Sorn só precisou desencarnar do CLC e conhecer “Potential Breakup Song” para lançar “Sharp Objects”

O CLC está morto, mas isso não impede a Sorn de viver sua fantasia idol e continuar sua carreira como cantora pop lançando seu  segundo single solo. E se o debut com “Run” é totalmente esquecível, em “Sharp Objects” a subcelebridade mais problemática do TikTok melhora o seu jogo e lança uma música mais comentável:

Acredito fielmente que a Sorn ouviu “Potential Breakup Song” da Aly & AJ por 1 hora em loop e pensou “Nossa! Eu tive uma ideia!”…

… E ela usou a música como grande referência para criar esse single (Ao invés de simplesmente piranhar em cima da demo original). Provavelmente não foi isso e a Sorn só estava afim de ter sua “Blinding Lights”, mas “Sharp Objects” tem muita coisa que me lembra não só “Potential Breakup Song” mas também aquele synthpop meio agitado e meio dramático que rolava lá no meio dos anos 2000, o que é bom para a Sorn e melhor para quem cresceu ouvindo isso na época.

Sobre a música em si, é boa. O popzão anos 2000 funciona comigo e o desenvolvimento dos versos é bem interessante, com os sintetizadores entrando e criando uma energia ainda mais cativante. Senti falta de um refrão mais forte que explodisse esse crescimento que a faixa constrói para o seu auge, mas essa coisa mais contida não é de todo mal. Os vocais da Sorn também não são a coisa mais memorável mas se encaixam bem nesse pop redondinho e fácil de digerir. “Sharp Objects” é uma música que você bota para tocar no quarto e sai dançando junto com a batida sem nenhuma coordenação usando a vassoura que você limpa esse seu quarto sujo para dublar por sua vida, e isso já é muito mais do que espero que alguém que saiu do CLC. Não é a coisa mais revolucionária na história do K-pop, mas é simpática e agradável de ouvir a todo momento.

“Sharp Objects” não é uma música que mude a sua vida e transforme a Sorn na rainha do pop mas, para quem curte um popzinho despretensioso para botar na playlist enquanto lava uma louça, a ex-CLC fez um bom trabalho aqui. Se eu lembrar da Sorn daqui a uns 3 dias e lembrar que essa música existe talvez tenha chance de crescer comigo mas, por enquanto, é uma boa música que funciona de uma forma bastante agradável toda vez que ouço. Bom trabalho, Sorn.