Jimin ex-AOA (Sim, aquela Jimin) ressurge do nada com uma nova música “Suddenly”

Desde aquele escândalo de bullying dentro do AOA que culminou na saída da Jimin do grupo, a rapper se manteve afastada da mídia para evitar ser assunto de qualquer coisa que envolvesse a Mina, que acabou ganhando muitas notinhas desde quando estourou essa bomba. Foi 1 ano e meio longe de qualquer super exposição até hoje, quando ela voltou para o Instagram e lançou uma nova música no soundcloud, “Suddenly”:

Não sei como anda o nível de cancelamento da Jimin com a fanbase mas ela basicamente virou a mamacita de Seul sendo querida por uns e esculhambada por outros numa coisa meio Karol Conká de Seul com essa energia e debate “Ela merece a redenção depois de apanhar de tudo quanto é lado ou arder no fogo do inferno por seus crimes?” que causa na fanbase, sendo um nome bem controverso quando citada em algum buraco da internet. Eu não acho que ela esteja errada em querer tentar de novo  afinal tem tanta gente pior com carreira consolidada e fãs dispostos a defender com unhas e dentes, não custa nada ela pelo menos fazer os fãs remanescentes dela felizes com um retorno também.

Quanto a música, “Suddenly” faz jus ao upload no soundcloud e é um pop/rock alternativo de artista independente sem muitas pretensões que está mais afim de testar um som novo. A Jimin já demonstrou curtir esse som mais rock de beira de estrada e, agora que ela não precisa mais ser a motherfucking top madam do AOA, tá livre para fazer o que gosta e tal. Bom pra ela, bom pra mim que gastei 2 minutos da minha vida e achei bem gostosinho de ouvir.

O que chama a atenção é a letra, que é curta mas tem uma mensagem clara/indiretas ltda sobre toda essa situação que a Jimin está passando:

…e bem, se a Jimin virou ao longo desse tempo a Karol Conká de Seul, podemos considerar “Suddenly” a versão coreana de “Dilúvio” da mamacita.


Acompanhe também a mamacita da blogosfera fundo de quintal e siga o Pop Asiático.jpg no twitter: @popasiaticojpg e no instagram: @popasiaticojpg

10 comentários em “Jimin ex-AOA (Sim, aquela Jimin) ressurge do nada com uma nova música “Suddenly””

    1. Olha, se o material revelado pela Dispatch ano passado for confiável, a verdadeira Mamacita da história foi a Mina, não a Jimin…

      Curtir

  1. “Não sei como anda o nível de cancelamento da Jimin com a fanbase mas ela basicamente virou a mamacita de Seul sendo querida por uns e esculhambada por outros”

    Pelo jeito você não acompanhou o exposed que fizeram da Mina no segundo semestre do ano passado, certo? Ainda não dá pra dizer se a Jimin é inocente ou culpada na acusação de bullying, mas as pessoas perceberam que há grandes chances de toda a história ter sido mentira (ou pelo menos sido aumentada bem mais do que realmente foi), então a situação parece estar bem mais favorável pra Jimin agora.

    Curtido por 1 pessoa

      1. O correto é não tomar partido de qualquer lado até que haja provas concretas. A possibilidade da Jimin ter cometido bullying ainda não foi derrubada, mas ficou bastante enfraquecida depois que a Mina foi pega na mentira em várias histórias, como quando ela disse que a Jimin impediu ela de cuidar do pai antes dele morrer, e depois descobriu-se que a Mina teve várias semanas de licença (tanto que a grande maioria das apresentações de “Like A Cat” nos music shows foram sem ela), e que ela estava com o pai no hospital quando ele morreu, ou quando ela disse que a Jimin levava homens no dormitório e fazia sexo do lado da cama dela (depois encontraram um vídeo antigo sobre a vida das AOA e as duas nem dormiam no mesmo quarto).

        Eu prefiro não colocar a mão no fogo por nenhuma delas, mas é fato que muita gente aceitou a história da Mina em 2020 sem questionar… é legal não deslegitimar a suposta vítima, porque frequentemente ela é mesmo a vítima, mas levar a acusação em consideração é bem diferente de julgar a parte acusada como sendo culpada sem ouvir todas as partes e considerar as evidências.

        Curtido por 1 pessoa

    1. A parte que você retirou do post sequer entra o contraste com o você escreveu, pelo contrário, o texto do Dougie deixa claro que ele entendeu a situação e devido à ambiguidade tem gente que odeia e gente que ama ela e não há um status definido pra ela entre a fanbase.

      Curtir

  2. Sagaz a comparação com a mamacita, ambas foram massacradas, sumiram e reconquistaram um pouco do público depois do público perceber que as torturas psicológicas foi um pouco diferente

    Curtir

  3. Parando pra refletir um pouco sobre história e o exposed que fizeram da Mina. Acredito que a Jimin pode sim voltar a trabalhar, como você mesmo disse num parágrafo, tem gente que fez coisa pior e de caráter duvidoso_ homens inclusive_ que até hoje estão aí nos meios coreanos e as fãs passam um pano grosso e fazem vista cega.
    A música não faz tanto meu estilo, mas da pra ver que a Jimin é da geração de idols que realmente gostam de música. Algo que me surpreendeu_ digo isso no quesito de ela lançar músicas, tem muito que prefere virar blogueira ou viver viajando e não movimenta a fanbase com música nova mesmo tendo poder pra isso_

    Curtir

Os comentários estão encerrados.

%d blogueiros gostam disto: