Taemin era jovem e burro demais para amar em “2 Kids”

Taemin está de volta com a carreira solo na Coreia para lançar seu 3° álbum “Never Gonna Dance Again”. Pelo que eu li sobre esse retorno, o nome desse álbum é para mostrar um Taemin mais versátil e menos focado em suas habilidades como dançarino, e se for nesse caminho podemos considerar “2 Kids” uma forte amostra do que o integrante do SHINee vai lançar como um todo nas próximas semanas:

“2 Kids” mostra um Taemin sozinho e desolado nas ruas enquanto canta sobre as memórias de um amor jovem e imaturo em cima de um instrumental melancólico e reflexivo, entregando todo um lado emotivo e vulnerável dele. Eu poderia dizer que ele leu qualquer letra do Jão e pensou “Tá aí, eu vou ser o Jão deles e lançar músicas falando sobre como sou um fiasco nos relacionamentos”? Poderia, mas eu vou ser melhor que isso e divulgar outra artista lá no Japão que vem fazendo sucesso com letras sofridas nesse nível:

A Chanmina é uma rapper e cantora coreana que vem fazendo carreira no Japão, e muitos dos seus singles mais recentes também possuem essa temática meio melancólica e meio performática enquanto ela canta sobre como é uma desgraça para os relacionamentos. O single mais recente dela, “Angel”, é basicamente a mesma coisa que o Taemin, só que servindo muito mais performance.

Em ambos os casos, os artistas serviram músicas ótimas que apostam no ouvinte se identificar com a letra para absorver o significado de um jeito mais pessoal, ampliando toda a experiência para um nível ainda mais intenso. Tipo, se você estiver com o coraçãozinho em paz e sem nenhuma neura, você vai ser impactado por “2 Kids” de um jeito, mas se você for um trouxa sofrendo por um término de namoro conturbado ou está aí tendo seus surtos de um amor não correspondido, a música vai bater de um jeito diferente. Estou falando isso pois ultimamente ando meio abalado com certas coisas que vem acontecendo na minha vida amorosa, então quando eu ouvi essa música do Taemin eu pensei “Cara, ele estava vigiando a minha vida enquanto escrevia esse hino”. E, meu deus, como isso bateu.

Para quem está acostumado com um Taemin cheio das saliências e performances sexcitantes, “2 Kids” é uma música fora da caixinha. O cantor quis partir para um lado mais íntimo e tentar atingir o público pela letra e vocais mais sofridos e o instrumental mais minimalista… E ele consegue. “2 Kids” tem uma sofisticação ímpar, o Taemin consegue transmitir todas as emoções que ele quer passar cantando essa música e eu fico vidrado assistindo o vídeo e ouvindo a música. É um single que surpreende e quebra expectativas, deixando uma curiosidade sobre o que pode vir nas próximas semanas e cumprindo o seu papel como pré-lançamento. Taemin era um jovem burro que sofre por amor assim como VOCÊ, e quer que a gente se identifique com o que ele passou.

Para os mais curiosos: Se vocês se deram o trabalho de ver/ouvir esse trabalho da Chanmina e curtiram “Angel”, saibam que a música já está disponível para download/streaming em seu formato digital. Oficialmente, o single (Junto com outras 3 b-sides) será lançado no dia 4 de setembro.

7 comentários em “Taemin era jovem e burro demais para amar em “2 Kids””

  1. Essas músicas Like a Jão são uma incógnita pra mim.
    Amo ou odeio, pq sou uma dualidade tipo lado red e lado velvet.

    Meu eu vagabunda que ignora macho e usa eles apenas como objeto sexual tenta me tirar da vibe dessas músicas.
    Mas vem meu outro lado fofinho e cafona, escuto essas músicas e fico todo triste por ter sido decepcionado pelo @ cuzão que me trata como 3° opção.

    Num geral, a música do Taemin não funciona comigo (o que é dificil pq ele é um dos atos que eu deito pra qualquer coisa q faz).
    Mas achei ela meio que “só uma nota”, parece q começa e termina do mesmo jeito. E essas danças meio conceituais não me pegam muito, acho forçadas. Em outros lançamentos dele, funciona, mais pela atitude sexy dele.
    Porém to ansioso pelo álbum, ele sempre traz umas músicas deliciosas pra rebolar enquanto chora, ou rebolar enquanto senta. “Dualidades” kkkk

    Agora essa Chanmina, eu amei, a música vai crescendo, tem pulso. Da pra sentir a tristeza, mas ao mesmo tempo uma “superação” desse sentimento.
    Não conhecia, e achei uma ótima indicação.

    Curtir

  2. Adorei lookinho camiseta the velvet underground e converse, mas pela primeira vez eu nao deitei logo de cara pra uma música dele, mas meio que só pelos teasers imaginava isso.
    Achei essa música uma vibe meio Shawn Mendes que nem sempre funciona pra mim mas de qualquer forma é interessante vê-lo se aventurando em coisas novas… Acho que o lançamento dessa música no período de verão sul coreano também não é muito favorável, desde fevereiro ele vinha se dedicando nesse projeto o que traz a sensação de que foi fora do time. De qualquer forma, permaneço no aguardo do lançamento do álbum pra melhores conclusões 🙂

    Curtir

  3. Na minha opinião a perfomance e a dança da tal Chanmina estava muito boa, sério! Fiquei vidrada até o fim. Acabei até lembrando do bobão que gostava/ainda gosto.

    Sobre a do Taemin, os vocais dele tá ótimo, mas esperava um refrão, na hora que chegava e “bam” não tinha. Ou eu esperava um refrão mais melancólico. Mas estou feliz que ele mostre outras facetas dele, Taemin é um dos poucos solistas masculinos que ainda mostra algo a mais e parece ser bem focado entregar seus trabalhos com conceito.

    Curtir

  4. Escutei umas 3x e não me convenceu, essa teria combinado com jonghyun ou onew muito mais que ele pq a voz de Taemin não passa emoção necessária que a música pede, ele combina muito mais com as músicas performáticas viadescas como MOVE e Drip Drop

    Curtir

Os comentários estão desativados.