Koda Kumi mostra que é a boss bitch do J-pop há duas décadas com “XXKK”

Koda Kumi já lançou o popzinho divertido despretensioso e a farofinha vibrante de verão nessas últimas semanas, então só faltava ela pegar algum bate estaca nervoso e transformar num hino piranhesco de gostosona que é a dona da porra toda, certo? Pois ela foi lá e fez isso mesmo, lançando o bopzão “XXKK”:

Essa previsibilidade da Kumi já deixou de ser algo negativo e se tornou algo engraçado e, assim, eu torço para ela ser previsível já. Tipo, ela já tinha lançado DOIS SINGLES esse ano e ainda não tínhamos o popzão rampeiro da vez, e como a gata está aí comemorando seus 20 anos de carreira, o surgimento de uma faixa fodona afirmando que ela continua sendo a fodona mesmo depois de duas décadas era inevitável. A única coisa diferente disso seria ela lançar um rockzão rampeiro com ela afirmando as mesmas coisas (Coisa que ela também faz com muita frequência), então né, não estou contando com ELA para me surpreender com música em 2020. O lado bom é que esse é o melhor single de grande gostosa que a Kumi lança desde W FACE (Que nem é single de fato, só virou no meu coração mesmo) e, aliado a minha facilidade em supervalorizar essas faixas da Kumi, podem ter certeza que isso aqui já garantiu uma posição alta na minha listinha de melhores do ano.

A novidade aqui é que Koda ganhou um MV bem produzido, com um orçamento presente, uma boa direção e a melhor execução desse conceito de “Duas faces” que ela vem insistindo desde 2017. Levou 3 anos mas finalmente ela VINGOU com esse conceito sem parecer que ela está queimando dois conceitos visuais com uma verba só. Particularmente amei o vestidão prateado e as cenas nele, mas as cenas do cenário preto e dela se sujando também estão muito boas, além de socar 92% dos idols de K-pop com o uso apropriado de lentes de contato. Não é o vídeo mais elaborado do mundo, mas é uma vitória para a Kumi.

“puff”, “Lucky Star” e “XXKK” são as 3 faixas inéditas do “MY NAME IS…”, nova coletânea da Kumi comemorando 20 anos de carreira que será lançada no próximo dia 11, e será um álbum limitado para o serviço mu-mo. Para quem comemorou 10 anos de carreira lançando 3 CDs ao mesmo tempo (1 coletânea dupla e 1 álbum de inéditas) e comemorou 15 anos lançando uma coletânea de verão e outra de inverno, até agora tudo está meio tímido se tratando de Kodão. Mas, depois que eu li por aí que pode ser um plano lançar essa coletânea “MY NAME IS…” agora e, depois da tour, anunciar o “KODA KUMI”, eu estou esperando pra ver se rola isso mesmo porque é a cara dela fazer algo do tipo.

3 comentários em “Koda Kumi mostra que é a boss bitch do J-pop há duas décadas com “XXKK””

  1. Gostei, mas acho que a música e o clipe podiam ser ainda mais rampeiros.

    Quando começou a aparecer barro no vídeo, até já estava torcendo pra ver Kumiko de biquíni fio-dental rolando na lama, mas infelizmente não chegou nem perto da ousadia esperada. Acho que no que diz respeito a piranhagem, as Bed.In já tomaram o lugar dela…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s