Leftovers (12/01): Brown Eyed Girls, Jiyeon, ATEEZ, Elva Hsiao, Ayumi Hamasaki e etc.

Yay, vamos fazer uma limpa no que rolou nesse final de ano passado/início desse ano.

Jiyeon – Take a Hike

O drop é bem questionável, mas o resto da música me lembra uma versão mais grande gostosa de “The Way” da Ariana Grande então tá ótimo. (Pena que ela esteja enfrentando um monte de problemas com a empresa pra promover a própria música, mas um dia os tempos de glória vão voltar pra Jiyeon).

Brown Eyed Girls – Snowman

Gosto desse espírito de quarentonas cantando um jazz suave e os vocais delas estão deliciosos, mas ainda é uma faixa lenta de inverno que não faz muito por ninguém.

ANS – Say My Name

O espírito nugu é tão grande que mal botaram uma garota nova pra esse comeback e no final do vídeo já trataram de anunciar outra novata pro próximo lançamento. A música mirou numa versão mais low budget de “Adios” do EVERGLOW, o que é melhor do que mirar em uma versão low budget de “Kill This Love”.

DreamNote – WISH

Tenho uma leve impressão de que a empresa delas viu o Cosmic Girls conseguir um 4º lugar no Melon na virada de ano por conta da música evocar desejos de final de ano e pensou “Tá aí, deixa eu botar “WISH” como nome desse comeback e quem sabe na primeira meia noite de 2021 os coreanos dão essa bocada pro DreamNote também”. Btw é um synthpop gostosinho com um MV bem esquecível pra variar.

ENOi – Cheeky

Musiquinha padrão de boygroup, mas eu fiquei chocado que o nome deles é um acrônimo horrível para “wE caN dO it”.

ATEEZ – Answer

Normalmente eu não acharia tão ofensivo ver um grupo que emule BTS até o bico mas esse ATEEZ… Ai gente, tudo nesse comeback grita uma versão ruim de algum comeback meia boca do grupo da Big Hit (E isso explica muito deles serem o boygroup queridinho da fanbase por aqui chutando até mesmo os irmãos do BTS). Até os rappers emulando voz de fumante estão batendo ponto aí, gente… Forças.

Leo Ieiri – Mikansei

Pop/rock de dorama japonês padrão da Ieiri, mas com o Japão deitando pra Aimyon fica mais difícil dela descolar um hit nesse nicho.

CY8ER – Renai Reality Cho (feat. Yasutaka Nakata)

Ainda sonho com o dia que o Nakata vai tirar “Continue” da gaveta ao invés de participar de uns troços que ninguém pediu, mas tenho que dar o braço a torcer e admitir que adorei essa música e o MV pesando no fanservice (Parece o tipo de coisa que quem ainda acompanha a Pamyuzão espera ver ela voltando a lançar).

Elva Hsiao – In A Heartbeat

É muito difícil um artista de mandopop que eu acompanho não lançar uma baladinha como lead single. Dito isso, a Elva deu uma melhorada em “Romance Strikes” do álbum anterior e lançou a melhor baladinha dela em tempos, e espero que seja daí pra cima nesse último álbum da cantora.

G.E.M – City Zoo

Nada disso faz muito sentido mas acredito que ela fez de propósito para criticar os rappers que cantam qualquer merda sem propósito com algum tipo de flow e chamam de rap, então tá valendo por G.E.M aniquilar 85% dos rappers asiáticos atuais (Deve ter uma crítica social bem foda mas eu prefiro a minha versão mesmo).

G.E.M – Selfless

Já “Selfless” é o baladão emotivo de primeiro nível que é a razão de eu acompanhar a cantora. No geral esse álbum novo dela não é tão maravilhoso como o “Heartbeat”, mas músicas como essa fazem tudo valer a pena pra mim.

Ayumi Hamasaki – A baby for XX

Contrariando boatos de que os líquidos amnióticos apodrecem depois dos 35, Ayumi Hamasaki anunciou que teve seu primeiro filho há dois meses, e ela conseguir manter essa privacidade durante toda a gravidez ao invés de transformar tudo num grande evento foi bem chocante pra mim. Agora a pergunta: Onde é que estava o bebê de Ayu enquanto ela mantinha essa cintura da foto?

.

.

.

Off-Topic: A foto/link novos do canto direito do blog se trata de um novo quadro, “Pesquisas.jpg”, onde a ideia é eu fazer perguntas/enquetes/formulários sobre diferentes assuntos envolvendo Asian Pop e ouço a opinião popular através das respostas de vocês. E a primeira pesquisa de hoje são duas perguntas:

“Qual grupo que já morreu vocês gostariam de ressuscitar?”

E

“Qual grupo que ainda está vivo vocês gostariam de matar?”

Os resultados serão postados em um domingo, só não decidi ainda se no próximo domingo (Para tentar manter uma frequência semanal do quadro) ou se daqui há 2 semanas (Para manter uma frequência de domingo sim, domingo não). De qualquer forma, participem e ajudem a fazer essa ideia (Que eu achei bem boa na minha cabeça mas sei lá né) vingar.

10 comentários em “Leftovers (12/01): Brown Eyed Girls, Jiyeon, ATEEZ, Elva Hsiao, Ayumi Hamasaki e etc.”

  1. Pelo que notei no TT, o Ateez tá caminhando para ser mesmo o BTS qdo esses foram ao exército, tanto que a fã-base (Não todos, pelo amor!) já está vindo com aquele caos todo de que pavimentou sabe sei lá oq na Kpop (Falei disso num posto meu, aliás: https://wp.me/paHR0q-kj)

    Mas pelo que ouvi do álbum, essa é a música mais alheia a discografia deles, então achei nonsense essa escolha (Tem melhores do EP, eu achei)

    Curtir

  2. eu nem achei essa música do dreamnote ruim, mas o youtube me recomendou essa outra música delas e é fácil o meu treco favorito desse ano (não que seja lá algo muito difícil)

    Curtido por 1 pessoa

  3. está música do ENOi parece algum descarte do vixx MISERICÓRDIA
    acredito que está foto da ayu deve ser velha, mas eu QUERO muito ver o baby

    Curtir

    1. Ela usou essa foto pra se defender da mídia que estava questionando se ela realmente pariu um filho (Ela agradece meio mundo por conseguir manter a gravidez em segredo e etc. na legenda), então acredito que esteja grávida nessa foto sim (Provavelmente não no final da gestação mas num nível que ela já precisasse disfarçar a barriga)

      Curtir

  4. Parabéns pra Ayu! E espero que a audição dela esteja melhor.

    Ia comentar que seria épico se o bebê fosse uma menina e que no futuro ela se casasse com o filho da Utada, mas segundo rumores a Ayu teve um menino… embora isso não impeça que ele e o filho da Utada virem um casal gay mesmo assim, claro (Utada provavelmente ia adorar, inclusive).

    Curtir

  5. Pelas notícias, essa foto é de DEZEMBRO, um mês após dar a luz. E mais, a Ayu sumiu depois da turnê de TROUBLE, em agosto de 2019 e naquela época ela já usava roupas largas na turnê. Que bom que ela se mancou e parou de sua vida uma reality show. Tem que resguardar e REALMENTE DAR UM TEMPO para cuidar de seu recém nascido. Enfim, parabéns e CHUPA KUMIKO!!!! OS NOSSOS LÍQUIDOS AMNIÓTICOS AINDA PRESTAM SIM!!!!! KKKKK FOI MALZ GENTE, ADORO A KUMI, MAS ELA FALA MUITA MERDA!!!

    Curtir

    1. Dá até pena da Kumiko lembrar que foi por falar merda (e nem foi por má intenção dela) que ela matou a própria carreira…

      Tudo bem que as bombas que ela lançou desde então também não ajudam a reerguer a carreira.

      Curtir

Os comentários estão desativados.