Pacotão J-pop: Miliyah, Chanmina, Pamyu, AKB48, seiyuus e etc.

Com o trabalho comendo boa parte do meu tempo livre eu acabo não comentando muitos J-pops que passam por mim pois me matar por 40 views não faz parte do meu ser. Porém, agora que peguei uma folga, dá para falar de alguns lançamentos que rolaram por lá esses dias e que vale a pena a divulgação. Não exatamente por serem hinos, mas porque eu acho que merecem uma divulgação.

Miliyah – DEVIL KISS

Leia mais »

FEMM e FAKY estão de volta com mais singles ótimos para a alegria dos 25 jpoppers que frequentam esse blog

FEMM e FAKY são dois grupos que de vez em sempre tem o mesmo calendário e acabam lançando singles juntas, e os singles delas nessa semana são muito bons e merecem um destaque nesse blog. Como fazer 2 posts separados é muito trabalho para receber 30 visualizações em cada, vou juntar os dois singles em um post e poupar um pouco de tempo. Então pensem que estou entregando um combo 2 em 1 com duas músicas ótimas de uma vez:

FEMM – Come & Go

Leia mais »

YEAR END 100: As melhores músicas de 2020 no Asian Pop (Parte 1)

Foram milhões de pedidos, pessoas desmaiando na porta da minha casa de ansiedade e uma crise econômica que afundou ainda mais o nosso país causada pela demora desse Top 100, mas chegou o dia de começar a definir as melhores músicas de 2020 de acordo com esse blog. Aqui vocês sabem: São as 100 melhores músicas de acordo com a minha opinião que é a grande verdade absoluta da história da crítica K-pop. Ou seja não importa se o seu fave conseguiu 77 prêmios e foi aclamado pela billboard como o álbum do milênio, se não apareceu nesse Top 100 é porque provavelmente seu fave só lançou lixo (Aviso de ironia porque né, vai duvidar da capacidade de raciocínio do Kpopper pra você ver o que acontece).

Na verdade, como toda lista de qualquer coisa na história, as músicas foram escolhidas com base no meu gosto pessoal envolvendo diversos fatores (O quanto eu acho a música maravilhosa, o quanto durou na minha playlist, o quanto acompanhou os dias em que chutei o balde virando altas doses de cachaça e por aí vai). Juntei tudo isso, peneirei em 100 músicas e aqui estamos. Você está livre para discordar de qualquer coisa desse Top 100 (Os comentários até me ajudam com o engajamento e pra valorizar o adsense, então não deixem de xingar o mau gosto do blogueiro, bitches), mas tenham consciência não vão mudar em nada o ranking do meu blog.

Seguindo a tradição, esse Top 100 será dividido em 7 partes, com 6 partes de 15 músicas e um Top 10 no fim. Pode acontecer dessas 7 partes saírem ao longo desses 7 dias (Temos reveillon e ano novo chegando né), mas no máximo até o final da 1ª semana de janeiro vocês devem saber qual foi a minha grande música de 2020. Tudo explicado, vamos começar com elas, que serviram um dos grandes hits de 2020 (Mas não com uma das melhores músicas do grupo):

100. Oh My Girl – NONSTOP

Leia mais »

Year End 100: As melhores músicas de 2019 no Asian Pop (25-11)

E chegamos à penultima parte desse Top de virada de ano com as melhores músicas desse top, onde cortamos 15 músicas que tinham muito potencial para entrar no Top 10 mas que, por um ou outro detalhe (a.k.a por vontade minha), acabaram sendo barradas de grupo tão privilegiado. Sem maiores enrolações, vamos para o 25º lugar…

25. CHANMINA – Never Grow Up

Leia mais »

FAKY segue servindo girlgroup nugu de K-pop no Japão com a maravilhosa “GIRLS GOTTA LIVE”

O FAKY segue sendo no Japão o que os girlgroups que vendem 50 cópias e batem o top #500 do Melon são na Coreia: Bad management, mudanças constantes na formação do grupo, calendário de lançamentos cagado, às vezes me faz duvidar se elas acabaram ou estão mofando em algum porão mas, quando conseguem lançar alguma música, é certeza de que ganharei um hino pra minha playlist. E é com esse enredo que o grupo lança o seu mais novo single digital “Girls Gotta Live”:

Eu achei o áudio do PV meio bichado, então vou deixando o link no Spotify aqui embaixo para quem ficar com a mesma impressão (Ou eu tô ficando doido mesmo, vai saber).

Leia mais »