Jeon Youl (ex-Stellar) demuestra que las nugus coreanas también pueden mostrar su sangre latino con “Mamacita”

Eu achei engraçado o fato de vocês realmente curtirem os títulos safados de google tradutor que eu boto toda vez que alguma gostosa coreana resolve mostrar tudo que aprendeu nas aulas de espanhol básico do Duolingo (Eu mesmo faria a mesma coisa depois de aprender “manzana” por lá), e como a Jeon Youl fez questão de debutar solo com “MAMACITA” eu pensei: “Ah, por que não?”

Eu não sei se a Jeon Youl é ex-Stellar da fase cute de início de grupo, se ela é uma das que entrou pra bater cu no chão por uns anos no grupo, se é a gata que entrou no último comeback antes do grupo morrer ou uma das duas que aguentou toda a humilhação desde o início. Realmente não importa muito porque a reputação de ex-Stellar por si só não deve facilitar a carreira das gatas, afinal tá aí um grupo que morreu com a reputação sujíssima. Então quando saem essas notas como a Jeon Youl debutando solo ou a Ga Young indo bater ponto no Miss Baek, acredito que elas levem como vitórias pessoais por conseguirem continuar com suas carreiras com alguém interessado em investir e dar uma chance, e de uma forma menos danosa que nos tempos de grupo.

Sobre a música, “MAMACITA” é descrita como um pop latino que mostra todo o charme femme fatale da Jeon Youl, que quer ser a sua mamacita exalando toda a sua magia e poderes de grande gostosa e blindada depois de anos tomando tamancada no Stellar. E ela não fala só Mamacita em espanhol, ela também pega duas linhas da letra de “Calma” do Pedro Capó para montar a bridge da música, mostrando que ela tem referências e não apenas pegou a primeira demo latina que viu em promoção e usou. De alguma forma essa música me lembrou de outra nuguzona que também mostrou ser uma grande gostosa em cima de um batidão latino: A Han Choim com “Romeo”.

Fun fact: Fui pesquisar o passado dela e descobri que ela é ex-LAYSHA e ex-CAMILA (?)… Um grande rebuceteio de nugus aqui.

De qualquer forma, “MAMACITA” é uma faixa bem legal, tem uma vibe sexy interessante e tudo mais que a música busca, consigo entrar no ritmo e me sentir poderoso num vestidão vermelho também. “MAMACITA” não é aquela faixa que vá ser lembrada no final do mês como um destaque do K-pop e nem é muito diferente do que a onda latina no K-pop vem entregando, mas ainda me entretém porque gosto muito dessa onda por lá, então acho que ainda cresce comigo e vai durar muito na minha playlist. Por enquanto tanto essa quanto a latinidade da HA:TFELT na quinta foram bons lançamentos para mim, mas sinto que vocês podem não gostar tanto assim dependendo do quão saturado pela onda latina no K-pop vocês estão.

3 comentários em “Jeon Youl (ex-Stellar) demuestra que las nugus coreanas también pueden mostrar su sangre latino con “Mamacita””

  1. está dança na praia me lembrou tanto choco chip cookies ☹
    e a opção deve ser fase cute de início (que é medonha) mas a piranhona também não é lá muito orgânico……

    Curtir

  2. a Jeonyul é uma das que estavam no Stellar desde o início, tadinha. tava torcendo muito por esse debut solo dela, ela tava mega animada e querendo insistir nessa carreira… mas a gente sabe que não vai vingar. queria ter gostado mais da música

    Curtir

  3. Boa pontuação, é uma musica boazinha, mas não tem memorável se comprar com outros lançamentos.
    Pode ser preconceito meu, mas antes ouvir esse estilo sendo usado no kpop do que na própria língua_ não sei, mas parece que quando um desses cantores usam essas músicas, eles interpretam uma personagem da música, então vou lá e escuto coreanas emulando isso_
    PS. Inclusive o Stellar tinha lançado uma música muito boa nessa vibe meio ~espanhol e pra naquela ali já tinha sido o ápice.
    PS.2 acho o nome mamacita tão cafona em letras de música….

    Curtir

Os comentários estão desativados.