Top Top.jpg: 10 músicas que eu queria que servissem como lipsyncs de um Drag Race Korea

Essa semana o mundinho GLS da fanbase ficou estremecido com a notícia de que uma produtora comprou os direitos para distribuir a franquia Drag Race para a Ásia, incluindo versões do Drag Race na Coreia, Japão, Índia e Cingapura, além de dar continuidade ao Drag Race da Tailândia:

Com o surgimento desse rumor de um Drag Race Korea acontecendo, é claro que fanbase se atiçou e já ficou ansiosa pelas músicas de K-pop que poderiam tocar nesse programa para duas drag queens dublarem por suas vidas e disputarem um prêmio de 100 milhões de wons. Então, no Top Top.jpg de hoje, eu vou fazer a minha seleção de músicas que eu quero ver sendo dubladas por essas pessoas de peruca colada e 3kg de maquiagem prontas para lacrar nessa competição:

10º lugar — CL – Hello Bitches

Quem assiste lipsyncs do Drag Race hoje em dia quer ver death drops, splits, bate cabelo, bundas batendo e muitos desses truques de boate que fazem as queens garantirem seu dinheiro no fim de noite, e uma música de batidas fortes e cheia de atitude é perfeita para isso. Logo pensei em “Hello Bitches”, da CL, pois é aquele tipo de música que depois de duas doses de cachaça você simplesmente FRITA ouvindo e dançando, e o que eu quero ver são duas drag queens dublando até a morte e colocando suas colunas em risco enquanto CLzão assiste do painel de jurados e grita YASSSSS para cada split que uma queen fizer no show.

9º lugar — IVE – After Like

É claro que a Starship pegou um sample de “I Will Survive” e deu para o IVE lançar a música mais homossexual do K-pop, eles sabiam que um Drag Race Korea poderia estar a caminho e já garantiu aquela música que a fanbase vai falar que é obrigação de tocar no programa para as bottom queens dublarem por suas vidas. Um popzão extremamente divertido, com um sample memorável e um sabor delicioso, é claro que quero que “After LIKE” toque num Drag Race Korea e seja o grande evento desse programa com um lipsync babadeiro.

8º lugar — Wonder Girls – Be My Baby

RuPaul tem um certo tesão em colocar músicas com 10 quilos de poeira em cima de tão velhas, afinal Drag Race é cultura e as drag queens devem se virar nos mais diferentes desafios e conceitos. E já que músicas vintage e retrô são o forte dessa velha de peruca, nada mais justo do que o Drag Race Korea honrar o legado do maior girlgroup retrô da Coreia: Sim, Wonder Girls com a maravilhosa “Be My Baby”, uma música perfeita para duas drag queens coreanas darem um show de talento e movimentos exóticos exaltando as grandes divas da segunda geração que homenagearam grandes divas de décadas passadas ao longo da carreira.

7º lugar — T-ara – Roly Poly

Ainda mantendo o espírito retrô, “Roly Poly” seria uma ótima opção de lipsync. A música faz referência a era disco dos anos 70 e aos embalos de sábado à noite, e nada é mais excitante do que ver duas drag queens fazendo uma viagem no tempo e interpretando à sua maneira épocas que sequer viveram. Se as gatinhas do T-ara conseguiram entregar toda a nostalgia e magia dos anos 70 com 10% de energia lançando a música mais vendida do K-pop, acredito que duas drag queens desesperadas para ganhar 100 milhões de wons serviriam uma ótima e edificante performance no palco.

6º lugar — Brown Eyed Girls – Warm Hole

A cena drag é, acima de tudo, uma cena camp, onde todo o exagero e absurdo é válido para entregar entretenimento e diversão para o público. E eu não imagino uma música melhor para extrair todo o absurdo de duas drag queens que estão dispostas a fazerem de tudo para se manterem numa competição do que uma música que fale sobre estar com fogo no buraco. “Warm Hole” tem potencial para servir uma das performances mais cômicas de um Drag Race, com piadas baixissimas e truques de gosto duvidoso que fariam uma senhora de gosto duvidoso como RuPaul mijar seu tuck de tanto rir.

5º lugar — K.I.S.S – Because I’m A Girl

Toda temporada de Drag Race rola uma baladinha para as queens servirem interpretação mais dramática e Broadway realness, então podemos colocar “Because I’m A Girl” do K.I.S.S, a clássica baladinha coreana que definiu por muitos anos o que era uma baladinha na Coreia, e até hoje serve como referência para muitos artistas por aí, além do título “Because I’m A Girl” ser de fácil identificação para os homossexuais que acompanham esse programa. Uma música que emocionaria os jurados, o público e as próprias queens com uma performance tocante.

4º lugar — Apink – %% (Eung Eung)

A virada de mesa do Apink se tornando o girlgroup mais aliado dos GLS nos últimos anos merece ser recompensada com uma aparição no Drag Race Korea. E Eung Eung é uma ótima escolha para lipsync por ser um synthpop de gemidão bem performático onde as queens servirão muito carão, closes babadeiros e uma coreografia destruidora. Eung Eung é uma música que dá vida e força a todo e qualquer gay que queira lacrar muito numa apresentação, e eu tenho certeza que os queers de peruca que subiriam no palco desse programa serviriam uma performance memorável ao som desse hino.

3º lugar — S.E.S – Dreams Come True

Estamos falando de Coreia do Sul, então eles se sentem na obrigação de rolar uma homenagem a 1ª geração do K-pop, aqueles que pavimentaram o caminho e tudo mais. Pensando nisso, um lipsync de “Dreams Come True” seria bem interessante de se ver pois toda essa coisa mais etérea e fantasiosa da música renderia uma apresentação única que desafiaria as queens a entregarem algo fora da casinha e original para combinar com toda a magia e suavidade que “Dreams Come True” possui… Ou seria uma tragédia anunciada, o que é muito legal também pois drag queens se afundando em um lipsync também me diverte nesse programa.

2º lugar — Lee Jung Hyun – Wa

Essa música está mais como uma obrigação de ter em um Drag Race Korea, assim como é obrigação fazer um episódio especial para aclamar e enaltecer Lee Jung Hyun, chamar a bicha pra julgar um desfile com tema “A noite das 1000 Lee Jung Hyuns” e terminar com um lipsync memorável e icônico de “Wa”, o farofão trance mais homossexual que a Coreia já produziu. A Lee Jung Hyun literalmente pariu os primeiros gays da Coreia, e a comunidade gay coreana tem essa dívida a pagar com a cantora que pode ser brilhantemente feita em um episódio de Drag Race Korea.

1º lugar — Chungha – Stay Tonight

Já essa daqui é mais uma vontade minha de ver algum programa coreano fazer justiça com a Chungha, que trabalhou mais que o cão para segurar a mão dos homossexuais e fazer o Querencia acontecer, e no final o álbum caiu mais que Jaca podre a medida que os singles eram lançados. Os responsáveis de um futuro Drag Race Korea deviam chamar a Chungha, botar ela na cadeirinha de jurada e fazer ela chorar enquanto as queens dublam Stay Tonight tal como Michelle Williams chorou vendo que gays de peruca a amam quando participou da 1ª temporada do Drag Race. E eu sei que ela também quer que isso aconteça, então espero que um Drag Race Korea realmente faça um convite para a diva abalar no programa.

6 comentários sobre “Top Top.jpg: 10 músicas que eu queria que servissem como lipsyncs de um Drag Race Korea

  1. Gente, faltou Lee Hyori Bad Girls, Boa com Woman. 23 da IU, a do The produces cheia de samples da voz da britney.
    Eo debut solo da Nariguda ma do t-ara.
    Cry-cry também ficaria uma delicia

  2. Antes mesmo de ver a lista, sabia que Wa estaria nela hahahaha. Uma lista boa demais, lembro quando tive canal fechado e me divertia assistindo alguns eps.

  3. Aproveitando o gancho atual, não consigo deixar de pensar em uma performance icônica de QUALQUER música do KARA. Uma vida dedicada às gays. Apostaria em Lupin e Pandora, hinos gays da década passada.
    E claro que tinha que rolar um SNSD, que já é meio Camp por si só né kkkk então quase toda a discografia vale nesse #lacre. Mas claro que as apostas seriam em Gee, Genie, Oh! e Lion Heart (duas drags fazendo o rap tosco do final ia ser HILÁRIO de se ver).

Deixe uma resposta