O que deu certo no IVE que não deu certo nos grupos de ex-I.O.I?

Quando o IZ*ONE deu o disband e cada uma seguiu seu rumo nas suas gravadoras originais, muito se especulou sobre o que cada uma seguiria. O caminho mais seguro para as meninas é uma carreira solo, pois deu certo para a Chungha depois que saiu do I.O.I (E a Somi também consegue arrancar um ou outro dinheiro quando consegue lançar música na YG) e até para aproveitar a fanbase individual das integrantes. Essa tendência se concretizou com os debuts solo de Kwon Eunbi e Jo Yuri, e outras gatinhas como Choi Yena e Kang Hyewon devem debutar como solistas em breve também. A Starship, porém, fez diferente e botou suas ex-IZ*ONE Jang Wonyoung e Ahn Yujin para debutar em um novo girlgroup, IVE.

Debutar duas gatinhas populares dentro de um girlgroup foi uma estratégia arriscada visto que nenhum dos grupos com ex-integrantes do I.O.I deu lá muito certo (E “ELEVEN” não é lá das músicas mais únicas para tornar o grupo memorável), mas foi uma estratégia que deu certo vendo que “ELEVEN” disparou nos charts coreanos e já aparece como um dos grandes hits da 4ª geração do K-pop. Mas o que aconteceu para um grupo de ex-IZ*ONE dar certo e o máximo que os grupos ex-I.O.I conseguiram foi engatar subcelebridades para a Rede TV?

O principal motivo desse hit todo aparentemente é a novinha Lee Seo, que vem viralizando entre os coreanos por suas expressões faciais fortes e marcantes nas performances do grupo mesmo tendo apenas 14 anos de idade. Esse vídeo que compila as linhas da fofa em “ELEVEN” no Inkigayo, por exemplo, já conta com 2,1 milhões de visualizações em 3 dias:

E aí a Starship contou com um pouco de sorte também. Quer dizer, muitos virais surgem sem representar um grande impacto em questão de charts, mas o viral da Lee Seo veio justo na época em que nada muito relevante vem acontecendo no K-pop, e isso acaba ajudando o público a ficar vidrado em todo poder que uma adolescente de 14 anos está conseguindo exalar em suas apresentações. Com um timing desses, todo mundo só quer saber de Lee Seo, e “ELEVEN” foi catapultado para os charts ao redor do mundo, garantindo até um debut entre as músicas mais tocadas no Spotify.

Foi esse tipo de divulgação forte, timing certeiro e sorte que faltou para grupos de ex-I.O.I como Weki Meki e PRISTIN acontecerem e não serem a bagunça que foram.

Conta também o fato do IVE ser um girlgroup novo. Diferente das empresas do I.O.I que botaram suas meninas para tentar salvar seus girlgroups do flop com a popularidade que conseguiram (Incluindo a própria Starship com o Cosmic Girls), o IVE é um grupo novo e pensado para dar certo com essa geração. A guria de 14 anos smashando entre o público é a prova disso, e a própria divisão do grupo nesse debut é melhor distribuída tentando destacar todas ali e não só as ex-IZ*ONE, diferente do Gugudan, por exemplo, que era basicamente Sejeong cantando com umas dançarinas de fundo. O girl crush de ELEVEN pode não ser uma novidade com tanta coisa parecida que já surgiu antes? Pode ser, mas é algo que funciona com a fanbase atual, e a Starship se deu bem apostando nisso.

Com integrantes que puxam uma fanbase para comprar 150 mil álbuns logo no debut e integrantes que puxam o grande público para popularizar o grupo, a Starship tem a fórmula perfeita para tornar o IVE gigante, além de fazer o que ninguém esperava: Suas ex-IZ*ONE hitarem fora do IZ*ONE. Graças a várias decisões corretas e um pouquinho de sorte, IVE se tornou um dos girlgroups líderes da geração atual, e indiretamente aumenta as expectativas para o que a HYBE pode fazer ano que vem com o girlgroup que terá Sakura Miyawaki e Kim Chaewon na formação. E boa sorte para o IVE, que consiga ser maior do que esse viral de debut e se consolidar como um girlgroup de sucesso na indústria.


Para mais posts com cunho de reflexão e debate sobre girlgroups fazendo sucesso na indústria do K-pop, siga o Pop Asiático.jpg no twitter: @popasiaticojpg

7 comentários sobre “O que deu certo no IVE que não deu certo nos grupos de ex-I.O.I?

  1. Eles fizeram bem em não colocar duas gatinhas pra carregar 500 meninas, as quatro que não eram do Izone parecem muito interessantes, Liz perfeita, o Gugudan precisava ter só 5, Weki meki no máximo 4, e por não ter pegado uma demo horrenda pra dar pra elas, já é um dos meus debuts favoritos

  2. Acho que por elas terem sido o primeiro grupo pós izone tbm contribuiu. quando o ioi acabou os novos grupos foram anunciados bem rápido então o fandom se dividiu muito, como até agr só tinham anunciado solistas acho q as pessoas tavam esperando algum grupo surgir

  3. Uai gente lógico que deu, tudo pro IZONE funcionou melhor que pro I.O.I. Consequentemente o pós delas seria melhor. Foi outra época, tempo de atividade maior, fã base maior e mais sólida, venderam MUUUUITO mais, além do kpop ter crescido MUITO desde lá né? Lógico que isso não era garantia de nada, elas poderiam ter flopado do mesmo jeito. Mas o cenário pra elas hoje é completamente diferente do das meninas lá atrás e muito mais favorável.

  4. Foi o que estava me perguntando em ver elas bombando, sendo que a música é bem sem sal. As explicações fazem sentido, principalmente pelo fator divulgação e o viral da menina novinha.
    Só sei que duas chamaram a minha atenção, a de cabelo castanho mais alta e a loira. Me pergunto se vão manter o hype para os próximos lançamentos.

  5. Eu realmente estava percebendo que a menina de 14 anos bate de frente com a mais velha. Ela tem muita energia e expressão, muito melhor do que outras meninas 14 e 15 anos que debutaram por aí.
    Acho bem coeso os fatores que levaram elas a ter essa vitória e todo o hype, já que a música em si, não é lá grande coisa.
    Contudo, acho que a empresa foi muito inteligente em dar chance para as 6 brilharem, e mostra um grupo do que as duas ex-izone e amigas.

  6. Eu gostei, (inclusive to com essa pexte dessa música o dia todo na cabeça) o começo da música ate o refrão é muito bom, o vocal das garotas é muito lindo, o instrumental ta muito muito booom! O primeiro refrão é ruim, e não pega, o segundo ja é melhor por causa do completo no estilo indiano.
    Quando tem essas músicas com o instrumental no estilo indiano ou egípcio eu enlouqueço! Bom d+

Os comentários estão desativados.