo de pessoa que gosta dessa coisa meio noise, e o álbum tá bem diversificado sonoramente até. Como fã saí satisfeita, mas visivelmente Stray Kids não é pro gosto da maioria da blogosfera kkk

    Curtir

  4. Logo pelos primeiros segubdos deu pra perceber que ia ser algo no estilo “Cenourinha de ser” (God’s Menu), o refrão veio pra confirmar. O resto da música eu achei meio Back Door. Bem, olhando o lado bom da coisa da pra eu estourar os ouvidos da praga da minha vizinha, então tô feita. Valeu Stray Kids

    Curtir

  5. Esse garoto tem o rosto bonito mas só aparece com roupa/cabelo/maquiagem HORROROSOS por Deus

    Sobre a música nem falo nada pois não me odeio o suficiente pra ter tido coragem de ouvir

    Curtir

    1. É, o dono do canal deve gostar bastante do BTS e TXT que pagam qualquer um para compor letras e os meninos só cantam e dançam e nada além disso… sei que alguns próprios compõem mas é muito fácil para eles… últimos singles do BTS e álbum atual do TXT o digam…

      E têm muitos fãs do BTS e TXT por aqui, obviamente…

      Curtir

  6. Como que pode esses meninos terem debutado a quatro anos e não terem lançado um single REALMENTE bom? Eu entendo que essa imagem de garotos fodões venda na Coreia, mas custava lançar alguma música que não seja só gritaria e drops? (E olha que eles já tentaram algo diferente algumas vezes, por exemplo com aquela sem sal “Get Cool”). Há tanta tantas coisas acontecendo e raps aleatórios nas músicas deles (nessa, em especial) que é até difícil apreciar as vozes dos vocalistas principais.
    Isso sem contar que o fandom deles é cheio de surtadas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Siim. Até essa temática de “fodões” do kpop pode render músicas boas. Mas, parece que os bgs tem uma fonte de samples ruins e barulhentas e só tiram suas faixas de lá

      Curtido por 1 pessoa

    2. Eu tenho é raiva desse negócio de “conceito badass”. Os girlgroups começaram a fazer esse conceito porque viram que o Black pink deu certo.

      É uma baixaria total.

      Eu acho também que eles usam esse conceito para dar uma impressão de “grandiosidade” e “grande impacto” na música/MV. Por isso que algumas fãs estavam falando que o “God’s menu” é uma obra de arte

      Curtido por 1 pessoa

  7. Eu ja desisti do Stray Kids, pexte tanta musica ruim, que refrão ruim meu deux, eu nem aguentei terminar de ver o MV
    Mas os fãs tuuudo deitando pra isso

    Curtido por 1 pessoa

Os comentários estão desativados.