As 10 músicas mais pau-mole do K-pop em 2020

Passamos uma semana aí aclamando as melhores músicas que o Asian Pop desovou em 2020, mas você, leitor assíduo desse e/ou de outros blogs fundo de quintal, está aqui pela bagunça: Quer ver uma baixaria generalizada, um monte de gente caindo de paraquedas e xingando esse blogueiro como se não houvesse amanhã, uma cadeira voando, a mãe sendo esculhambada, TUDO isso porque não aceitam que alguém pode achar a música do fave horrível. Então, criando uma tradição aqui nesse blog, vou listar as 10 músicas mais pau-mole do K-pop em 2020.

Uma música pau-mole não quer dizer (necessariamente) uma música ruim, e tem músicas aqui que eu acho até aceitáveis. Mas são músicas que, dadas as situações dos envolvidos, são xoxas, capengas, mancas, anêmicas frágeis e inconsistentes. Ou seja, grandes decepções pessoais). E vale destacar o “pessoal” aqui porque, embora ninguém leia esse disclaimer, é sempre bom ressaltar que isso aqui se trata de opiniões meia boca que só são verdades absolutas para quem escreve essa joça. Ah, e também são opiniões de coisas que eu minimamente acompanhei ou pelo menos ouvi esse ano, afinal eu só posso opinar sobre o que eu ouvi. Por exemplo: Monsta X provavelmente lançou uma porcaria horrível para a Starship continuar pagando os pecados depois de disbandar o SISTAR, mas eu não me importo com o que eles lançam então eles não tem chances de aparecer por aqui.

Explicações dadas, vamos dar início ao Top 10 com…

10º lugar — cignature – ARISONG

cignature, pra quem não conhece, é um desses grupos que batalhou para conseguir um Top 1000 no Melon (É sério) e vem sendo indicado aos prêmios de rookie do ano mais por falta de concorrência mesmo. Uma característica forte do grupo em 2020 foram essas farofas bagunçadas com uns gritos rolando ali e acolá, e isso até que resultou umas coisas legais (ASSA quase entrou no Top 100 do ano), mas ARISONG não é uma delas. Pensa numa gritaria broxante, bagunçada e irritante? Isso é o refrão de ARISONG. Se fosse só os vocais agudíssimos até dava pra perdoar, mas o conjunto da obra… Meu deus que coisa irritante. Desejo muita sorte pro grupo não repetir essa fórmula em 2021 e não acabar de vez com a audição do K-popper que ouve qualquer tranqueira por aí (Oie).

9º lugar — GFRIEND – Crossroads

Parabéns pro GFRIEND que teve um ano muito bom, a ponto de uma b-side garantir um Top 3 das minhas músicas favoritas de 2020. Mas ó: Quase que tudo dá errado em Crossroads, uma faixa estacionada no tempo e mais uma tentativa sem graça de emular “Time For The Moon Night”, com o bônus dela ser mais trabalhada na emoção da orquestra do instrumental, o que deu um certo sono ouvindo. Esse foi o 1º comeback do grupo com suporte da Big Hit (Que tinha acabado de comprar a Source Music) e a gente contava que agora as coisas iam mudar… E bem, não mudou. Foi um vídeo com mais orçamento para uma música cantada 400 vezes pelo GFRIEND e ninguém aguentava mais.

8º lugar — Taeyeon – Happy

Eu não esperava a Taeyeon lançando algo melhor que “Spark” porque assim, já foi um parto ela conseguir música melhor que “I”, então não tinha motivos para esperar ela acertar em dois anos seguidos. Mas “Happy” é o tipo de coisa que eu ouço e falo: Por deus, Taeyeon. Além dessa música parecer um negócio que o SNSD lançaria em 2008~2009, ela tenta imprimir uma doçura nos vocais que simplesmente não consegue mais vender (Não é possível a Taeyeon que adora falar que odeia os aegyos do SNSD se convencer de lançar… isso). Volta pras demos de Adele e R&B safados, mulher, e aposenta de vez esse personagem aí.

7º lugar — Kai – Mmmh

A Coreia adorar Justin Bieber a ponto de todo mês algum idol mainstream (E toda semana algum cantor mais underground) emular alguma demo do catálogo dele é algo que ainda não caiu a ficha (Porra, Coreia). Mas de todos essas recriações, o debut do Kai com “Mmmh” é a mais broxante delas porque não valoriza ele nem como performer nem como gostoso. A música simplesmente não vai a lugar nenhum enquanto ele só geme com alguns dos figurinos mais questionáveis de 2020. A única coisa que o Kai precisava fazer era pegar uma demo do Taemin e ele já seria aclamado por toda a nação, mas ele não fez isso e merece estar nessa lista.

6º lugar — Treasure – Boy

Não que eu espere alguma coisa de boygroup da YG considerando que sempre que tenho chance eu falo como o MADE é horrível e o iKON é pavoroso (Aliás, iKON morreu? Passou 2020 e eu nem ouvi falar desse grupo), mas tá aí a YG debutando outro boygroup já com um projeto de full album enquanto os blinks tiveram que mendigar por anos aquela miséria de álbum de 8 músicas. E, ó, se uma música bate-estaca do BLACKPINK já é triste em níveis, uma música bate-estaca do BLACKPINK cantada por um bando de moleques é pior ainda. Eu espero que a fanbase deles esteja melhor alimentada com os outros singles deles pois eu nem me dei o trabalho de ouvir o grupo depois desse debut.

5º lugar — IZ*ONE – Secret Story Of The Swan

IZ*ONE é um grupo que já tem uma data pra morrer, então não acho que elas precisavam sair da fórmula sonora da trilogia de debut pois, por mais repetitiva que fosse, uma hora acabava. Mas elas mudaram, e o resultado foi essa barulheira horrorosa e sem nenhuma harmonia, onde é cada uma por si para arranjar seu tempo de brilho na música e cada segundo vai deixando “Secret Story Of The Swan” mais morto. Não precisam me contar o segredo do cisne, eu já ouvi e queria que mantivesse em segredo mesmo.

4º lugar — ENHYPEN – Given-Taken

Eu poderia botar o BTS aqui só pelo shock value, afinal os meus leitores quase que clamam para eu gongar o grupo em qualquer oportunidade (E olha que “Life Goes On” quase que PEDIU para aparecer aqui). Mas a pior música do BTS lançada esse ano caiu no colo de mais um debut masculino broxante do K-pop esse ano, pois “Given-Taken” é uma faixa chupadíssima dos veteranos. Sério, desde a intro parece uma demo do BTS indo naquela linha de “Meu deus lá vem mais uma bobagem pra fã bancar o cult… E não é que veio isso aí mesmo?! Já no aguardo das teorias conectando os comebacks desses moleques ao que apareceu no debut, mas a Big Hit precisa entender que não precisamos de mais protótipos do BTS no mundo.

3º lugar — Mamamoo – AYA

A melhor definição para esse comeback do Mamamoo é que a música mais promete do que acontece. O início da faixa é promissor e você espera que a música vai crescer e ficar cada vez mais interessante, a ponto de chegar num auge maravilhoso que vinga uma música incrível. Mas chega uma hora que você nota que isso não vai rolar. E uma música que já fica morna o tempo fica pior com o break final que nem pela piada de parecer um funk funciona. No geral, “AYA” mama muito do que já dão pra Hwasa em carreira solo (Poderia ser um single mais ou menos dela depois de “Maria”, inclusive), mas o grupo todo tem vozes diferentes demais para acompanhar tão bem, e aí resulta nessa música que ninguém faz questão de fingir que existiu.

2º lugar — BLACKPINK – Ice Cream

Outra música que não acontece absolutamente nada né. Quer dizer, o rap da Lisa depois ficou memorável como uma das coisas mais cringe de 2020, mas meu deus que coisa fraquíssima. Instrumental vazio, vocais que ninguém lembra, uma participação especial inexpressiva, tudo feito para se tornar uma das músicas mais imemoráveis do ano. Quando a gente pediu para o BLACKPINK fazer algo diferente da fórmula de “DDU-DU DDU-DU” ninguém esperava que elas poderiam entregar algo ainda mais pau mole, mas aqui estamos com “Ice Cream” né. A sorte é que todos temos uma “Lovesick Girls” para fingir que qualquer outro single delas existiu naquele ano, e esse é o motivo para elas não ocuparem o #1.

1º lugar — Loona – O 2020 inteiro

O 2020 do Loona foi marcado pela saída do Jaden Jeong no staff do grupo, e ele era considerado o responsável por todo o planejamento e trabalho conceitual do grupo. MAS, em 2020 teve um outro nome se interessou no Loona: Lee Soo Man. Ele resolveu botar fé no grupo e botar suas produções para elas lançarem e ajudarem no hype na Coreia (Afinal uma produção do grande nome da SM atrai várias notinhas do naver). O que ninguém esperava é que as duas músicas seriam tão chatas e nada a ver com o que o Loona vinha construindo. “So What” e “Why Not” são duas músicas que transformaram o Loona em qualquer girlgroup, não tem qualquer identidade como algo para o grupo nem força para ir além da farofa padrão de K-pop, e isso fez o Loona se tornar um girlgroup como qualquer outro. Para toda a originalidade e personalidade que a fanbase e os responsáveis vendiam em cima do grupo, esses dois comebacks são dois grandes baldes de água fria que nenhuma “Voice/Star” consegue salvar.

Menção Honrosa/Maior Surto Coletivo de 2020 — Stray Kids – God’s Menu

Eu não poderia me importar menos com Stray Kids, mas aí quase todo santo dia alguém falava em como essa música era maravilhosa, uma das melhores músicas do K-pop e tal como se o Stray Kids tivesse largado as panelas por 5 segundos e lançado a nova “Neverland” ou alguma música de boygroup realmente boa, então eu fui ouvir levando fé de que a fanbase não estava errada… E PUTA MERDA QUE NEGÓCIO HORROROSO. A lição que tiro disso? Que nunca mais confiarei no taste de vocês do twitter com música de boygroup.

Para maiores reclamações ou surtos sobre essa lista, manda uma DM no twitter (Aproveita e me segue lá: @popasiaticojpg

22 comentários em “As 10 músicas mais pau-mole do K-pop em 2020”

  1. EU TO CHORANDO COM O SKZ PQ VC ODEIA ELES KKKKKKKKKKKKKKKKKK (mas eu não julgo quem não curtiu gods menu tho, eu mesmo infelizmente só assisto pq o hyunjin é um puta de um gostoso auge)

    no geral eu acho que concordo, mas pra falar a verdade eu aceito e escuto qualquer merda então nem pra isso tenho moral pra debater sobre(?)
    a única que eu realmente tenho a comentar é a do kai porque puta que pariu que música esquecivel do cacete. comecei a ler esse post ouvindo, to digitando esse comentário ouvindo e já esqueci tudo dessa música puta merda- sorte dele que isso de dançar pondo a mão no saco aparentemente da certo qnn

    p.s.: vou te deixar feliz e honrar meu fandom aqui: PARE DE FALAR DE STRAY KIDS TODO MUNDO SABE QUE SÃO REIZINHOS DO KPOP E ESSA MERDA TODA GET EDUCATED BLOGUEIRO FUNDO DE QUINTAL COM ZERO CREDIBILIDADE!!!!!

    to rindo pq agora meu aleatório colocou em so what QUE ODIOOOOO

    Curtido por 2 pessoas

  2. Óbvio que o Dougie não iria apreciar God’s Menu em todo o seu ápice cultural que elevou o nível do kpop esse ano em níveis exorbitantes 💅
    Eu não espero que você entenda essa música e todos os sentimentos que ela é capaz de transmitir 😌 (Hyunjin gostoso)

    Curtido por 3 pessoas

  3. Eu tiraria boy querendo ou não é um batidão que dá pra engolir e colocaria Eight da IU ou Breath do got7.
    E concordo SK é muito horrível. Só fangirl doente pra gostar desse grupo cheio de gente desinteressante.
    Nem parece que JYP foi uma empresa que já teve Rain e Jay park com homens da empresa.

    Curtido por 2 pessoas

  4. Cignature batendo presença aqui… Que surpresa hahaha
    Mas concordamos em Crossroads e God’s Menu (E caso queira mais uma música pau mole, tem o feat do JYP com o Rain… Aquele MV é horrível!)

    Sobre o iKon, tiveram um comeback com um mini álbum lá em fevereiro e um dos meninos soltou que a YG vai dar uma turnê a eles agora em 2021, mais nada (Ou seja, um ano de hiatus pois pandemia)

    Curtido por 1 pessoa

  5. o lance com o treasure é que o single é bem sem gracinha, mas as b-sides são bem mais legais (não que elas precisem se esforçar muito pra isso)

    Curtido por 1 pessoa

  6. Grito com a tua ousadia de botar essa do Stray Kids aqui hahahahaha ❤ Geral panfletava sendo uma das melhores músicas na minha timeline e eu nunca senti tanta preguiça assistindo um mv. Só ganha o clique pela fancam individual do mano lindinho lá nos Raul Gil e apenas isso_ e ainda é com o volume baixo_

    Sobre cada música concordei demais, e fico pasma que tem gente jurando que essa música desse grupo aí que tu colocou em primeiro e essa do Mamamoo são boas. Já Ice Cream, acho que até mesmo o fandom concorda que não é boa, ja que mal é citada por aí.

    E sobre o Loona, as meninas podem ser uns amores, mas fico preocupada com os próximos passos de titles delas, porque já tava tudo tão encaminhado e a empresa tá preguiçosa em arrumar alguém, leva um fã fanfiqueiro e os produtores legais que tem por aí no mercado_ sem ser esses que tentam emular o Blackpink e outros 2526474 grupos_

    PS. Esse grupo da YG e esse outro é uma coisa tão sem graça, que a galera tem que forçar eles goela abaixo igual o NCT.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Tinha tanta música boa em 12:00 tipo Universe e nem deram importância.
    A música happy da tae nunca me convenceu, Até pq o pai dela tinha falecido e tal e fizeram ela cantar essa música.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Eu teria que estar sob efeito de muitos entorpecentes para ouvir e gostar de uma música como God’s Menu (ainda bem que os menino são bonitos para engajar), porém não estão vacinando as crianças daí vem acontecendo esses surtos coletivos (vou falar mau dessa que não gosto por que muitas que apareceram aqui eu amo, assim é o meu ofício de ter um péssimo gosto músical kkkkkkkkkk).

    Curtido por 1 pessoa

  9. GOD’S MENU HINO DEMAIS, E SÓ ISSO IMPORTA!!

    Na real eu gosto pq faz totalmente meu estilo, e eu já sou fã de Stray Kids num nível absurdo, agora pq que várias revistinhas falaram deles, incluindo a TIME (?) botar como única música de kpop na lista segue sendo um mistério eterno!! Será que a JYP liberou a propina igual a SM?
    A única coisa que me ofendeu foi um comentário aleatório de alguém chamando quem gostou de “fangirl doente”, chorei kkkk

    Curtir

  10. adoro suas análises, cada vez mais ácidas!
    acho que concordo em parte com tudo que tu disse… exceto sobre Ice Cream… já ouviu a versão berga funk desta música? é um hino kkkk… eu preferi esta farofinha mais ou menos ao invés de Lovesick que não enxergo nada novo e me parece bem morna depois de HYLT.

    mas falar que MADE é horrível? eu achei o auge. amado? como? kkkkk para mim é uma das obras primas do k-popi
    sdds yg entregar um álbum como aquele.
    só o winner tá salvando naquela empresa, mas eles eu nem considero idols… são artistas.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.