NTX escolheu um péssimo jeito de se vender como grupo global em “Kiss The World”

Hoje debutou um boygroup novo chamado NTX. O grupo lançou umas 4 músicas ano passado mas só está fazendo sua estreia oficial agora, com o mini-álbum “Full Of Lovescapes” e o single “Kiss The World”:

Para um boygroup nugu aparecer por aqui logo no debut é óbvio que tem algum truque por trás. Seria a música? Não, essa é horrível, mas a escolha BEEEEEEM questionável de figurinos para usar como conceito é algo bastante comentável. Afinal, o único jeito que os responsáveis encontraram para representar vários países do mundo em um único grupo foi caracterizar os integrantes com figurinos de cada região:

Assim… 2021, né. Não é possível que todos esses figurinos passaram por toda a equipe por trás do grupo e ninguém achou nada de errado ou problemático. Como é que ninguém pensou que talvez fosse problemático botar um guri pra se vestir de Rafa Kalimann ou vergonhoso fantasiar outro de NAPOLEÃO? Definitivamente foi a pior forma de vender um grupo de K-pop como “Worldwide” que já tivemos.

Já que eles estavam afim de ofender involuntariamente o mundo inteiro, que fizessem com uma música boa que nem o Momoland em “BAAM” pelo menos

11 comentários em “NTX escolheu um péssimo jeito de se vender como grupo global em “Kiss The World””

  1. ue faltou um com uma bola e com a camisa da seleção brasileira kkkkkkk (cowboy não se associa mais ao EUA desde os anos 60 de onde e que tiraram essa ideia)

    Curtir

  2. Meu senhor! Pra mim é o Napoleão, o de Rafa Kaliman, e o gênio ali em cima competem no extremo do limite. O resto vale pela piada, minha nossa! Que horror

    Curtir

Os comentários estão desativados.