Leftovers retrô (2011): Nine Muses, Girl’s Day, KARA, miss A, Morning Musume e etc.

Como não está rolando pauta e eu estou com preguiça de terminar o recap do Kingdom, vamos conversar um pouco sobre música velha (Pois eu sei que metade dos leitores desse blog são grandes viúvas da 2nd gen).

Nine Muses – Figaro

A primeira grande música do Nine Muses para mim. “No Playboy” é legal e tal, mas “Figaro” limpa todo o caos envolvendo o debut do grupo com um número Kpop meets disco que ganhou certa força na Coreia depois de Roly Poly. É uma das minhas músicas favoritas da carreira delas.

G.NA – Top Girl

O MV já era brega e cheio de efeitos questionáveis em 2011, e assistir hoje em dia é ainda PIOR. Mas sei lá, esse é o charme do vídeo? Sei lá, G.NA não é a primeira e nem será a última cantora bagaceira nesse estilo. Já a música é aquelas farofinhas descompromissadas que adolescentes de hoje em dia reclamariam por ser uma bobagem sem conteúdo além dela cantar que é uma gostosa (Ou seja, é um hino e o melhor single da catreira da G.NA).

miss A – Goodbye Baby

Eu tenho CERTEZA que o patrão rindo da cara felas no MV é alguma referência ao JYP pois tá aí um safado que adora se referenciar em tudo que pode. Enfim, música ótima (O catálogo de singles do miss A é praticamente impecável) e MV legal, embora o pessoal se esforçou demais em destacar a Suzy e deixarem as outras meio básicas dançando com ela.

Secret – Starlight Moonlight

Entendo a ideia de recriar um daqueles números fofinhos de musical retrô (Até para seguir a ideia que deu muito certo em “Shy Boy”) mas pelamor, que música mais sem graça. E o pior é que não só deu certo na Coreia como é o grande hit do grupo lá.

Girl’s Day – Twinkle Twinkle

Kpop em 2011 era uma coisa selvagem. Quer dizer, que grupo hoje em dia faria um combo de rivalidade femnina, piranhaegyo e comédia pastelão e ainda vender como algo fofo que nem o Girl’s Day em “Twinkle Twinkle”? Mas é válido destacar que a música é muito gostosa e a coreografia é bem legal (Uma das primeiras coreografias que aprendi na época que me preocupava em aprender coreografia de K-pop).

After School – Shampoo

O problema de “Shampoo” é que essa música tenta emular demais a magia de “Because Of You” sem tentar ser uma sucessora de fato da música assinatura do After School. O resultado é tão inofensivo que “Shampoo” acaba sendo imemorável, e uma das poucas vezes que o grupo não chamou a minha atenção.

KARA – Go Go Summer

Eu tenho muita resistência a discografia japonesa do KARA, mas elas sabiam vender um kawaii japonês como se fossem de fato um grupo de 20 adolescentes japonesas. “Go Go Summer” é um dos melhores singles de verão que o Japão e um girlgroup de K-pop serviram até os dias atuais.

Morning Musume – Only you

É meio triste perceber que o Morning Musume estagnou nesses números frenéticos misturando guitarras, sintetizadores e violinos sem muita coerência há (pelo menos) uns 10 anos, mas é aquilo: Se você ainda tem paciência para o Morning Musume como eu, acaba curtindo coisas como “Only you” (E ajuda o fato dessa ser genuinamente boa).

Kana Nishino – Distance

Em 2011 estava na moda aquilo de TVs 3D, o que resultou em vídeos com efeitos pavorosos como esse de “Distance”, o que é uma pena pois esse é um dos singles mais legais da discografia (bem menos legal) da Kana Nishino e não merecia uma bobagem dessas de acompanhamento visual.

2 comentários em “Leftovers retrô (2011): Nine Muses, Girl’s Day, KARA, miss A, Morning Musume e etc.”

Os comentários estão desativados.