Top Top.jpg: 10 estradas que o BTS pavimentou durante a carreira

Ontem aconteceu o Grammy, a grande premiação da música. E para os kpoppers e ARMYs uma categoria chamava atenção: A de “Melhor Performance de Duo/Grupo Pop”, pois o BTS estava indicado com “Dynamite” e fez história como o primeiro grupo de K-pop nomeado a essa premiação. Infelizmente os meninos não levaram o gramofone para casa e perderam para “Rain On Me”, de Lady Gaga e Ariana Grande, e muitos fãs do grupo ficaram inconformados com isso pois, para eles, “Dynamite” é uma música muito melhor e maior que “Rain On Me” em todos os aspectos.

Mas o Grammy é pequeno para o BTS. O grupo escreve sua própria história e ainda ajuda na história de diversos artistas, pavimentando estradas para eles também brilharem. Então esse Top Top.jpg será especial com 10 estradas que o BTS pavimentou ao longo da carreira, pois BTS PAVED THE WAY e estou aqui para lembrar vocês disso:

10º lugar — A estrada para Hyolyn pegar uma praia em “Blue Moon”

Apesar do BTS ser conhecido por utilizar conceitos e vanguardismos para seus trabalhos totalmente originais, nem sempre as coisas foram assim. Por exemplo, o BTS pavimentou algumas ruas para a Hyolyn ir até a praia em “Blue Moon”, e sabemos que descer a serra para ir na praia é algo que a Hyolyn faz semana sim semana não. Não é a pavimentação mais criativa dos nossos trabalhadores, mas não deixa de ser um ótimo trabalho digno de menção por aqui, pois as ruas ficaram lindas para Hyolyn caminhar com graça e atualizar o bronzeado.

9º lugar — A estrada imaginária de Gangnam em “Gangnam Avenue”, do Orange Caramel

Em 2014 o BTS ainda era um grupo de pavimentadores novo na indústria e, como o sucesso não veio logo de cara, acabou sendo um ano de vacas magras. Mas as mentes mais criativas surgem das situações mais complicadas, e quando eles foram contratados para pavimentar o MV de “Gangnam Avenue”, eles mostraram toda sua genialidade: Não vamos fechar uma avenida caríssima de Gangnam, vamos colocar o Orange Caramel num estúdio e criar efeitos que dessem a ilusão de uma avenida. Tudo custou 35 reais e 7 estagiários? Sim, mas ficou um resultado legal onde a gente se permite imaginar Nana, Lizzy e Raina desfilando lindamente pelas ruas da Coreia.

8º lugar — A estrada dos remixes do Lil Nas X em “Old Town Road”

Os trabalhos de pavimentação do BTS alcançaram os Estados Unidos, e em 2020 tudo era possível, incluindo uma estrada que ligou o grupo ao grande hit do momento “Old Town Road”, do Lil Nas X. O rapper ficou sabendo da fama que os trabalhos do BTS tinham a nível global, e convidou o rapper do grupo RM para participar de um dos vários remixes que esse grande hit ganhou. Para retribuir, o rapper chamou o grupo inteiro para performar no palco principal do Grammy, dando um passo muito grande do grupo rumo a essa premiação.

7º lugar — O caminho para o BLACKPINK encontrar um full album em “Lovesick Girls”

Estradas normalmente são feitas para indicarem um rumo, e o BLACKPINK parecia estar sem um. Cadê full album? Cadê solos? Cadê as promessas sendo cumpridas? Tudo no grupo parecia perdido. Mas o que parecia improvável aconteceu: BTS chegou lá, pavimentou algumas ruas e ajudou o BLACKPINK a gravar o MV de “Lovesick Girls”, possibilitando ao grupo o lançamento do seu 1º álbum de estúdio. Aqui, BTS e BLACKPINK se uniram para um bem maior, mostrando que a rivalidade não está com nada e BLINKs e ARMYs podem se unir para aclamar os trabalhos dos dois grupos sem criarem guerras por números os coisas do tipo.

6º lugar — A estrada de ouro para Namie Amuro desfilar em “Hero”

As grandes estradas pavimentadas pela Coreia deram ao BTS um passe para eles expandirem seus negócios e criarem carreira no Japão. E o grande trabalho deles sem sombra de dúvidas é estrada de ouro que o grupo fez para Namie Amuro desfilar no vídeo especial de “Hero” para a NHK. “Hero” era a música tema da emissora para as Olimpíadas de 2016, onde os atletas enfrentam uma longa jornada de 4 anos para conquistar o tão sonhado ouro olímpico, daí a estrada de ouro, entenderam? É a genialidade do BTS agindo em terras nipônicas.

5º lugar — As estradas da Nova Zelândia para o Mamamoo em “Starry Night”

A Ásia começava a ficar pequena para o BTS (E olha que a Ásia era enorme), então o grupo passou a oferecer seus serviços para fora do continente. A RBW, que já estava viajando pelo mundo para comprar a demo de “Prayer In C”, aproveitou para chamar o BTS para trabalhar nas ruas da Nova Zelândia, pois o Mamamoo começou seu projeto de 4 álbuns em 4 estações de forma incrível graças as ruas da Nova Zelândia que o BTS pavimentou com primor.

4º lugar — A estrada para o Sunnyhill voltar pra casa em “On The Way Home”

Mantendo esse clima de despedida, outro nome que solicitou estradas para o BTS pavimentar foi o Sunnyhill, que em 2016 começava a se despedir da indústria (naquele momento) com “on the way home” (Ou simplesmente “way”). Ali o Sunnyhill solicitou algumas estradas para voltarem para suas casas depois de diferentes situações, e o BTS fez todas elas com muito carinho e delicadeza para respeitar essa atmosfera de despedia e melancolia que a música traz, fazendo o Sunnyhill voltar para casa de forma mais segura.

3º lugar — A estrada para Sori dar um rolê de moto em “Initial S”

Uma coisa muito legal do BTS é que não importa o quão grande eles fiquem, eles nunca esquecem o passado nugu e sempre ajudam quem mais precisa. Quando eles ficaram sabendo que a Sori tirou uma carteira de motorista, o grupo não pensou duas vezes: Pavimentou toda uma estrada em Seul para Sori se divertir e passear pela cidade enquanto canta uma das melhores e mais injustiçadas músicas de 2020, “Initial S”. Uma pena que essa estrada pode ser lida como a estrada da Sori rumo a aposentadoria (Ela não pretende mais trabalhar como cantora), mas fica aí uma ótima despedida para a cantora.

2º lugar — A estrada para a autodescoberta da Taeyeon em “I”

Já no segundo semestre de 2015 as estradas pavimentadas do BTS ganhavam fama com o primeiro hit do grupo “I Need U”, e isso chamou a atenção da fodona do entretenimento coreano SM Entertainment, que contratou os serviços do grupo para criar uma estrada de autoconhecimento e descoberta no debut da Taeyeon com “I”. E a fama do grupo usar várias metáforas e conceitualizar as jornadas para seus trabalhos foi muito bem aplicada aqui, com a Taeyeon passando os 5 minutos de “I” na avenida conceitual para encontrar sua verdadeira essência. “I” é um trabalho que te faz pensar e refletir o que você assistiu, e sabemos que o BTS gosta disso.

1º lugar — As estradas que cruzaram os caminhos do GFRIEND em “Crossroads”

Entre 2019 e 2020 o BTS estava num patamar tão alto que a Big Hit começou a adquirir tudo que estava com uma plaquinha de “Vende-se”, e a primeira aquisição foi a Source Music, empresa do GFRIEND. As meninas eram novatas dentro da Big Hit, então foi o momento dos nossos 7 pavimentadores de estradas agirem, e logo no primeiro vídeo do GFRIEND na nova casa tivemos a ideia de estradas no seu ápice. Teve estrada física, estrada conceitual, estrada metafórica, foi estrada para tudo quanto é lado, e isso resultou no cruzamento de caminhos das integrantes do GFRIEND para a nova fase do grupo. Até o momento esse é o auge do que o BTS conseguiu pavimentar, mas o futuro promete coisas ainda mais grandiosas para o grupo.

13 comentários em “Top Top.jpg: 10 estradas que o BTS pavimentou durante a carreira”

  1. Post muito conceitual Dougie, nem almejo chegar num nível transcendental o suficiente para compreende-lo pois já sei que isso não resultaria em nada diferente da carreira do BTS como pavimentadores oficiais do kpop

    Curtir

  2. SENSACIONAL!!!

    Os armys até agora não perceberam que boa parte da resistência que muita gente ainda tem em relação ao BTS vem exatamente das reações destemperadas dos armys. É muito chato ver esse fandom o tempo todo tentando forçar os caras como a maior revolução na história da música – e é até um desserviço com os próprios BTS, que pelo pouco que eu acompanho deles, não parecem ter essa obsessão de serem reconhecidos a todo custo.

    Aliás, eles parecem ser caras legais, que trabalham pra caramba e que merecem o sucesso que conquistaram. O que estraga, assim como em vários outros casos (dentro E FORA do k-pop, vide os insuportáveis little monsters da Gaga), é o fandom.

    Curtido por 3 pessoas

    1. Agora se você chegar numa army elas faltam morrer. Ok, tem fandom insuportável em todo lugar, mas o delas ganha de fichinha por conta da internet e se comportarem como uma seita doida.

      Curtir

    1. E a estrada no meio das geleiras pra caminhonete amarela da HaSeul (que se dirige sozinha) atravessar a Islândia em busca de diamantes pra matar um pássaro.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Se tem uma coisa que o Dougie não tem é medo de mexer com essa seita kkkkk
    Acho ótimo que quando eles foram indicados ao Grammy foi uma agitação do caramba, porque eles mereciam demais esse prêmio super relevante, daí depois que não ganharam de repente o prêmio se tornou irrelevante e o BTS é muito maior que isso! Aí vcs decidam né, é um prêmio bom ou não? Ou só é bom se o fave ganhar??

    Meu Deus viu, eles não vão pro exército mesmo não??

    Curtir

Os comentários estão encerrados.