Review Retrô: Quando a Nicole largou o KARA para investir na carreira solo de 1 álbum em “MAMA” (2014)

Ontem a ex-KARA Nicole assinou com uma nova gravadora na Coreia e anunciou que está gravando música nova para lançar em breve, atiçando todas as véias da fanbase que adoram qualquer fervo envolvendo a 2ª geração de girlgroups. Para comemorar esse grande retorno, vamos voltar láááá para 2014, quando a Nicole debutou com “MAMA” e (Até agora) não voltou mais:

Continue Lendo “Review Retrô: Quando a Nicole largou o KARA para investir na carreira solo de 1 álbum em “MAMA” (2014)”

Review Retrô: Quando as melhores amigas do miss A cantaram pra subir com “Only You” (2015)

Ontem foi o dia do amigo, e assim como várias pessoas que postaram fotos desse dia com várias fotos desconfortáveis de amigos (Ou inimigos), eu postei as fotos do miss A no M!Countdown escanteando a Suzy que todo ano ressurgem nessa mesma época só pela piada mesmo. Porém, o tweet deu uma pequena hitada (500 likes!!! Conta de 1 até 500 para você ver que é muito) que eu nem mesmo esperava porque essa piada é batidíssima né.

Então, se o miss A deu um hit para esse singelo blog, nada mais justo do que retribuir o favor e falar sobre o hit delas que gerou essas icônicas fotos, “Only You”:

Continue Lendo “Review Retrô: Quando as melhores amigas do miss A cantaram pra subir com “Only You” (2015)”

Review retrô: Quando o T-ara definiu o que era K-pop em 2011 com “Roly Poly”

Ontem uma das maiores músicas da história do K-pop completou 10 anos, e não deu para fazer um post especial ontem pela minha política de até dois posts por dia já ter sido preenchida pelos comebacks que rolaram. Mas hoje não tenho essa desculpa (Até tenho, mas não estou afim de ouvir o que o NCT Dream desovou), então vamos dar aquela atenção para a música que definiu o K-pop no início da década passada:

Continue Lendo “Review retrô: Quando o T-ara definiu o que era K-pop em 2011 com “Roly Poly””

Review Retrô: Quando o Apink iniciou a nova era do white aegyo em “I Don’t Know” (2011)

Hoje é um dia especial para os fãs do Apink, pois o grupo comemora 10 anos de carreira muito bem e vindo de um grande hit feminino com seu último comeback. E a carreira de constante sucesso começou lá em 2011, quando elas eram simples camponesas de uma subsidiária da Cube com “I Don’t Know”:

Continue Lendo “Review Retrô: Quando o Apink iniciou a nova era do white aegyo em “I Don’t Know” (2011)”

Review Retrô: Quando o Rania debutou chocando a sociedade com muita baixaria e saliência em “Dr. Feel Good” (2011)

Hoje faz 10 anos desde que o Rania conseguiu debutar com um dos debuts mais conturbados da história do K-pop (Combinando com a trajetória do grupo que foi tão bagunçada quanto), então essa review retrô vai comentar sobre “Dr. Feel Good”, o debut que ficou conhecido por ser “too hot for netizens” na fanbase. Mas, afinal, o que “Dr. Feel Good” tinha demais?

Continue Lendo “Review Retrô: Quando o Rania debutou chocando a sociedade com muita baixaria e saliência em “Dr. Feel Good” (2011)”

Review Retrô: Quando algumas músicas asiáticas “viraram” singles da Wanessa Camargo no “DNA” (2011)

Isso aqui não é bem uma review, mas mais como uma curiosidade mesmo: Vez ou outra o DNA, emblemático álbum engrish de farofas da Wanessa Camargo (Que nesse CD era só Wanessa), ressurge como assunto na internet, e a parte mais cacurinha da fanbase que se ligava tanto em gatinhas do K-pop quanto na Wanessa fervendo com o público gay (= eu e umas 4 pessoas que sigo no twitter) faz questão de lembrar como “Sticky Dough” já era uma música do f(x) antes de “virar” um single da Wanessa. Muita gente não conhece nada dessa história, então esse post vem dar uma luz nessa era em que a brasileira decidiu fazer tudo pelas relações exteriores do nosso país:

Continue Lendo “Review Retrô: Quando algumas músicas asiáticas “viraram” singles da Wanessa Camargo no “DNA” (2011)”

Review Retrô: SNSD e o maior caso de fingimento coletivo da fanbase com “The Boys” (2011)

Todo blog de música que se preze sempre tem um quadro dedicado a fazer review de música velha, seja para preencher dias que não tem pauta ou quando a pauta do dia simplesmente não vale a pena. E hoje é o dia em que começo a mexer em tralha velha das discografias de Asian Pop e faço reviews retrô de grandes clássicos da música asiática. Aí eu pensei: “É bom eu começar com alguma opinião bem polêmica de K-pop pra dar aquele pontapé inicial e me empolgar com o quadro né”, e acho que não tenho uma opinião tão controversa em cima de um single de K-pop como eu tenho com “The Boys”, single do SNSD lançado em 2011 e que eu acho uma bela chatice:

Continue Lendo “Review Retrô: SNSD e o maior caso de fingimento coletivo da fanbase com “The Boys” (2011)”