Agora é a vez dos orbits irem na porta da PNATION e implorarem para o PSY salvar o Loona

Durante os anos criou-se um mito de que o PSY e a sua empresa PNATION tem a capacidade de salvar todos os atos do K-pop de empresas malvadonas. Mesmo com o único ato realmente pop da PNATION sendo o casal 20 lá, todo grupo que aparece na pindaíba o twitter vai lá implorar para o cantor salvar o grupo em questão. Dessa vez são os orbits que estão deixando o currículo do Loona na porta da PNATION pois a BBC está na merda:

Em um resumo da ópera: A Blockberry está devendo milhares de dólares para diversas companhias que trabalharam com ela, além de outras dívidas não reveladas de empresas que trabalhavam com cabelo, maquiagem e roupas para o Loona que estavam há meses sem receber. Com isso, fica difícil outras empresas trabalharem com a BBC, uma vez que a empresa do Loona não consegue pagar dívidas, salários, impostos e etc. Com a BBC na merda, o futuro do Loona é incerto.

Desde o início do projeto e com todos os investimentos revelados, a gente sabia que o Loona daria ou MUITO certo ou MUITO errado. Era muito dinheiro envolvendo um grupo de uma subsidiária de uma empresa pequena que provavelmente prometia o Loona como um BTS feminino em relação as teorias, cinemática e história que o grupo teria e que estava em alta no K-pop. Se o grupo não fizesse um sucesso rápido, uma hora a conta chegaria, e mesmo com o Loona se manteve popular nas principais panelinhas de gays kpoppers da internet e um crescimento na Coreia (Devagar, mas crescendo), mas era evidente que isso não era o suficiente para pagar tudo que investiram nelas, então os investidores começaram a cobrar ou simplesmente abandonar o barco.

Apesar do Loona estar frequentando o SERASA há uns bons meses eu acho difícil o grupo acabar agora pois elas acabaram de estrear no Japão, o que significa que pelo menos elas tem um contrato que as mantém mais ou menos como o EXID se manteve no Japão. E também acho que uma empresa pode tentar resgatar o grupo e aproveitar que elas são relevantes em algum beco para tirar um dinheiro disso (Se teve empresa que acreditou que aquelas meninas do PRISTIN vingariam como Hinapia, por que não acreditar no Loona né?!) mas, se o pior acontecer, que o Loona descanse em paz. Mesmo com uma discografia tão irregular e cheia de bombas, o grupo serviu uns hinos e muito entretenimento para nós.


Para mais gatinhas endividadas que servem bops mesmo com agiota batendo na porta, siga o Pop Asiático.jpg no twitter: @popasiaticojpg. E se quiserem me ajudar a pagar o meu notebook novo para eu não visitar o Loona no Serasa, podem fazer um pix para dougielogic@gmail.com.

23 comentários em “Agora é a vez dos orbits irem na porta da PNATION e implorarem para o PSY salvar o Loona”

  1. É triste, mas não é surpreendente. A BBC tomou muitas decisões extremamente burras, como a quebra de contrato com o principal financiador do projeto, o hiato de mais de um ano entre “Butterfly” e “So What”, a mudança repentina do trabalho conceitual pras músicas feitas pegando carona no que estava fazendo sucesso no k-pop, e por aí vai. A quebra de contrato foi de longe a pior, já que se a BBC tivesse cumprido o acordo, TALVEZ ainda pudesse contar com o apoio do financiador e TALVEZ não fosse processada e condenada a pagar uma multa milionária (que acho que até hoje eles não pagaram).

    Uma pena, porque o LOONA tinha muito potencial. Espero que elas fiquem bem, seja continuando como idols (se inscrevendo como trainees em outra agência, ou participando de algum reality show da Mnet, etc.), seja seguindo outras carreiras. A Yves pelo menos já tem passe como apresentadora do Fact in Star, a Chuu vive participando de reality shows e a HeeJin periodicamente consegue um CF pra gravar. Já a Go Won, que nem completou o Ensino Médio, tá ferrada… a menos que a fic dela ser madrinha do bebê do Elon Musk seja verdade.

    Curtir

    1. Eles quebraram o contrato com a tal empresa de armas foi?
      PS. Meu Deus a Gowon cara! Coitada e pior que ela era a mais esquecida do churrasco. A última música apareceu mais rápido que comercial da Jequiti .

      Curtir

      1. Não, a Polaris (empresa de armas) era meio que dona da BBC (acho que ainda é), mas ela teve problemas com a polícia na época de “Butterfly” e isso fez a BBC ter que se virar sozinha em termos de orçamento.

        O caso da quebra de contrato foi com uma tal de Donuts, que financiou parte do projeto. Houve vários motivos pro processo, mas um dos principais foi que parte do acordo envolvia que as garotas do LOONA deveriam gravar lives pra divulgar um app dessa empresa, mas parece que a BBC parou de fazer essas lives ainda no começo. O que me parece uma decisão extremamente burra, porque não é como se fosse algo super trabalhoso, a maioria das garotas não tinha nada pra fazer na fase do pré-debut (nunca havia mais de quatro delas trabalhando ao mesmo tempo nessa fase), e essa empresa realmente investiu MUITO dinheiro no projeto…

        Curtir

      2. E a Go Won foi bem burra de ter largado os estudos, porque a carga de trabalho do LOONA não era tão grande pra ela ter que parar de estudar. Tanto que as 2Jin têm a mesma idade dela, a Choerry e a YeoJin são mais novas que ela e as quatro continuaram estudando até se formarem (não lembro se a Olivia também se formou ou se ela foi outra que largou os estudos).

        Curtido por 1 pessoa

    2. E é impressionante como os girlgroups que eu gosto acabam morrendo cedo: LOONA, AOA, EXID… talvez eu devesse começar a acompanhar algum girlgroup que a blogosfera odeia, pra ver se com isso elas dão disband rápido. Alguma sugestão?

      Curtido por 1 pessoa

      1. começa a acompanhar girl’s generation pra SM dar uma aposentadoria decente pra elas ao invés de nessa fanfic de “possibilidade de comeback” a 4 anos

        Curtir

        1. Hahahaha, pior que quando o aespa foi anunciado eu fiquei MUITO interessado nelas, com a ideia de misturar integrantes reais com avatares virtuais, além da diversidade de nacionalidades mesmo sendo um grupo com poucas integrantes…

          Felizmente (ou não), eu detestei “Black Mamba” e “Next Level”, então acho que elas estão salvas da minha maldição involuntária. O mesmo vale pras ITZY (que eu cheguei a pensar em acompanhar por ter uma amiga das 2Jin no grupo, mas com as músicas que elas entregaram até agora, não dá).

          Curtir

          1. itzy já tá sofrendo com maldição de ir mal das pernas nesse comeback kkkkkk acho que todos nós temos dedo podre para os grupos que gostamos acabarem do nada ou talvez loona sobreviva ainda por um tempo sei lá. Eu ainda não superei a morte de gfriend para ver a mesma coisa acontecer com o loona

            Curtir

      2. Né não, caramba, não entendo o que passou na cabeça da Gowon, também era bem iludida quando tinha a idade dela, mas acho que aí faltou um puxão de orelha da família_ minha mãe jamais teria deixado ela largar o colégio hehehehehe_
        Tu tem sorte hein, pena viu. Só não recomendo algum gg, porque eu de fato não desejo mal a nenhuma_ pode ser o Blackpink pelo fandom chato parar de crescer. 😝
        PS. Mas pior que o Aespa parece ser uma variante em fandom chatos, que acho que nem posso desejar isso.

        Curtir

        1. A Gi -_- (@fresasberries) comentou que ela fez o equivalente ao supletivo lá na Coreia do Sul (e outra pessoa no Twitter mencionou que parece que a Olivia Hye também fez isso), então – ufa! – acho que podemos ficar menos preocupados com o futuro da madrinha do bebê do Elon Musk.

          E acho que vou levar minha torcida pro grupo do Girls Planet 999, mesmo. Tomara que o single de estreia delas seja algo no nível de “La Vie En Rose” (se bem que, a julgar por “O.O.O.”, acho melhor não termos expectativas muito altas…).

          Curtir

  2. Já era uma pedra cantada infelizmente. Quando via aquelas coisas do início e o cara se apoiando no hype internacional, já ligava um pisca alerta.
    Eu não me mantenho positiva pra continuidade delas, ainda mais depois do que aconteceu com o Gfriend. Os grupos passados a gente ainda pensava “ah tal grupo da lucro não vai acabar” é aí que ele acaba. Pior que tenho pena das coitadas das meninas que apostaram nisso.
    PS. Acho engraçado o povo pedindo pro PSY empregar os atos, o homem começou um dia desses. Acho que ele pensa “eu não man”

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fazer o quê, o jeito é migrar pro público de algum outro girlgroup… quem sabe o Everglow?

      Se bem que, com a minha sina com girlgroups que eu acompanho, elas provavelmente dariam disband em três meses – e a blogosfera parece gostar do Everglow…

      Curtir

        1. É uma boa ideia! Normalmente eu gosto de grupos onde eu consigo identificar todas as integrantes, mas talvez dessa vez dê pra gostar só decorando os rostos de duas ou três entre as setecentas integrantes.

          E tem o grupo do Girls Planet 999, que acho que já estava fadado a dar errado de todo jeito (com a péssima gestão da Mnet), então acho que dá pra acompanhar sem culpa pela implosão do grupo a curto prazo.

          Curtir

  3. a chuu única empregada tendo que dar uma bolsa auxilio com o dinheiro dos cfs dela
    não tem nenhuma rica no loona pra pedir um empréstimo aos pais? que situação viu… eu gosto tanto delas, espero que aconteça um milagre

    Curtir

  4. Fico pensando, se a empresa não está pagando nem os fornecedores e colaboradores. Imagina as meninas do Loona. Essas coitadas devem tá dividindo marmitas e com um futuro incerto pela frente.

    Curtir

  5. Lee Sooman velho safado foi lá surrupiar umas ideias pro aespa nem pra dá uns trocados pra elas ou contratar algumas das meninas pra ser vendedora nas lojinhas da sm

    Curtir

Os comentários estão encerrados.